Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ALUNOS DA BENTO JESUS CARAÇA RECRIAM MANIFESTAÇÃO REALIZADA EM BEJA

Zé LG Zé LG, 24.04.18

Alunos da Escola Bento de Jesus Caraça vão recriar, hoje, uma manifestação que se realizou em Beja, no dia 27 de Abril de 1974, dois dias após a Revolução dos Cravos.201804232252441915.jpg

Esta iniciativa, agendada para as 10.00 horas, surge no âmbito das comemorações do 44.º aniversário do 25 de Abril e conta com a participação das três turmas do curso de Técnico de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Publicidade e das três turmas do curso de Técnico de Apoio à Infância, acompanhados pelo corpo docente da Escola.

CASTELO DE VIDE VAI TER CASA DA CIDADANIA SALGUEIRO MAIA

Zé LG Zé LG, 18.01.18

S Maia.jpg

O presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, António Pita anunciou hoje que a construção da Casa da Cidadania Salgueiro Maia, no castelo daquela vila, deverá arrancar em março deste ano. O concurso público para a obra já foi lançado pela Direção Regional da Cultura do Alentejo e prevê um investimento que ascende a um milhão de euros.

O prazo de execução da obra, que vai permitir também reabilitar algumas zonas do castelo, é de aproximadamente dois anos.

Salgueiro Maia, nascido e sepultado em Castelo de Vide, foi um dos capitães de abril que liderou as forças revolucionárias durante o 25 de Abril de 1974, que marcou o final da ditadura, em Portugal.

PCP REALIZA DEBATE SOBRE “A VERDADE E A MENTIRA NA REVOLUÇÃO DE ABRIL”

Zé LG Zé LG, 06.05.17

030520171641-900-LVAROCUNHAL.jpg

A Comissão Concelhia de Beja do PCP realiza hoje, em Beja, um debate aberto à participação do público em geral, sobre a obra de Álvaro Cunhal: “A verdade e a mentira na Revolução de Abril – a contrarrevolução confessa-se”.  

Este debate tem início marcado para as 15.00 horas, na Cafetaria da Casa da Cultura, em Beja e conta com a presença de Manuela Bernardino, membro da Comissão Central de Controlo do PCP.

DISCURSO DO ELEITO DO PBCT NA SESSÃO COMEMORATIVA DO 25 DE ABRIL

Zé LG Zé LG, 25.04.17

010.JPGMais um ano se passa sobre a gloriosa gesta de Abril de 1974 que tantas e tão profundas mudanças propiciou a um País e um Povo que se encontrava prisioneiro da mais duradoura ditadura que a Europa tinha conhecido.

Quase meio século que nos fez parar no tempo, sem esperança nem direção.

“Dão-nos um bolo que é a história
da nossa historia sem enredo
e não nos soa na memória
outra palavra que o medo”

Assim caracterizava Natália Correia a ditadura, num poema superiormente cantado por José Mário Branco.

Quarenta e três anos passados, a mudança é, felizmente, evidente.

Mudança visível na qualidade de vida alcançada (em 1970 mais de metade das habitações em Portugal não tinham água canalizada!), na saúde, na educação, na segurança social, no emprego…

Mas também, nos níveis de exigência!

Queremos cada vez mais e melhor, porque sentimos que a isso temos direito!

E, sobretudo, queremos generalizar esses direitos.

006.JPG

 

 

A MADRUGADA QUE NOS FEZ ACREDITAR QUE TÍNHAMOS O DESTINO DAS NOSSAS MÃOS

Zé LG Zé LG, 25.04.17

18312417_7iMg7.jpeg

Faz daqui a pouco (02h00) 43 anos que foi para o ar a canção "e depois do adeus", que serviu de senha para arranque do Movimento das Forças Armadas, que pôs fim a 48 anos de ditadura fascista e nos devolveu a LIBERDADE (veja-se a nota publicada no rodapé da primeira página do República). E com ela a capacidade de sonhar a um povo que vivera até então amordaçado, aprisionado, oprimido.

Foram tempos inolvidáveis que a minha geração teve oportunidade de vir.

25 DE ABRIL SEMPRE!

NÃO É JÁ TEMPO DE BEJA HOMENAGEAR OS FUNDADORES DO SEU PODER LOCAL DEMOCRÁTICO?!

Zé LG Zé LG, 12.12.16

FEPU 1 001.jpgHá 40 anos, precisamente neste dia, que se realizaram as primeiras eleições livres e democráticas para as autarquias locais. Em Beja ganhou a FEPU, cuja lista candidata à Câmara Municipal foi encabeçada por José da Silva Reis Colaço, que já fora escolhido para presidente da Comissão Administrativa, logo após o 25 de Abril. 

