Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A MADRUGADA QUE NOS FEZ ACREDITAR QUE TÍNHAMOS O DESTINO DAS NOSSAS MÃOS

18312417_7iMg7.jpeg

Faz daqui a pouco (02h00) 43 anos que foi para o ar a canção "e depois do adeus", que serviu de senha para arranque do Movimento das Forças Armadas, que pôs fim a 48 anos de ditadura fascista e nos devolveu a LIBERDADE (veja-se a nota publicada no rodapé da primeira página do República). E com ela a capacidade de sonhar a um povo que vivera até então amordaçado, aprisionado, oprimido.

Foram tempos inolvidáveis que a minha geração teve oportunidade de vir.

25 DE ABRIL SEMPRE!

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    MF 25.04.2017 11:48

    Quando as trevas se dissipam antecedendo a manhã e o dia alvorece, é sempre madrugada. Sem simbolismos não há sonhos, não há bolas coloridas entre as mãos das crianças.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Há espaço para todos com certeza! Que o digam as c...

    • Anónimo

      Tenho todo o gosto em lhe responder de modo claro!...

    • Anónimo

      Muito bem! Exemplo de como uma ideia simples pode ...

    • Anónimo

      Devemos viver num planeta diferente, porque neste ...

    • Anónimo

      Alguém que nem sequer tem coragem para se mostrar ...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds