Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Armando Varela demite-se dos pelouros na Câmara de Portalegre

Zé LG Zé LG, 10.07.19

820489d0825f583947b4446d7cf49a54_L.jpgArmando Varela, após apresentar a demissão dos cargos que ocupava na Fundação Robinson, demite-se também dos pelouros que ocupava na Câmara Municipal de Portalegre.

A inacção da Câmara Municipal de Portalegre relativamente à Fundação Robinson de que é o principal proprietário é para mim inexplicável. Este é o principal motivo que me levou a apresentar a minha demissão da administração desta Fundação.”, esclarece Armando Varela, que conclui afirmando que devolve à presidente da Câmara “as funções que me estavam distribuídas” e “assumo o estatuto de vereador eleito pelo Partido Social Democrata, na oposição.”

José Pires dos Reis bateu com a porta porque o PSD é conduzido “pelo interesse de ilustres militantes”

Zé LG Zé LG, 10.07.19

pires dos reis.jpgJosé Pires dos Reis, vice-presidente da concelhia de Beja do PSD e presidente da Comissão de Auditoria da Distrital de Beja do partido “laranja” bateu com a porta e deixou o partido descontente com a forma como foi gerido todo o processo de selecção dos candidatos às Legislativas de Outubro pelo círculo eleitoral de Beja. A distrital de Beja do PSD escolheu como cabeça-de-lista Inês Guerreiro. Rui Rio impôs Henrique Silvestre Ferreira.

José Pires dos Reis esclarece que nunca esteve interessado em integrar a lista às Legislativas, diz que “não está disponível” para estar num Partido que é conduzido “pelo interesse de ilustres militantes” e discorda do rumo que o PSD está a tomar, considerando que as “elites” não podem desrespeitar “as bases do Partido”.

Rui Rio escolhe Henrique Silvestre Ferreira para cabeça de lista do PSD

Zé LG Zé LG, 05.07.19

silvestre.jpgHenrique Silvestre Ferreira vai ser o cabeça-de-lista do PSD pelo círculo eleitoral de Beja às próximas eleições legislativas. Trata-se de uma escolha pessoal do presidente do partido, Rui Rio, que optou por não aceitar a proposta que havia sido avançada pela distrital de Beja, que havia proposto esta semana o nome de Maria Inês Guerreiro, antiga candidata à Câmara Municipal de Ourique.
Vencedor do prémio de melhor jovem agricultor em 2014, Henrique Silvestre Ferreira é filho do comendador António Silvestre Ferreira, proprietário de Vale da Rosa, a maior produtora nacional de uva de mesa.

PSD apresentou e aprovou recomendação ao Governo para valorização de ZPE na Margem Esquerda do Guadiana

Zé LG Zé LG, 17.05.19

Nilza-de-Sena-768x432.jpgO grupo parlamentar do PSD apresentou e aprovou uma recomendação ao Governo para que este elabore o plano de gestão da Zona de Protecção Especial (ZPE) dos concelhos de Moura, Mourão, Barrancos e Serpa, na estratégia do Turismo 2027, no prazo de um ano, que estabeleça as medidas e acções de conservação, visando a compatibilização da conservação dos valores naturais com as actividades praticadas no Sítio e na ZPE”.

Recomenda aiunda que “a estratégia do Turismo 2027, que consagra a natureza como activo estratégico, contenha mecanismos de combate à sazonalidade” e que sejam criadas “medidas especiais de apoio aos agricultores e às agroindústrias existentes e às que futuramente se venham a instalar neste território, para aproveitar e incrementar o potencial do Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva e a sua importância estratégica para o País”.

Nilza de Sena “preocupada” com poluição em Alvito e Fortes

Zé LG Zé LG, 24.04.19

Nilza-de-Sena-1-768x512.jpgA deputada do PSD, eleita por Beja, Nilza de Sena, questionou, em audição parlamentar, o ministro do Ambiente, sobre a poluição, que as populações de Alvito e Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, dizem sentir.

A população de Alvito vive aflita com a poluição da fábrica junto aos correios (olhe que não é bem essa a localização...), cujas águas saem já putrefactas para a Ribeira de Odivelas e com gases muito nocivos à saúde, constituindo mesmo um problema de saúde pública na região”, frisa Nilza de Sena, que  questionou o Ministro do Ambiente sobre esta matéria e exige que sejam tomadas medidas que solucionem o problema.

Nilza de Sena acusa Ministra da Saúde de “insensibilidade gritante”

Zé LG Zé LG, 03.04.19

Nilza-de-Sena-768x432.jpgA deputada do PSD eleita por Beja, Nilza de Sena, alertou para a falta de médicos, anestesistas, obstetras, ginecologistas, cardiologistas, urologistas, pediatras, cirurgiões e radiologistas, acrescentando que é “caricato” que tenham sido melhorados os equipamentos de radiologia e até imagiologia e não existam agora médicos para operar os mesmos.
Mostrando-se “indignada”, a deputada frisou, ainda, que “os tempos de espera para consulta assumem tempos incomportáveis”. Referindo-se ao exemplo da urologia, Nilza de Sena revelou que o “tempo máximo de resposta garantida” é de “278 dias” e que “aumentou 6% num ano!”. Terminou dizendo que “isto é de uma insensibilidade gritante”.

Marciano Lopes sugere criação de “pacto inter-partidário pelo Baixo Alentejo”

Zé LG Zé LG, 06.02.19

201902052225277581.jpgMarciano Lopes é um dos candidatos à presidência da Distrital de Beja do PSD e apresentou, ontem, o manifesto da lista com a qual se apresenta a votos no dia 16 deste mês. No documento é revelada a principal meta desta candidatura, que tem como número dois Luís Galrito, ou seja a de “reafirmar a dignidade da região”, baseada em oito medidas, entre elas um “pacto inter-partidário pelo Baixo Alentejo”. Leia e oiça também aqui.

 

Uma proposta audaz, pertinente e oportuna apresentada por um político sério e competente. Esperemos que os outros partidos não se fechem nos seus casulos e aceitem o desafio de trabalhar para a construção do maior denominador comum para a defesa de Beja e da região.

João Guerreiro diz que 2018 foi mais um ano perdido para a região e que as perspetivas para 2019 são as piores

Zé LG Zé LG, 20.12.18

psd.jpgJoão Guerreiro, presidente da Distrital de Beja do PSD, assegura que as coisas estão estagnadas em todas as áreas no que à região diz respeito, justificando assim, o facto de dizer que 2018 foi mais um ano perdido para o Baixo Alentejo e teme que em 2019 o cenário na região não se vá alterar, frisando “como é apanágio do PS”.