Decorridas quatro décadas, não é já tempo de Beja - em particular a Câmara Municipal -, de evocar esses homens e mulheres bons que, com uma dedicação e ligação às populações inigualáveis, souberam interpretar e priorizar as suas necessidades e, com os limitados recursos, conseguiram em meia dúzia de anos satisfazer as mais básicas, transformando radicalmente a qualidade de vida no concelho?!

Espero que a Câmara Municipal ou, se esta não tiver essa inciativa, a Assembleia Municipal promova umas comemorações dignas das quatro décadas de Poder Local Democtático, designadamente uma justa e merecida homenagem ao José Colaço e, através dele, a homenagem a todos os que participaram nessa gesta histórica.

 

PRESIDENTES DAS CÂMARAS MUNICIPAIS DO DISTRITO DE BEJA PÓS 25 DE ABRIL

Zé LG Zé LG, 06.12.16

Aljustrel

Presidente da Comissão Administrativa: António Alexandre Raposo, 1974-1976. Presidentes efetivos: António Alexandre Raposo, 1976-1989. António José Gonçalves Soares Godinho, 1989-2009. Nelson Domingos Brito, 2009-.

 

Almodôvar

Presidente da Comissão Administrativa: Carlos Dinis Morgadinho Gago, 1974-1976. Presidentes efetivos: Carlos Dinis Morgadinho Gago, 1976-1982. António Manuel do Carmo Saleiro, 1982-1995. Manuel Lopes Ribeiro, 1997-2001. António José Messias do Rosário Sebastião, 2001-2013. António Manuel Ascensão Mestre Bota, 2013-

 

Alvito

Presidente da Comissão Administrativa: Teófilo Casaca Sim-Sim, 1974-1976. Presidentes efetivos: Joaquim Augusto Pereira Cabanas, 1976-1979. António Virgílio Ramalhete Suspiro, 1979-1982. Armando Brito Figueiredo, 1982-1985. Francisco Manuel Godinho Trindade, 1985-1993. José António do Rosário Lopes Guerreiro, 1993-2001. 149 António Eduardo de Sousa Paiva, 2001-2005. João Paulo de Almeida Lança Trindade, 2005-2009. João Luís Batista Penetra, 2009-2013.António João Feio Valério, 2013-.

 

Barrancos

Presidente da Comissão Administrativa: José Domingos Gomes Escoval, 1974-1976. Presidentes efetivos: Carlos Caçador Durão, 1976-1982. António Semedo Guerra, 1982-1993. António Pica Tereno, 1993-2001. Nelson José Costa Berjano, 2001-2005. António Pica Tereno, 2005-.

 

Beja

Presidente da Comissão Administrativa: José Carlos da Silva Reis Colaço, 1974-1976.

Presidentes efetivos: José Carlos da Silva Reis Colaço, 1976-1982. José Manuel da Costa Carreira Marques, 1982-2005. Francisco Cruz Santos, 2005-2009. Jorge Pulido Valente, 2009-2013. João Manuel Rocha da Silva, 2013-.

 

Castro Verde

Presidente da Comissão Administrativa: Francisco de Lara Colaço Alegre, 1974-1976.

Presidentes efetivos: Fernando Sousa Caeiros, 1976-2009. Francisco José Caldeira Duarte, 2009-.

 

Cuba

Presidente da Comissão Administrativa: José Mira A. Prates, 1974-1976.

Presidentes efetivos: Francisco José Felgueiras Rodrigues, 1976-1982. António da Glória Capelo São Braz, 1982-1997. Francisco António Galinha Orelha, 1997-2013. João Manuel Casaca Português, 2013-.

 

Ferreira do Alentejo

Presidente da Comissão Administrativa: Francisco José Palha Gonçalves Lopes, 1974-1976.

Presidentes efetivos: José Luís Cara Nova Ameixa, 1976-1982. José João Lança Guerreiro, 1982-1993. Luís António Pita Ameixa, 1993-2005. Aníbal Sousa Reis Coelho da Costa, 2005-.

 

Mértola

Presidentes de Comissões Administrativas: António Manuel Serrão Martins, 1974-1976. Hélder Agostinho Felizardo, 1976-1976.

Presidentes efetivos: António Manuel Serrão Martins, 1976-1982. Fernando Ribeiro Rosa, 1982-1993. Manuel Paulo Ramos Neto, 1993-2001. Jorge Pulido Valente, 2001-2008. Jorge Paulo Colaço Rosa, 2008-.

 

Moura

Presidente da Comissão Administrativa: Armando Lopes de Almeida Manso, 1974-1976.

Presidentes efetivos: Armando Lopes de Almeida Manso, 1976-1978. Manuel Romana Ângelo, 1979-1985. António Luís da Costa Lamas de Oliveira, 1985-1989. José Simões Martins Duarte, 1989-1993. Manuel António Vitorino Mestre, 1993-1997. José Maria Prazeres Pós-de-Mina, 1999-2013. Santiago Augusto Ferreira Macias, 2013-.

 

Odemira

Presidentes de Comissões Administrativas: António Gonçalves Gama, 1974-1976. Guilherme Aurélio Rebocho, 1976-1976.

Presidentes efetivos: Justino Augusto Baptista Abreu dos Santos, 1976-1993. Cláudio José dos Santos Percheiro, 1993-1997. António Manuel Camilo Coelho, 1997-2009. José Alberto Candeias Guerreiro, 2009-.

 

Ourique

Presidente da Comissão Administrativa: Ramiro Nobre Sobral de Vilhena, 1974-1976.

Presidentes efetivos: Ramiro Nobre Sobral de Vilhena, 1976-1982. Francisco José Felgueiras Rodrigues, 1982-1985. 155 António Afonso Nobre Semedo, 1985-1989. José Filipe Nogueira Estevens, 1989-1993. José Raul Guerreiro Mendes dos Santos, 1993-2005. Pedro Nuno Raposo Prazeres do Carmo, 2005-2015. Marcelo David Coelho Guerreiro, 2015-.

 

Serpa

Presidentes de Comissões Administrativas: Joaquim José Acabado Janeiro, 1974-1975. Sátiro da Costa Louzeiro, 1975-1976.

Presidentes efetivos: Sátiro da Costa Louzeiro, 1976-1979. João Manuel Rocha da Silva, 1979-2012. Tomé Alexandre Martins Pires, 2012-.

 

Vidigueira

Presidente da Comissão Administrativa: Carlos Jorge Labego Pinto Góis, 1974-1976.

Presidentes efetivos: Manuel Trindade Reis, 1976-1979. Carlos Jorge Labego Pinto Góis, 1979-2001. António Rodrigues Mendonça, 2001-2005. Manuel Luís da Rosa Narra, 2005-.

 

Com base neste trabalho, completado com outras informações mais recentes.

 

ALVITO É UM CASO QUE MERECE SER ESTUDADO

Zé LG Zé LG, 02.05.16

13055454_970527453030474_607714545523169530_n.jpg

A Câmara Municipal de Alvito já teve nove presidentes eleitos: Joaquim Cabanas (PS), António Suspiro (CDU), António Figueiredo (CDU), Francisco Trindade (PSD/PS e PSD), Lopes Guerreiro (CDU), António Paiva (PS), João Paulo Trindade (Independente), João Penetra (CDU) e António João Valério (CDU). Destes, apenas António Suspiro e Lopes Guerreiro (na 2ª candidatura) alcançaram a maioria absoluta e apenas Francisco Trindade e Lopes Guerreiro foram reeleitos.  

13096253_970527286363824_5063976155500008944_n.jpg

No passado dia 24 de Abril, integrado nas comemorações do 25 de Abril e dos 40 anos da aprovação da Constituição da República e das primeiras eleições autárquicas, o presidente da Câmara Municipal convidou todos os ex-presidentes para uma tertúlia sobre as autarquias no Concelho. Dos vivos - já faleceram António Figueiredo e António Paiva -, apenas faltou o primeiro, Joaquim Cabanas. 

A tertúlia, que contou com casa cheia (meia centena de pessoas), decorreu de forma muito animada e participada, quer pelos autarcas quer pela assistência. Foi uma bonita iniciativa, que todos saudaram e destacaram o facto do concelho ter uma história autárquica democrática que merece ser estudada, por ser um caso único em Portugal. Que a presença de todos - com uma única excepção -, nesta tertúlia reforçou.

PR ANUNCIOU CONDECORAÇÃO PÓSTUMA A SALGUEIRO MAIA

Zé LG Zé LG, 25.04.16

marcelo_homenageia_salgueiro_maia_paulo_cunha_lusaMarcelo Rebelo de Sousa considera que capitão de Abril foi "um homem que soube representar a serena coragem de um povo".

O Presidente da República anunciou esta segunda-feira, em Santarém, que vai condecorar Fernando Salgueiro Maia com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique no próximo dia 1 de Julho, quando o "capitão de Abril" faria 72 anos.

Marcelo Rebelo de Sousa prestou homenagem a Salgueiro Maia na sua "terra adoptiva" e de onde, na madrugada de 25 de Abril de 1974, partiu da Escola Prática de Cavalaria à frente de uma coluna militar que teve papel fulcral no derrube do regime do Estado Novo.