Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
20
Dez 17

carlos-martins-secretario-estado.jpg

O Secretário de Estado do Ambiente Carlos Martins esteve numa visita à Barragem de Pego do Altar e de Vale do Gaio em Alcácer do Sal, no âmbito da visita da Comissão de Ambiente e Ordenamento do Território, na sequência das preocupações levantadas pela autarquia, pelos produtores de arroz da região, assim como da Associação de Regantes e Beneficiários do Vale do Sado e Associação dos Agricultores de Alcácer do Sal.

Perante os representantes daquelas instituições, que temem o colapso das culturas, e 11 deputados da Assembleia da República que integram a Comissão, o Secretário de Estado do Ambiente disse não ter solução milagrosa para a seca severa na Bacia Hidrográfica do Sado, garantindo porém avançar com a retirada de sedimentos das barragens que ocupam quase 15 a 20 por cento da sua capacidade natural, no início do próximo ano.

publicado por Zé LG às 12:43
18
Dez 17

24293982_1476722719030110_8675930937452616120_n.jp

A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja já concluiu os trabalhos de limpeza e higienização dos reservatórios de água sob sua gestão, realizados no âmbito do Plano Anual de Controlo Operacional.
De acordo com a empresa, foram limpos os reservatórios Conceição, Mata e Falcões (todos em Beja), assim como os de Cabeça Gorda, Nossa Senhora das Neves e Baleizão.
Estes trabalhos "são indispensáveis para a garantia da qualidade da água distribuída aos consumidores", acrescenta a EMAS.

publicado por Zé LG às 12:40
tags: ,
12
Dez 17

280420141255-245-REGADIODOALQUEVAIMAGEM.jpg

Estas jornadas, com início marcado, para as 10.00 horas, no auditório da EDIA, pretendem ser um fórum de divulgação de projectos de investigação em curso e os novos avanços técnicos das empresas, bem como perceber as necessidades dos produtores ao mesmo tempo que se proporciona um momento de contacto entre utilizadores, empresas e a investigação.
A EDIA afirma que agricultura de regadio é hoje uma actividade complexa que requer informação e ferramentas de apoio que permitam ao regante realizar a sua actividade de forma sustentável e que estas jornadas decorrem num contexto de constante inovação tecnológica e de alterações climáticas que afectam a produção agrícola.

publicado por Zé LG às 08:49
30
Nov 17

Na sequência das análises de rotina à qualidade da água, que o município realiza nos equipamentos de utilização pública, foi detetado um valor de legionella no balneário feminino do Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica do 2º e 3º Ciclo e Secundária de Ourique.

De imediato, o balneário foi encerrado e contactada a Autoridade de Saúde Pública, tendo-se procedido a mais averiguações que levaram ao desencadear de uma intervenção preventiva e adoção de mecanismos de desinfecção.

publicado por Zé LG às 00:12
27
Nov 17

003.JPG

Já dei conta aqui do que se tem passado com roturas na rede de água nesta rua (e noutros locais também). Acontecem quase todas as semanas. Vem a EMAS e remenda. De uma das vezes até tapou o buraco com alcatrão. Parecia que finalmente o problema estava resolvido de vez... mas, como sempre acontece, foi sol de pouca dura. E lá voltou a rotina, mais ou menos semanal, de rompe o cano, remenda a rotura...

 

Mudou a Câmara, mudou a Administração da EMAS e lá vieram reparar a rotura que tinha ficada das antigas. Pensei para mim: querem lá ver que fazem mesmo diferente e melhor. Enganei-me. Fizeram o que os outros faziam e a água continua a perder-se... e também nos pedem para não tomarmos banho nem limparmos a sanita tantas vezes para pouparmos água...

publicado por Zé LG às 08:43
10
Nov 17

EMAS-OBRA.jpg

A EMAS está a substituir um troço de colector de águas residuais junto à ciclovia da cidade, devido ao seu elevado estado de degradação. O colector em causa recebe grande parte das águas residuais da cidade.

