Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ALVITRANDO há 15 anos

Zé LG, 14.01.19

Há precisamente 15 anos, comecei assim este blogue: “ALVITRANDO porquê? - porque alvitrar significa que se dão alvíssaras e eu quero dar alvíssaras, isto é, agradecer a quem quiser dar notícias, a quem quiser comunicar, a quem quiser trocar ideias sobre temas gerais e, em especial, sobre o Alentejo e o poder local.
Pela minha parte, irei dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que, pela sua pertinência ou oportunidade, achar que devem ser divulgados por esta via, que hoje decidi abrir.”

E há 15 anos que venho aqui ALVITRANDO, diariamente (com raríssimas excepções), porque a sua frequência (323 visitas e 706 visualizações de média diária, no último ano) me obrigam a mantê-lo actualizado, com temas da actualidade, que considero pertinentes e, por vezes, polémicos, que contribuem para alimentar uma cidadania, que se quer activa e participativa.

O tempo que o trabalho e a família me ocupam deixa-me pouco tempo para a gestão do blogue, o que não me permite promover e alimentar mais debates sobre assuntos mais importantes para a comunidade e a região em que vivemos e que precisa disso como “pão para a boca”.

Vou ALVITRANDO como posso e nem sempre como gostaria. Ao longo destes 15 anos já tive de ir a Tribunal e à Polícia, por alguns comentários que alguns visitantes fizeram, abusando do espaço de liberdade que o ALVITRANDO é e continuará a ser. Orgulho-me de nunca, que me lembre, ter ofendido ou insultado alguém com os meus alvitres. E assim continuarei ALVITRANDO, procurando que este blogue continue a ser um “largo”, como já há poucos.

3 comentários

Comentar alvitre