Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Proposta de orçamento da Câmara de Beja para 2024 é "muito insuficiente", acusa a CDU

Zé LG, 22.11.23

202311221245454750.jpgA CDU considera a proposta de Orçamento da Câmara Municipal de Beja para 2024, feita pelo PS, muito insuficiente e, por isso, Vítor Picado, vereador da CDU, referiu que o sentido de voto da CDU, aquando da votação do Orçamento do Município para 2024, vai depender da aceitação ou não das propostas apresentadas.

A CDU considera que a proposta de Orçamento da Câmara Municipal de Beja para 2024, feita pelo PS, é uma falta de respeito para com as Juntas de Freguesias, porque não teve “em conta um crescimento mínimo de 25% face às verbas de 2023, ainda assim muito aquém do crescimento das receitas do Município e dos encargos acrescidos, na massa salarial e outros, que as Juntas de Freguesia têm vindo e vão continuar a ser obrigadas a suportar.”

Centro de Tecnologia e Inovação da Vinha e do Vinho vai ser criado em Reguengos de Monsaraz

Zé LG, 22.11.23

202106162152023572.jpgA presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, Marta Prates, realçou que “Temos muitos produtores de vinho e agricultores e cujas famílias dependem da vitivinicultura e temos a certeza que a nossa estratégia tem que passar pelo apoio ao desenvolvimento deste setor, que é vital para o concelho”, assinalando que este “será o primeiro Centro de Tecnologia e Inovação da Vinha e do Vinho a sul do Tejo”. O projeto de constituição e criação do centro de tecnologia e inovação junta o Município de Reguengos de Monsaraz, a UÉ, a ATEVA e a CVRA.

Cáritas de Beja avança com “CUID@r +”, com o apoio da Fundação Gulbenkian

Zé LG, 07.11.23

Sem nome (63).pngA Cáritas Diocesana de Beja viu aprovada a candidatura apresentada à Fundação Calouste Gulbenkian para a implementação do “CUID@r +”, um projeto que pretende retardar a institucionalização das pessoas idosas com quem a Cáritas trabalha. A implementação de um modelo de supervisão profissional, a introdução de tecnologias para melhorar a autonomia dos idosos e a promoção do envelhecimento saudável através da atividade física no domicílio e da terapia ocupacional são alguns dos objetivos do “CUID@R +”, que pretende também beneficiar a residência das pessoas idosas a fim de prevenir quedas e consequentemente os internamentos hospitalares.

“Alentejo quer ser uma região piloto para atração de talento”, diz CCDRA

Zé LG, 23.10.23

202107282125038897.jpgCeia da Silva disse que o Alentejo é a primeira região do país e uma das primeiras da União Europeia a apresentar a candidatura para atração de talentos procurando com isso “criar um ambiente propício para a formação e retenção de talentos, incluindo investimentos em educação, investigação e desenvolvimento, apoio a empresas locais e empreendedores. Isso também envolve a concessão de bolsas de estudo e o fomento de incubadoras de startups e centros de inovação, para que os nossos jovens possam construir a sua carreira e assim contribuir para o crescimento económico do Alentejo”. E frisou que “O Mecanismo de Reforço de Talentos representa uma forma de garantir que o Alentejo não seja deixado para trás e participe plenamente dos benefícios dos fundos europeus”. Daqui e daqui.

Universidade de Évora com Projeto de Saúde Mental premiado

Zé LG, 22.10.23

ig5_1.jpgO projeto “MAIS – UÉ: Mente Ativa e Inteligência Socioemocional no Ensino Superior” é um dos vencedores da segunda edição do Prémio FLAD (Fundação Luso-Americana) /OPP – Saúde Mental no Ensino Superior, numa parceria com a Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) e patrocínio da Presidência da República, tendo como objetivo «contribuir para uma menor prevalência de problemas de Saúde Mental entre os estudantes universitários». O projeto da Universidade de Évora tem como objetivo principal a promoção do bem-estar psicológico, da saúde mental e da resiliência dos estudantes desta instituição, através da educação inter-pares, para a literacia em saúde psicológica e da promoção e disseminação de estratégias de regulação emocional.

Equipa de Psiquiatria Geriátrica da ULSBA finalista nos Prémios SNS

Zé LG, 12.10.23

20231009121444897.jpgA Equipa de Psiquiatria Geriátrica da ULSBA, do Departamento de Saúde Mental, coordenada pelo médico psiquiatra Vasco Nogueira, está entre os finalistas dos Prémios do Serviço Nacional de Saúde, na categoria "Colaboração Comunitária". A votação final será efetuada online pelos profissionais do SNS, através de formulário próprio disponível no site oficial da Direção Executiva do SNS, até dia 13 deste mês.

A articulação com as autarquias e o setor social tem permitido a prestação de cuidados diferenciados a uma população vulnerável, evitando a elevada utilização de recursos hospitalares, refere a explicação da candidatura que levou esta equipa a estar entre os projetos finalista dos Prémios.

Ver mais informação aqui.

EDIA apresenta “Alqueva Sustentável” na Agroglobal

Zé LG, 05.09.23

Regadio_800x800.jpgA EDIA marca presença, a partir de hoje, na Agroglobal 2023, em Santarém, com o Programa “Alqueva Sustentável”, que é “um instrumento para a promoção da sustentabilidade do setor primário da região, de cariz voluntário, que pretende ser uma porta de entrada para responder aos desafios que se colocam aos agricultores da região no caminho para a sustentabilidade das suas explorações agrícolas”.

“A Armação”, de Daniel Silvestre, em Residência Artística em Bruxelas

Zé LG, 29.08.23

Bruxelas.png

O projeto “A Armação”, de Daniel Silvestre, foi selecionado para a Residência Artística de Banda Desenhada em Bruxelas, promovida pelo Município de Beja – Bedeteca de Beja, em conjunto com a Embaixada de Portugal, o Centro de Língua Portuguesa e o Museu da BD de Bruxelas, onde decorre no mês de setembro.

“Escola de anciãos” quer recuperar tradições para criar empregos no Alentejo

Zé LG, 31.07.23

Anciãos.pngSaberes ancestrais e tradicionais do Alentejo estão a ser recuperados e transmitidos, juntamente com práticas sustentáveis, às novas gerações e à população em risco de exclusão social com vista à criação de emprego, devido a um novo projeto, que inclui visitas, formações, eventos e oficinas práticas, entre outras iniciativas, sendo “uma ação inovadora” no Alentejo, pois alia o envelhecimento ativo com a sustentabilidade e a circularidade da economia.

“Os mais velhos são convidados a partilhar o seu saber com as gerações mais novas para que estas, dotadas desse conhecimento, o possam desenvolver, adaptar à realidade e criar o seu próprio emprego”, explica a ADRAL.