Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ambulâncias

Só andei uma vez de ambulância e como acompanhante.

Hoje, fui ultrapassado duas vezes por ambulâncias. De manhã, por uma do INEM e, de tarde, por uma dos Bomebeiros. Tudo normal. Num caso, encostei-me e deixei-a passar e, noutro, não não foi preciso fazer fosse o que fosse porque teve espaço para passar.

Num dos casos, a ambulância teve de fazer um ângulo recto para virar. Fê-lo, quase, sem reduzir a velocidade. Imagino como se deve ter sentido quem lás dentro ia... Eu, na minha única experiência, vomitei durante quase todo o caminho...

Será que a poupança de uns centésimos de segundo justifica os abalos que provoca a quem nelas circula? Talvez só seja a minha má e única experiência a justificar esta dúvida...

1 comentário

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

  • Anónimo

    São tantas as campanhas, ações e divulgações da EM...

  • Anónimo

    Os presentes sobre as viaturas são feitos por pard...

  • Anónimo

    Só se os pássaros fossem parvos é que iriam para e...

  • Anónimo

    Quais, quais, oliveiras, olivaisPintassilgos, roux...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.