Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
25
Abr 18

1974-04-25 - comunicado PCP.jpg

publicado por Zé LG às 12:11
15
Abr 18

Em Beja é a palavra encontrada por muitos para descreverem o centro histórico da sua cidade.

30572097_1697840910308048_4107253379506372608_n.jp

No passado dia 28 de março comemorou-se o Dia Nacional dos Centros Históricos Portugueses. Com este pretexto o “Diário do Alentejo” falou com diversas entidades e protagonistas da vida quotidiana do centro histórico de Beja, com o objetivo de esboçar uma imagem desta área geográfica da cidade. Um retrato em tons de cinza.

Leia AQUI, toda esta excelente peça, com texto e foto de José Serrano, in: DIÁRIO DO ALENTEJO·TERÇA-FEIRA, 10 DE ABRIL DE 2018.

publicado por Zé LG às 10:46
tags: , , ,
14
Abr 18

"Ontem fui ao hospital de Beja devido a dores fortes no maxilar inferior. Ao fim de 2 horas de espera fui chamada para um médico me ver. Este começou por dizer que o hospital serve para tratar e não investigar e por isso só me iam dar remédios para as dores. Que belo serviço!!! Depois foi estar a soro e esperar. Eu que tinha chegado às 9.15 h eram 1 da manhã e nada de ser chamada. Fiquei desiludida e no dia seguinte voltaram as dores insuportáveis. É assim que funciona o nosso serviço de saúde no hospital de Beja, lamento."

Rosa Bon de SousaAQUI.

publicado por Zé LG às 00:10
11
Abr 18

Justiça.jpg

O Conselheiro Henriques Gaspar esteve na cidade para contactar de perto com a realidade da Comarca de Beja, para além da visita às instalações do Palácio da Justiça e do Juízo do Trabalho, participou também numa reunião com os juízes em funções na Comarca.
No final, o Conselheiro Henriques Gaspar afirmou que tem que ser vista como prioritária a situação do parque judiciário em Beja.
José Lúcio, juiz presidente da Comarca de Beja, também reconhece a necessidade de construção do novo Palácio da Justiça mas de acordo com as informações que tem as obras não deverão começar a breve prazo.

publicado por Zé LG às 08:49
07
Abr 18

Excursao-a-Lisboa-web.jpg

É já no próximo dia 10 de Maio – 5ª feira da Ascensão, a “Excursão” a Lisboa, organizada pelo Movimento Beja Merece +.

Uma “Excursão” de protesto contra a indiferença a que o Alentejo Litoral e fundamentalmente o Baixo Alentejo, têm sido votados pelos sucessivos Governos, pois a verdade é que independentemente da cor ou conjunto de cores, que vão ocupando o Palácio de São Bento, o nosso destino tem sido praticamente o mesmo.

Pressionem!

Os nossos autarcas precisam entender que a missão de um Presidente de Câmara, está ou deve estar, na proximidade dos seus eleitos e não do Governo. Apesar das negociações serem realizadas a vários níveis, um Presidente de Câmara terá sempre a sua dívida para com os seus eleitores (tenham ou não votado em si) e é para estes e em função do futuro destes que deve exercer a sua governação!

Basta de vassalos!

Leia AQUI todo o post de Luís Palminha, no seu Beja.Blog.

publicado por Zé LG às 17:53
06
Abr 18

Zé da Luz.jpg

O presidente da Associação de Agricultores do Campo Branco (AACB) defende que se deve começar a pensar na construção de duas novas barragens de média dimensão, uma no concelho de Castro Verde e outra em Almodôvar, que serviriam para "reforço do abastecimento público" e evitar que muita da água que corre nas ribeiras de Cobres e de Oeiras sem perdessem no mar.
"Acho que este é o tempo certo para se avançar com estes projectos. Aproxima-se um novo quadro comunitário de apoio e com certeza que existirá uma medida em que isso se poderia enquadrar", sublinha José da Luz Pereira.

publicado por Zé LG às 08:48
31
Mar 18

Mas a regionalização não é apenas um imperativo constitucional, é também, e principalmente, uma necessidade nacional de mais e melhor democracia, de mais e melhor administração pública, de mais racional e participada gestão dos recursos públicos.

