Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

AGORA, O TEMPO JÁ NÃO É DOS ELEITORES

Cada um de nós pode ter a opinião que entender. Cada um de nós pode achar o que quiser acerca do que os votantes quiseram dizer quando votaram. E também acerca do que quiseram dizer os que não votaram ou votaram em branco ou nulo, quase tantos quantos os que votaram. Mas nenhum de nós pode alterar os resultados eleitorais. Cada um de nós pode achar o que muito bem entender acerca das maiorias que se devem formar e do governo que delas deve resultar. Mas agora, o tempo já não é dos eleitores, mas dos deputados que foram eleitos. São eles que, na Assembleia da República, têm de formar as maiorias necessárias para apoiar o governo.
E de acordo com a composição da Assembleia da República as maiorias que se podem formar têm de incluir o PS. Ou com o PSD e o CDS, a maior, ou com o BE e o PCP+PEV. Ora o PS já mostrou que não quer a primeira. Resta a segunda.
Estes são os factos. Todos podemos ter e expressar as nossas opiniões, voluntariamente ou sendo pagos para isso. Todos podemos dizer o que achamos que devia ou deve ser feito. Mas não podemos fugir aquela realidade, enquanto a posição do PS for a que tem divulgado António Costa.

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 22.10.2015 19:25

    De nojo, este seu comentário.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 24.10.2015 10:03

    Eleito presidente da Assembleia da República ao arrepio de uma tradição de equilíbrio e compromisso democrático, Eduardo Ferro Rodrigues fez questão de demonstrar no seu discurso inaugural, alinhado e tendencioso, o que é que pauta, hoje em dia, a actuação de qualquer socialista: a avidez e a grosseria. O PS de Costa é, nisso como no resto, um digno herdeiro de Sócrates.

    Resta, do lado positivo, o facto de que ser um homem sem noção da dignidade dos altos cargos da democracia, um homem com aquele porte e aquela inteligência, a corporizar hoje a segunda figura do Estado é absoluta e rigorosamente representativo do PS e dos tempos que vivemos.
  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 24.10.2015 10:12

    Hummmmmm "és tu LMontenegro?" é o que me apraz dizer.

    (este nível de discussão eu entendo, já a outra javardice - não sei se é o(a) mesmo(a) anónimo(a) - só mesmo denunciando)
  • Sem imagem de perfil

    Não Votante de Esquerda 24.10.2015 11:02

    Não, sou apenas um Não Votante de Esquerda, isto porque já há muito tempo que não acredito na bondade do ser humano, enquanto tal. E que nunca os dividirá entre os bons todos de um lado e os maus do outro.
    Limito-me a viver um dia de cada vez, reconhecendo o mérito e a dignidade a quem a tem e vice-versa.
    Neste caso, logo no seu primeiro discurso, Ferro Rodrigues demonstrou de forma cabal que não possui competência e dignidade para ser a segunda personalidade na hierarquia deste país.
    E não me chame de Cavaco, Passos ou de Portas, por favor
  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 24.10.2015 11:15

    PS: Claro que não lhe chamo esses nomes, só insulto quando tenho razões para isso ehehehe, até ver estou a ter uma troca de opiniões civilizada e cordial com o(a) Não Votante de Esquerda.
  • Sem imagem de perfil

    Não votante de Esquerda 24.10.2015 14:26

    Cá estaremos para as ditas, doutora.
    No entanto, devo reconhecer também não ser só por motivos estritamente ligados à sua forma de estar na politica, sobretudo a arrogância ontem revelada, que não vou com a cara de Ferro Rodrigues. E nada tem a ver com acusações não provadas atrás referidas.
    Pois ao contrário da filha, até o tom de voz me irrita. E vou ter que levar com ele nos próximos tempos.
    Ao contrário da anterior presidente, que mesmo com os snobismos que refere, era simpática e agradável no trato institucional.
  • Imagem de perfil

    Ana Matos Pires 24.10.2015 14:42

    Cá estaremos, então.

    eheheheheh percebo essas coisas irracionais, quem as não tem? Tenho várias e o Marco António Costa, coitado, é um dos eleitos, quase viro frenologista só para desancar o homem tal é a irritação que me provoca.

    A AEsteves foi um flop, esperava uma exercício muito mais inteligente. Não foi o snobismo que me impressionou, foi mesmo a tontice e a incompetência.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Ah, estamos bem... temos taxas de água, esgoto e l...

    • Zé LG

      Se não disser do que se trata ficamos na mesma, se...

    • Anónimo

      Estranho, sim...

    • Anónimo

      Sem dúvida.Um autentico murro no estomago no todo ...

    • Anónimo

      Concorso, embora há um senão, que não foi esclarec...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds