Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ministério Público arquiva processo contra Jornalistas Aníbal Fernandes e Paulo Barriga do Diário do Alentejo

040820131457-972-HospitalBeja5.jpgO Ministério Público de Ferreira do Alentejo determinou o arquivamento do inquérito resultante de uma queixa apresentada por Jorge Santos contra os jornalistas Aníbal Fernandes e Paulo Barriga, em que o ex-administrador da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba) lhes imputava a “prática de crime de difamação agravada”. Os artigos que deram origem a este processo incidiam “sobre o modo como os dinheiros públicos foram geridos na Ulsba, e concretamente se tais dinheiros foram utilizados para conceder regalias injustificadas aos seus administradores”. No despacho de arquivamento o procurador considerou que “as referidas peças noticiosas estão redigidas com objectividade, limitando-se a descrever factos, sem produzir juízos de valor” (in “DA”)
Os interessados podem ler aqui (pdf) o despacho de arquivamento.

Daqui, do Praça da República.

Excerto do despacho: " Pretender amordaçar a liberdade de informação em matérias de natureza tão sensível e importância tão superlativa, sob o pretexto de acomodar as queixas de sensibilidades mais apuradas dos visados, equivaleria a propiciar a criação de uma opacidade que apenas beneficiaria a tomada de decisões de interesse público muito duvidoso, como esta a que vimos fazendo menção".

“Colaborar faz toda a diferença”

govint.jpgO Fórum para a Governação Integrada (GovInt) promove ao longo de 2019 o Ano da Colaboração, uma iniciativa de âmbito nacional, que pretende mobilizar e inspirar a sociedade portuguesa para a relevância estratégica da colaboração.
A Câmara Municipal de Mértola está inscrita nesta iniciativa com projetos da área social onde é predominante a colaboração entre os parceiros sociais e foi convidada para estar presente no próximo dia 17, no âmbito do encontro “Colaborar faz toda a diferença”, que irá decorrer em Vila Nova de Gaia, para apresentar um desses projetos, a Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos de Mértola. Um projeto que prima pela colaboração entre 4 entidades do concelho, Câmara Municipal de Mértola, Santa Casa da Misericórdia da Mértola, Centro de Saúde de Mértola e Núcleo de Voluntariado de Mértola.

Quem vai eleger o terceiro deputado por Beja?

2019_ar_banner.jpgParecendo certo que os dois primeiros deputados à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Beja serão eleitos pelo PS e pela CDU, resta saber quem vai eleger o terceiro:

1 – Será que o PSD, ao arrepio de todas as previsões e tendências, ainda vai conseguir elegê-lo?

2 – Será que os resultados vão ser semelhantes aos das eleições para o Parlamento Europeu e vai ser o Bloco de Esquerda a elegê-lo, o que aconteceria pela primeira vez?

3 – Será que a CDU vai surpreender e recuperar a votação que já teve em tempos idos e será ela a elegê-lo?

Para quem não tem disciplina de voto, vai votar e não quer uma maioria do PS, esta é uma questão fundamental para determinar a utilidade do seu voto.

A sério, António Costa? Não é sério.

costa.jpg"Quem quer uma vitória do Partido Socialista só tem um voto a dar: é o voto no PS para dar força ao PS para continuar a mudança de política que iniciámos há quatro anos e que tem que seguir agora com mais vigor para podermos fazer ainda mais e ainda melhor", disse Costa, secretário-geral do PS, num comício em Beja.

"Quando olhamos [PS] para o que acontece no aeroporto de Beja só podemos mesmo dizer: é preciso fazer mais, é preciso fazer melhor, porque não nos conformamos com o que acontece no aeroporto de Beja", afirmou. “Já quando vemos o atraso no desenvolvimento dos acessos rodoviários aqui no distrito nós dizemos: é preciso fazer mais, é preciso fazer melhor, porque não nos conformamos com o estado em estão os acessos rodoviários ao distrito de Beja", disse António Costa. 

Lembrando que o Governo PS inscreveu "no plano nacional de infraestruturas que a eletrificação da ligação ferroviária entre Casa Branca e Beja seria entre 2021 e 2025", António Costa disse que a "ambição" do PS é de a "poder fazer em menos tempo, mas nunca, nunca mais atrasar essa obra, que já tarda há muito" em ser concretizada.

PAN e as incompreensões na sua avaliação

Tenho assistido a quase todos os debates do líder do PAN com os dos outros partidos e confesso a minha estupefação com a incompreensão manifestada relativamente ao que este partido representa.

image.jpg

Parece óbvio que ninguém acredita que o PAN vá governar o país, pelo menos já, pelo que criticá-lo ou atacá-lo por não ter um programa de governo representa um tiro ao lado.

O PAN, sem essa capacidade organizativa e governativa, constitui, por algumas propostas que apresenta, designadamente em termos ambientais, de saúde e defesa dos animais, uma alternativa diferenciadora de todas as outras e que obrigou a colocar no centro do debate político-eleitoral alguns temas, que sem a sua intervenção não teriam ganho essa centralidade.

Independentemente dos juízos de valor que se possam fazer às suas propostas, pelo que tenho assistido, julgo que o PAN é provavelmente o que mais beneficiou com estes debates e o que mais irá subir eleitoralmente, em termos relativos.

O debate entre André Silva, do PAN, e Assunção Cristas, do CDS-PP, foi, talvez, o mais esclarecedor das dificuldades que os partidos que têm estado no governo revelam em compreender o que se está a passar. E o CDS-PP poderá ser mesmo a principal vítima do previsível sucesso eleitoral do PAN.

Morreu o Prof. Pereira Guerreiro

Pereira Guerreiro.pngFrancisco Lopes Pereira Guerreiro, natural de Beja, com 85 anos, faleceu ontem. O funeral realiza-se hoje, às 15h30, das Casas Mortuárias para o Cemitério de Beja.

Conheci o Prof. Pereira Guerreiro em 1970, quando foi meu professor de História no antigo 5ª ano do Liceu. O nome comum serviu para nos aproximar e manter algumas conversas. Era um professor diferente da generalidade, pela sua maneira de ser e de lidar com os alunos.

Ainda há dias tinha estado a falar dele com um antigo colega, que me pôs ao corrente do seu estado de saúde e de onde se encontrava internado.

À família, designadamente à sua viúva D. Maria da Luz Vieira Marques, apresento os meus sentidos pêsames.

Convento do Espinheiro assina protocolo com Escola Profissional de Moura

hotel.jpgFoi assinado, durante a cerimónia da inauguração da Feira de Setembro, o protocolo de parceria entre o Convento do Espinheiro e a Escola Profissional de Moura.

A vice presidente da Sociedade de Promoção de Projectos Turísticos e Hoteleiros, gestora do Convento do Espinheiro, Filipa Oliveira, sublinhou a importância desta parceria. “… é importante saber que contamos com o apoio da Escola Profissional para os alunos fazerem o estágio no Hotel do Espinheiro”, adiantando que “nós temos o Hotel do Convento do Espinheiro em Évora e vamos ter também o Hotel do Convento do Carmo em Moura.”

Recordamos que o convento do Carmo em Moura vai dar lugar a um Hotel de 5 Estrelas, no âmbito do Programa REVIVE, um investimento de cerca de 6 milhões de euros que foi adjudicado à Sociedade Gestora do hotel Convento do Espinheiro em Évora.

Empresa inglesa vai reabrir a antiga Moura Fábrica Solar

fábrica.jpgPedro do Carmo, deputado e candidato do PS pelo círculo de Beja adiantou que "a empresa de investidores ingleses, depois de visitas às instalações da Moura Fábrica Solar e de reuniões efectuadas em Moura, onde mostraram o seu interesse para aproveitar o know-how dos trabalhadores qualificados e do espaço, deram agora entrada na CCDR Alentejo ao projecto de financiamento para poder avançar com a reabertura da fábrica.

Esta empresa internacional, de capitais ingleses, de produção de componentes na área da energia, quer instalar brevemente uma unidade de produção de sistemas de baterias em Moura.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds