Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ALVITO É UM CASO QUE MERECE SER ESTUDADO

Zé LG, 02.05.16

13055454_970527453030474_607714545523169530_n.jpg

A Câmara Municipal de Alvito já teve nove presidentes eleitos: Joaquim Cabanas (PS), António Suspiro (CDU), António Figueiredo (CDU), Francisco Trindade (PSD/PS e PSD), Lopes Guerreiro (CDU), António Paiva (PS), João Paulo Trindade (Independente), João Penetra (CDU) e António João Valério (CDU). Destes, apenas António Suspiro e Lopes Guerreiro (na 2ª candidatura) alcançaram a maioria absoluta e apenas Francisco Trindade e Lopes Guerreiro foram reeleitos.  

13096253_970527286363824_5063976155500008944_n.jpg

No passado dia 24 de Abril, integrado nas comemorações do 25 de Abril e dos 40 anos da aprovação da Constituição da República e das primeiras eleições autárquicas, o presidente da Câmara Municipal convidou todos os ex-presidentes para uma tertúlia sobre as autarquias no Concelho. Dos vivos - já faleceram António Figueiredo e António Paiva -, apenas faltou o primeiro, Joaquim Cabanas. 

A tertúlia, que contou com casa cheia (meia centena de pessoas), decorreu de forma muito animada e participada, quer pelos autarcas quer pela assistência. Foi uma bonita iniciativa, que todos saudaram e destacaram o facto do concelho ter uma história autárquica democrática que merece ser estudada, por ser um caso único em Portugal. Que a presença de todos - com uma única excepção -, nesta tertúlia reforçou.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.