Só assim se compreende que, passados mais de trinta anos e várias revisões, a regionalização continue inscrita na Constituição da República Portuguesa como um imperativo.

Só isso explica que os que tendo podido a não a concretizaram, não se tenham atrevido a propor a rua retirada da mãe de todas as leis. Preferem usá-la como arma de arremesso na luta partidária, quando tal lhes interessa…

Assim terminei a minha crónica, lida na Rádio terra Mãe, em 22.11.2007.

publicado por Zé LG às 19:42
30
Mar 18

014.JPG

Esperemos que esta revolução, que está a verificar-se nos campos da nossa região, produza os melhores resultados económicos e sociais e não provoque danos ambientais irreparáveis ou de difícil recuperação, a médio ou longo prazo, como aconteceu com a campanha do trigo há umas décadas atrás.

publicado por Zé LG às 15:58
28
Mar 18

Em entrevista concedida à Rádio Pax, Castro e Brito afirmou que espera que a Câmara de Beja “reflicta e estime” o Parque de Feiras e Exposições, onde são necessários mais “investimentos na promoção”, e que haja “bom senso” no estudo que está a fazer sobre o futuro da Expobeja, defendendo que o Parque deve ter uma gestão empresarial “segura”.

publicado por Zé LG às 22:31, há 10 anos, AQUI.

publicado por Zé LG às 23:47
26
Mar 18

Nuno-Faustino-768x512.jpg

O sector de produção de porco alentejano “continua em crescimento, apesar dos problemas que atravessa”, assegura Nuno Faustino, presidente da Associação de Criadores de Porco Alentejano (ACPA).

Em seu entender, é necessário mais investimento e mais indústrias para reduzir a dependência de Espanha. Neste momento mais de 90% do porco alentejano de montanheira é exportado para Espanha, onde é transformado, uma vez que em Portugal não existem unidades que dêem resposta. Neste quadro, a “mais-valia” da transformação da produção fica no país vizinho.

publicado por Zé LG às 12:43
21
Mar 18

29386682_1684806161596214_2367347838540578816_o.jp

O presidente Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), João Moura Reis, defendeu que “não se pode generalizar” a situação da Urgência do Hospital de Portalegre aos outros serviços, porque “as urgências são uma pequena parte do trabalho que é executado na ULSNA.

O administrador garantiu ainda que estão a trabalhar para “tentar superar todas as dificuldades”, dizendo que “pode demorar mais tempo, mas será encontrada uma solução”.

Sobrelotação e desvio de doentes urgentes para outros hospitais, bem como falta de camas e de médicos, são algumas das situações mais problemáticas que afetam desde há algum tempo o funcionamento da Urgência do hospital de Portalegre.

publicado por Zé LG às 00:02
20
Mar 18

pedro v.jpg

A falta de médicos e de outros quadros na área da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba) é de uma “pobreza franciscana”. Quem o afirma é o próprio presidente do Conselho Sub--regional de Beja da Ordem dos Médicos, numa entrevista onde identifica a troika dos problemas que afetam o setor na região. E cujos restantes elementos são a ausência de investimentos na saúde e a inexistência de uma visão estratégica regional. Pedro Vasconcelos diz que as carências nos serviços podem ser “tão caricatas”, como a falta de almofadas ou de papel higiénico, ou tão comprometedoras, como o facto de Beja continuar a ser o único distrito do País onde não existe um equipamento de ressonância magnética. E tudo isto se pode agravar caso se venha a plantar esse “eucalipto” a que chamam Hospital Central do Alentejo, em Évora.
Texto Paulo Barriga e Inês Patola Foto José Serrano

Ler AQUI.

publicado por Zé LG às 00:06
19
Mar 18

Parece-me importante perceber que a discussão da saúde na região tem duas velocidades, uma mais imediata dirigida à tentativa de resolução de problemas que existem e que ameaçam a continuidade dos cuidados de saúde à população da área de abrangência da ULSBA, em particular os hospitalares, e outra mais estrutural, mais profunda e destinada a obter ganhos em saúde a médio e longo prazo - é nesta última que se inclui uma maior atenção à prevenção...
A ação dos políticos locais, autarcas e deputados, deve fazer-se nos dois momentos e de uma maneira bem mais séria e mais esclarecida do que a atual. Foi verdadeiramente impressionante, e triste, a sua prestação, a falta de conhecimento, de preparação e, consequentemente, de alternativas e de ações reais sugeridas no debate de quinta feira. Todos sabemos que estão limitados na ação mas podem e devem fazer muito mais, podem e devem informar-se, caramba... É preciso mais, muito mais.
Do mesmo modo é preciso que a ARSAlentejo, na pessoa do seu presidente, não esteja tão "encolhido". Bem esteve a Conceição Margalha, a desempenhar com qualidade o papel que é o seu - o de Presidente de um Conselho de Administração de uma instituição com gravíssimos problemas, a não tapar o sol com a peneira. Obrigada, Conceição.

Ana Matos Pires a 18 de Março de 2018 às 11:06, AQUI.

 

 

publicado por Zé LG às 00:11
15
Mar 18

IMG_3934.JPG

Estiveram cerca de 50 pessoas no debate, que houve pouco porque o formato, com quatro painéis e dez convidados, não facilitou.

Algumas conclusões que tirei:

Não existe um projecto de serviço de saúde para a região, que atraia e motive os profissionais e mobilize e una as forças vivas e as populações na sua concretização.

Os autarcas e profissionais da Saúde receiam que a descentralização de competências para as autarquias contribua para agravar a situação e as assimetrias regionais.

A CIMBAL ainda não sabe quando vai indicar o seu representante no CA da ULSBA, não tendo esclarecido porquê, mas afirmando que o ia fazer.

Valoriza-se mais o tratamento do que a prevenção da doença, mais a doença do que o doente. Assim, não admira que a Urgência, construída para receber 40 mil doentes, receba 100 mil.

Há falta de médicos (apenas 67% dos lugares estão preenchidos e a sua contratação é dificultada e grande parte deles tem mais de 50 anos), de enfermeiros e de outros profissionais. A situação não é pior graças à dedicação dos profissionais.

Há falta de equipamentos, ou porque nunca existiram ou porque estão obsoletos.

A construção do Hospital Central em Évora não irá retirar valências ao de Beja, garantiu o presidente da ARSA, que acrescentou que este e outros se devem afirmar nalgumas valências.

O Prof. Machado Caetano, presidente do Conselho Consultivo, frisou a prioridade que deve ser dada à prevenção e que está a promover, com as escolas, um projecto de promoção da saúde.

No final, alguns quizeram deixar uma mensagem de esperança na melhoria do estado da saúde na região, que não é famoso mas também não é tão mau como alguns afirmam.

Qual a sua opinião?

publicado por Zé LG às 23:23
14
Mar 18

20875466_V9Otd.jpeg

Rotunda de Beja (estrada IP 8)

Um dos pontos de entrada ou passagem em Beja é a chamada “rotunda de Serpa”, que liga o IP8 à Rua Afonso III e Rua do Carmo Velho. Este local, mais parece um baldio, uma vez que não existe qualquer arranjo paisagístico ou monumental na rotunda, tornando esta entrada na cidade um local feio e sem qualquer motivo de interesse. Igualmente, no espaço envolvente, não existe qualquer arruamento ou ciclovia e a Ermida de São Pedro, que se situa a poucos metros da rotunda, encontra-se decadente.

publicado por Zé LG às 18:13
06
Mar 18

MRebelo-de-Sousa-768x512.jpg

Marcelo Rebelo de Sousa visitou ontem, a Base Aérea Nº 11 e, à margem desta visita, avançou que vai confirmar junto do Governo se o projeto de eletrificação da linha férrea Beja/Casa Branca está contemplado na “Estratégia Portugal 20/30”.

O Presidente da República esteve no distrito de Beja, onde visitou a Base Aérea 11 e as barragens de Odivelas e Roxo.

Marcelo Rebelo de Sousa mostrou-se preocupado com a situação em que se encontram as Albufeiras.

publicado por Zé LG às 08:48
06
Mar 18

Ao Proprietário/editor do Blogue e aos respectivos comentadores visados:
Felizmente a realidade não é igual nem à mentira nem às caluniosas e difamatórias acusações que aqui foram proferidas, absolutamente a despropósito! Pelo menos no meu caso!...
Considerando o aqui exposto apresentei queixas formais no MINISTÉRIO PÚBLICO para que possam os difamadores e caluniadores ter a oportunidade - com elementar e democrática justiça - de defender as suas acusações, comprovando o que aqui e noutros foruns foi afirmado sobre este assunto!
...
Não existe maior ofensa que a calúnia e a boataria. Porque sendo anónima e cobarde não nos deixa interlocutor para nos defendermos! Felizmente existe sistema judicial e nele terão a oportunidade de dar a cara e de provar o que afirmaram.
Jorge Barnabé a 5 de Março de 2018 às 22:04, AQUI.

publicado por Zé LG às 01:13
03
Mar 18

Inacreditável, o concurso para médicos hospitalares que acabaram a especialidade em 2017 saiu hoje em DR. Vagas para a ULSBA? Tcharãããã: Medicina Interna:1; Cirurgia: 1; Oftalmologia: 1; Obste/Ginec: 1; Pediatria: 1; Anestesia: 1: Fan-tás-ti-co. Isto é gozo, só pode.

Ana Matos Pires a 1 de Março de 2018 às 18:14, AQUI.

publicado por Zé LG às 01:03
01
Mar 18

009.JPG

O BE discutiu a situação atual dos “melhores solos do país, como os barros de Beja” e concluiu que é “insustentável”, devido à erosão, sobrecarga de pesticidas e fitofármacos que ameaçam a vida animal e vegetal, pelo que “apresentará iniciativas legislativas que visam estabelecer limites à proliferação de monoculturas intensivas, quanto à sua densidade, às áreas de manchas contínuas e ao respeito de corredores ecológicos que salvaguardem a biodiversidade.”

O BE considera que a EDIA tem de impor regras de diversificação cultural e proteção ambiental e que “é preciso deixar claro que o abastecimento de água às populações é prioritário face às monoculturas que poucos empregos criam e lucram milhões à força de trabalho escravo.”

publicado por Zé LG às 08:48
22
Fev 18

201802191117521134.png

Vítor Picado recordou que aquele projeto da CDU estava inserido numa estratégia de valorização daquela zona da cidade, com previsão de ligação à zona industrial e construção de uma passagem elevada. Neste contexto, Vítor Picado valoriza o termo desta fase da obra da Rua da Lavoura, mas pede “coragem e audácia” ao atual Executivo, liderado por Paulo Arsénio”, para terminar também, as outras fases previstas no projeto inicial, pensadas no âmbito duma estratégia mais vasta de promoção da atratividade para investidores e estímulo para a fixação de empresas na zona industrial, mediante a requalificação de acessos e ligações ao IP8.

Ler também AQUI.

publicado por Zé LG às 08:56
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O espírito de missão é voluntário e não se cria co...
Pois! Nesses tempos aceitava-se uma coisa obrigató...
O SMP foi iniciativa de um governo provisório, em ...
É fundamental um maior empenhamento das autarquias...
Para quando a inauguração da sua casa-museu?Alguém...
O principal problema de saúde e não só que deve gr...
És muito valente,mas se calhar só a coberto do ano...
Então. Ninguém aqui quer debater os graves problem...
Quanto ao relevante disse... nada.Então vamos lá:1...
Incompetência,incompetência...nada fazer nem nada ...
Para o inefável Adalberto, está tudo no melhor dos...
E quem é agora o administrador da Resialentejo? E ...
É uma tendência que se agravará ainda mais, pois o...
Será bom perguntar ao sr Arquiteto José Falcão e s...
Mais valia substituírem este deputado pelo profess...
blogs SAPO