Rui Marreiros, administrador executivo da EMAS, diz “que se trata de uma intervenção com alguma urgência” e que “Se esta intervenção não tivesse sido feita rápida e atempadamente poderíamos ter situações muito graves, com a drenagem de águas residuais da cidade”.

De acordo com a EMAS a substituição do colector de águas residuais estará concluída até ao final da semana.

publicado por Zé LG às 17:50
06
Nov 17

031120171013-542-EDIAagricultura.jpg

Durante esta primeira quinzena de Novembro, realiza-se um conjunto de sessões para apresentação do Modelo Participativo dos Perímetros de Rega de Alqueva aos agricultores dos perímetros de rega geridos pela EDIA.

No total foram convocados cerca de 6 mil agricultores abrangidos por estas infraestruturas. As sessões estão abertas a todos os agricultores e proprietários, e pretendem abordar, para além das informações gerais de apoio ao agricultor, também a avaliação de satisfação do serviço prestado pela EDIA e o novo tarifário da água.
A primeira sessão, realiza-se, hoje, às 11.00 horas, no auditório da EDIA, em Beja, à tarde, às 15.00 horas, em Ferreira do Alentejo.

Estas sessões surgem numa altura em que a campanha de rega se aproxima do fim, sendo possível desta forma fazer um balanço do serviço prestado aos agricultores.

publicado por Zé LG às 08:45
31
Out 17

logo.png

A empresa Águas Públicas do Alentejo (APdA) adjudicou uma empreitada no valor de 2,6 milhões de euros com o objectivo de reforçar o abastecimento de água aos concelhos de Barrancos, Mértola, Moura e Serpa.

Esta empreitada, com um prazo de execução de 450 dias, é financiada a 85% pelo POSEUR-Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos e vai reforçar a continuidade do serviço de abastecimento de água ao concelho de Serpa, estender o abastecimento a partir da ETA do Enxoé aos concelhos de Moura e de Barrancos e ainda reforçar a adução de água a Mértola.
A ligação à ETA do Enxoé, para além de assegurar o abastecimento de água em quantidade aos quatro municípios alentejanos, vai também permitir melhorar a qualidade da água distribuída às populações que são actualmente servidas por captações subterrâneas, pouco produtivas e com problemas de qualidade.

publicado por Zé LG às 12:48
31
Out 17

O programa Prós e Contras da RTP1, realizou-se, ontem à noite, em Reguengos de Monsaraz, em torno das questões da (falta de) água, despovoamento, desertificação e esquecimento do Alentejo, em particular, e do Interior, em geral. 

A moderadora Fátima de Campos Ferreira, revelou a sua habitual falta de capacidade de moderação, ao intervir excessivamente e ao cortar frequentemente a palavra aos intervenientes, não lhes permitindo concluir o que estão a dizer. Alguns dos intervenientes também não ajudaram, falando pelos cotovelos e revelando dificuldades em falar nas coisas concretas. Deu demasiado tempo de antena ao ministro da Agricultura, chegando a parecer um debate na AR sobre o estado da Nação...

Os representantes do movimento Beja Merece + estiveram bem, conseguindo mostrar ao país como Beja tem estado a ser votada ao ostracismo pelo poder central, designadamente através da não concretização ou conclusão das acessibilidades essenciais ao desenvolvimento e as tentativas que têm vindo a ser desenvolvidas para acabar com a ligação ferroviária a Lisboa. O presidente da Câmara de Beja foi pouco veemente no apoio aquelas posições do Movimento, optando mais por transmitir uma visão optimista do futuro da região.

Apesar de tudo, parece-me que resultou clara a necessidade de uma melhor gestão da água, um maior investimento no Interior, de forma a combater o despovoamento e a desertificação e a fixar as populações, e de melhorar as acessibilades a Beja.

