Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A PROPÓSITO DA FESTA DO GALO

festa do galo.jpg

Sempre tive sentimentos contraditórios relativamente a esta e a outras festas. Por um lado, gosto do (re)encontro e do convívio entre amigos, colegas ou camaradas, principalmente com os que há muito tempo não se vêem. Por outro, não simpatizo com um certo saudosismo e praxes mais ou menos de grupo. Mas acho que a primeira apreciação se sobrepõe à segunda.

Há muitos factores que contribuem para a decisão de participação ou não nestas festas: Uma tem a ver com o interesse que a festa desperta; outra com a disponibilidade; outra com a disposição, para o que muito contribuem vários factores como o de ambos os cônjuges fazerem parte do grupo, os dependentes existentes na família, etc.; outra ainda com as possibilidades efectivas de participar.

Acontece ainda que as mesmas pessoas podem participar mais ou menos ou não participar em resultado de diferentes factores, que são determinantes em cada momento.

Vem isto a propósito dos comentários que sempre se fazem a propósito, neste caso da Festa do Galo, da participação, maior ou menor, dos actuais e dos antigos alunos e de, entre estes, dos mais velhos ou mais novos, dos que estão por cá e dos que vivem fora.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds