Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Adolescentes e jovens adultos foram os mais afetados no primeiro confinamento geral”

Zé LG, 18.01.21

240620151806-754-ANAMATOSPIRES.jpg

Ana Matos Pires, diretora do Serviço de Psiquiatria da ULSBA e coordenadora Regional da Saúde Mental do Alentejo, diz que “no primeiro confinamento foram os adolescentes e os jovens adultos os mais afetados” e considerou ter sido “uma boa medida manter as escolas em regime de ensino presencial” por ter “um impacto positivo na saúde mental” destas faixas etárias.

Para Ana Matos Pires, os "impactos deste novo confinamento não deixarão de ser preocupantes, mas vão ser mais leves, pois deixa de existir o elemento surpresa contudo, a ansiedade vai subsistir, assim como o agravamento de algumas situações relacionadas com as pessoas cuja situação económica se complique".

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 23.01.2021

    independentemente da sua prelecção, que atingiu contornos de monólogo, tem alguma razão nas preocupações que manifesta, sobre a saúde mental, agora do ponto de vista das aprendizagens, e enquanto professor, não estou muito preocupado, pois do modo que o nosso sistema de ensino funciona hoje, não considero que venha mal nenhum ao mundo os miúdos estarem sem aulas presenciais 15 dias ou um mês que seja!...Não ficarão mais estúpidos certamente, e possuirem curiosidade e cognição suficientes, podem ocupar este tempo de modo prazeroso,útil e oportuno para desenvolver conhecimento!...Como também não me parece que isso seja motivo de enorme preocupação por parte do próprio Ministério da Educação, das Associações de pais, da classe dos professores, etc.!...A saúde colectiva tem de estar em primeiro lugar!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.