 

publicado por Zé LG às 08:42
30
Out 17

210720171649-409-CatarinaMartins.jpg

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) esteve de visita a uma exploração, situada perto de Beja, onde uma empresa espanhola terá destruído uma ponte romana e quase duas dezenas de sítios arqueológicos assinalados no Plano Director Municipal para plantar 3 mil hectares de amendoal.
A líder do BE falou do Alqueva e da necessidade da água para “haver agricultura, emprego, desenvolvimento”, acrescentando que “o que estamos a assistir é que o terreno está todo a ser ocupado, nomeadamente o melhor terreno agrícola, por culturas intensivas”, que “não criam emprego propriamente na região, ... e têm tido danos a vários níveis, ambientais desde logo”.
Catarina Martins não tem dúvidas “que é preciso novas regras para o ordenamento dos nossos recursos hídricos, porque Portugal precisa de água, tem de a proteger, tem de a saber usar”.

publicado por Zé LG às 08:48
29
Out 17

578px_9c5c150911915325733449.png

A EMAS de Beja foi distinguida com o Selo de Qualidade exemplar de água para consumo humano, uma distinção relativa à prestação dos serviços de abastecimento público de água. A atribuição da entrega dos “Selos de Qualidade” irá decorrer no dia 8 de novembro, durante a 12.ª Expo Conferência da Água, que se realiza em Lisboa.
In: B NEWSLETTER | 27 de outubro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 00:33
22
Out 17

191020171546-731-SOMINCOR.jpg

Ler AQUI.

publicado por Zé LG às 00:07
11
Out 17

IMG_2710.JPG

 Estrada de Pisões (Perto do Penedo Gordo).

publicado por Zé LG às 17:45
10
Out 17

IMG_2716.JPG

A intromissão do regadio intensivo em áreas da rede de protecção e de valorização dos ecossistemas naturais constitui uma preocupação enorme, e que tem sido expressada por vários agentes da administração e das universidades!...E salvo melhor opinião, assiste-se de modo quase irreversível ao empobrecimento dos solos agrícolas de maior potencialidade, destruindo-se áreas vastas de montado de sobro e de azinho, e respectivos ecossistemas! Há muita coisa errada nesta quase ausência de planeamento e de ordenamento agrícola e territorial, e iremos muito em breve pagar a factura desse descontrolo! Hoje é quase um lugar comum, que os solos de culturas intensivas, ficam saturados em poucos anos, irreversivelmente contaminados, esqueléticos e improdutivos!...e isto não é pouco, nem menosprezável pelos agentes com responsabilidades sobre a área, em Portugal!...é olhar para os elementos cartográficos e comparar o resultado nos últimos anos, dessas práticas agrícolas...No terreno ainda é mais notório o efeito nocivo!...Muito haverá a dizer sobre o assunto, mas não faz sentido, assobiarmos para o lado e encolher os ombros!

Ecce homo a 9 de Outubro de 2017 às 09:31, AQUI.

publicado por Zé LG às 13:56
09
Out 17

027.JPG

No último dia do mês de Setembro e comparativamente ao último dia do mês anterior (Agosto) verificou-se uma descida no volume armazenado em todas as bacias hidrográficas.

De acordo com o Boletim de Armazenamento das Albufeiras, publicado pelo Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH), das 60 albufeiras monitorizadas, 3 apresentavam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 23 disponibilidades inferiores a 40% do volume total.

Na Bacia do Guadiana, 4 barragens estavam entre os 50 e os 80% e 5 abaixo dos 50% da sua reserva máxima de água. Alqueva estava a 71,2%.

Na Bacia do Sado as 10 albufeiras encontravam-se abaixo dos 50% da capacidade limite. O Roxo, que abastece Beja e Aljustrel, estava a 17,8% da sua capacidade limite.

Na Bacia do Mira uma barragem estava acima dos 80% e outra entre os 50 e os 80% do seu máximo.

publicado por Zé LG às 13:49
28
Set 17

IMG_3101.JPG

publicado por Zé LG às 20:37
28
Set 17

013.JPG

Já por várias vezes mostrei aqui fotografias desta rua e das sucessivas roturas registadas na rede de água. Esta é apenas mais uma que já dura há mais de uma semana. Quando é que será que intervêm para resolver este problema de vez, de forma a evitar tanta perda de água. Se mesmo em véspera de elições não reparam uma situação destas, bem podem falar em "obra feita", na "diferença que se vê" e apelar à poupança de água...

É nestas "pequenas coisas" que também se vê a "obra feita" e a "diferença", porque elas contribuem para a boa ou má qualidade de vida das populações.

publicado por Zé LG às 12:43
06
Set 17

logo.jpgA EPAL / AdVT (Águas do Vale do Tejo), juntamente com a Associação dos Beneficiários da Obra da Vigia e em articulação com o Município de Redondo, encontraram uma solução no sentido de minimizar os efeitos da seca sobre o sistema de abastecimento público que serve a região do Redondo.
A solução de engenharia encontrada foi concebida e executada com meios internos da EPAL/AdVT e compreende duas ligações e a utilização de uma conduta existente (da AdVT) de forma reversível, possibilitando a ligação da água proveniente da barragem do Alqueva diretamente à Estação Elevatória da Vigia, viabilizando o acesso a outra origem de água, de melhor qualidade e quantidade, solução que mereceu o imediato apoio da APA e demais entidades envolvidas.

publicado por Zé LG às 13:49
03
Set 17

578px_e59a81d2adf24d645358.JPG

Continuam a decorrer os trabalhos de pavimentação dos arruamentos do Bairro da Esperança. Esta intervenção visa a renovação da rede pública de água, saneamento e pluviais, bem como alguns arranjos exteriores e repavimentação.

In: B NEWSLETTER | 1 de setembro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 09:54
30
Ago 17

280820171837-351-Min.jpg

Foram assinados os autos de consignação do novo subsistema, que inclui o recurso à água da Albufeira da Magra (que integra a rede de Alqueva) e a construção de uma ETA, junto ao Reservatório do Estácio que contém uma reserva estratégica capaz de abastecer a cidade durante 15 dias.

João Rocha, presidente da Câmara Municipal de Beja, mostra-se feliz com um investimento que vai melhorar a qualidade da água no concelho.

O presidente da Águas de Portugal, João Nuno Mendes, referiu as vantagens de ligar pequenos sistemas a Alqueva. O mesmo responsável sublinha ainda a importância do cumprimento dos prazos destas obras de “larga escala”.

Joaquim Marques Ferreira, presidente da Águas Públicas do Alentejo, enumerou alguns dos investimentos já realizados e avançou que o Sistema Guadiana Sul vai avançar “a muito breve prazo”, abrangendo os concelhos de Serpa, Moura, Mértola e Barrancos.

O Secretário de Estado do Ambiente referiu que as intervenções vão atrair investimentos e “gente qualificada” para a região.

No total, os investimentos no concelho são de 11 milhões de euros. Na região, a Águas Públicas do Alentejo vai investir até 2020 180 milhões de euros.

Ler e ouvir também AQUI.

publicado por Zé LG às 09:19
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Mais que verdade, infelizmente! Uma feira sem cham...
Entretanto li um outro comentário, não sei de que ...
Onde está isso da "falta de fraldas"?
Assim não vale...vir para aqui gabar-se que no seu...
Puxa Drª até na falta de fraldas a Drª é "pioneira...
o Sr Deputado João Dias, que há poucos dias deixou...
Nova Tróia,ainda pior que a outra no hospital.
25 de ABRIL sempre! Excelente dia da Liberdade, Zé...
O governo de Adalberto e Centeno sacrificam o SNS ...
No hospital a palavra de ordem é não há no armazém...
Difícil é entender porque é que certos intelectuai...
Esse é o lema na ULSBA
O bom funcionário vive feliz e saudável, quando to...
às 11H00?
blogs SAPO