Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

EMAS “está ao nível das melhores do país”

Zé LG, 21.10.23

emas.pngA EMAS assinalou 20 anos de existência e Rui Marreiros, presidente do Conselho de Administração, assegurou que a empresa é uma “referência nacional” e “está ao nível das melhores do país” e que se orgulha do trabalho desenvolvido e dos diferentes prémios que tem recebido nas mais diversas áreas, como as perdas de água, a transição digital, a telemetria e a sustentabilidade. Disse ainda que o futuro traz “grandes oportunidades”, porque “A questão da água e os desafios associados ao fornecimento de água para consumo humanos são cada vez maiores” e é grande a responsabilidade de ter “água em quantidade e qualidade” para as populações e para as empresas. Daqui e daqui.

Oito investigadores da Universidade de Évora entre os melhores do mundo

Zé LG, 20.10.23

size_850-1-696x457.jpgUm estudo desenvolvido pela Universidade de Stanford (EUA), que avaliou mais de 200 mil investigadores em ambas as listas, tendo considerado os valores de citações, de acordo com a base de dados online da SCOPUS, amplamente utilizada para efeitos científicos, coloca oito investigadores da Universidade de Évora, entre os mais relevantes do mundo.

Na lista “Carreira”, são destacados: António Ferreira Miguel, António Heitor Reis, Giuseppe Catalanotti, Manuel Collares Pereira, e Miguel Araújo.

Entre os investigadores mais importantes de 2022, estão indicados: Nuno Carlos Leitão, Soumodip Sarkar, Giuseppe Catalanotti, António Ferreira Miguel, Manuel Melo e Mota e Miguel Araújo.

Equipa de Psiquiatria da ULSBA vencedora dos Prémios do SNS

Zé LG, 17.10.23

Sem nome (55).pngA Equipa de Psiquiatria Geriátrica da ULSBA, coordenada pelo médico psiquiatra Vasco Nogueira, foi uma das vencedoras dos SNS Awards, na categoria Colaboração Comunitária. "Esta equipa iniciou em 2022, um projeto de intervenção comunitária que engloba, ações de formação para cuidadores informais em Juntas de Freguesia, formação de profissionais das ERPI (enfermagem, terapia ocupacional e serviço social), teleconsulta para ERPI e consulta Presencial, com deslocação da equipa clínica às ERPIs." Daqui e daqui.

Equipa de Psiquiatria Geriátrica da ULSBA finalista nos Prémios SNS

Zé LG, 12.10.23

20231009121444897.jpgA Equipa de Psiquiatria Geriátrica da ULSBA, do Departamento de Saúde Mental, coordenada pelo médico psiquiatra Vasco Nogueira, está entre os finalistas dos Prémios do Serviço Nacional de Saúde, na categoria "Colaboração Comunitária". A votação final será efetuada online pelos profissionais do SNS, através de formulário próprio disponível no site oficial da Direção Executiva do SNS, até dia 13 deste mês.

A articulação com as autarquias e o setor social tem permitido a prestação de cuidados diferenciados a uma população vulnerável, evitando a elevada utilização de recursos hospitalares, refere a explicação da candidatura que levou esta equipa a estar entre os projetos finalista dos Prémios.

Ver mais informação aqui.

“Diário do Alentejo” distinguido com Prémio de Jornalismo “Os Direitos da Criança em Notícia”

Zé LG, 05.10.23

347412041_6317976074961152_125166911842536703_n.pngO “Diário do Alentejo” foi distinguido com dois primeiros lugares, na categoria de “Imprensa Regional/on line”, na 9.ª edição do Prémio de Jornalismo “Os Direitos da Criança em Notícia”, atribuído anualmente pelo Fórum Sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens e patrocinado pela Sociedade Portuguesa de Autores. A distinção foi atribuída em ex-aequo às reportagens “bilingue – Escola de Referência para a Educação Bilingue do Distrito de Beja acompanha oito alunos com vários graus de surdez”, de Nélia Pedrosa, e “Quando a diferença não é ser diferente”, de Marco Monteiro Cândido. Este foi o primeiro ano em que a imprensa regional foi galardoada com o primeiro lugar. Daqui. 

Alvitro esta notícia, apesar de tardia, porque merece ser conhecida.

IPBeja com certificação de Ouro no programa "Healthy Campus"

Zé LG, 21.09.23

Sem nome (48).pngO IPBeja conquistou a certificação de Ouro no programa "Healthy Campus" (Campus Saudável) da Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU). "A certificação de Ouro representa o reconhecimento de que o IPBeja adota práticas e dinâmicas que promovem um estilo de vida saudável nas instalações do campus em diversas áreas, incluindo a gestão de um campus saudável, atividade física e desporto, serviços de alimentação, prevenção de doenças, saúde mental e social, comportamentos de risco e questões ambientais, sustentabilidade e responsabilidade social", frisa a instituição de ensino superior público da cidade, realçando que "A equipa de trabalho constituída para intervir nesta temática, tem desenvolvido um trabalho de implementação de ações, de forma a consolidar um ambiente propício à aprendizagem e à adoção de um estilo de vida saudável e sustentável".Daqui e daqui.