Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

AFINAL QUEM TEM MAIS LEGITIMIDADE DEMOCRÁTICA PARA FORMAR GOVERNO?

Passos Coelho e Paulo Portas falaram, na noite das eleições, como só fosse possível e democrático a formação de um governo de direita (PSD+CDS). Paulo Portas chegou até a afirmar que seriam de recusar as tentativas de ganhar na secretaria o que não ganharam nas urnas.
Vamos lá a ver então quem pretende ganhar na secretaria o que perdeu nas urnas.
O PSD e o CDS elegeram, no conjunto, 104 deputados, com 2.071 mil votos.
O PS em conjunto com o BE elegeram os mesmos 104 deputados, mas com 2.389 mil votos.
O PS em conjunto com o BE e a CDU elegeram 121 deputados, com 2.833 mil votos.

Parece claro que, tendo em conta os deputados eleitos e os votos obtidos, um governo do PSD com o CDS será o que terá uma menor representatividade democrática. Já para não falar nos mais de 700 mil votos e 25 deputados perdidos (mais do que o CDS conseguira em 2011…).
Mas, apressou-se logo Passos Coelho a afirmar que os dois partidos da direita iriam assinar um acordo de governação, para garantir ao PR que tinham condições para governar. Esta afirmação foi feita para dizer que enquanto a direita se entende para governar, as esquerdas não o conseguem fazer. E assim tem sido.
Mas e se agora as três principais foças eleitorais de esquerda conseguirem chegar a um entendimento e criarem uma alternativa de governo, como parece ser a vontade de todos, como parece haver disponibilidade de todos, a crer nas declarações efectuadas pelos seus líderes na noite das eleições?
Talvez seja com receio de que isto possa acontecer que Cavaco Silva está a apressar o processo de formação do novo governo, nem sequer esperando pelo resultado final completo das eleições (ainda falta apurar os deputados eleitos pela emigração)…

22 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    No próximo mês vai outra delegação a convite de um...

  • José Dores

    Realmente e infelizmente Beja tem cada vez mais pe...

  • Anónimo

    Caro Vitor, é a tal cegueira da razão, que impele ...

  • Anónimo

    Sim, isso foi feito, mas ao que parece com poucos ...

  • Zé LG

    As questões "poderiam e deveriam ser travadas em p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.