Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
11
Fev 09

 

«…

No meio desta confusão surge uma voz moderada e corajosa: Lopes Guerreiro, …

 

A atitude não me surpreende. Do que lhe reconheço Lopes Guerreiro é um homem de valores, com princípios e pensamento próprio. A sua coragem de dizer as coisas, mesmo quando são incómodas para o seu partido, nasce de uma vontade de construir em vez de destruir. E é de registar estas declarações e o sentido de verdade que Lopes Guerreiro trás à política. Dirão alguns: só o beneficia! Também, mas o facto é que nos beneficia a todos, sobretudo uma classe política desacreditada.

 

E numa altura em que é fácil dizer mal dos outros, desvalorizar os que pensam diferente dos colectivos, de criticar por rótulo partidário as pessoas, parece-me justo elogiar Lopes Guerreiro e agradecer-lhe este esclarecimento incómodo. Seria bom que o PCP o soubesse fazer também. Reconhecendo os seus erros e valorizando os seus quadros de extraordinária competência ética e intelectual.»

 

In: Blogue Código Alentejano, de Jorge Barnabé

 

 

 

publicado por Zé LG às 23:54
concordo plenamente com o artigo, ou não fosse ele [LG] natural da minha terra...
enoiro a 12 de Fevereiro de 2009 às 09:58
LG - Isto da coerência e frontalidade tem as suas porras, e EXCEPÇÕES. Porque será?
Como nem tudo são rosas aí fica a cópia do comentário que fiz no Blog do Jorge Barnabé, cuja existência soube através desta postagem ;
Eu também admiro muito o Lopes Guerreiro e farto-me de recomendar o seu /nosso ALVITRANDO,mas há uma situação em que ainda não vi a habitual frontalidade do Lopes Guerreiro funcionar. Em tempo algum criticou a eternização no poder local, do seu amigo de estimação Caeiros, queimando tudo à sua volta. Mais as batatas quentes que cá deixou antes de sair pela porta pequena, ainda não lhe mereceram uma única citação menos favorável. Estou a lembrar-me da maior acção de propaganda para a venda de ilusões jamais realizada em Castro Verde.O tal grande projecto da Cavandela de 500 milhões de euros, e que até há pouco, constituia uma das principais apostas do munícipio ( SUBLINHO APOSTA DO MUNÍCIPO ) para recuperar os 12.000 habitantes, que já teve na década de 50 do século passado, a constantetemente adiada ZAE, com mentiras à mistura sobre a compra de terrenos, etc, etc,etc... E MAIS ALGUMAS ONDE SE REBENTOU COM 8 MILHÕES DE EUROS DE DERRAMA COBRADAS ATÉ FINAIS DE 2007. A DERRAMA COBRADA EM 2008 QUE FOI DE 4,8 MILHÕES, AINDA NÃO FOI GASTA, ESTAVA EM SALDO NO FINAL DO ANO DE 2008, E SERÁ INVESTIDA AGORA PELO NOVO PRESIDENTE.
Esperemos que seja mesmo bom investimento!
Será que ele já falou com seu amigo, olhos nos olhos sobre estas matérias?
É que se o fez não teve a frontalidade de partilhar connosco, o que seria um acto de grande coerência e grande frontalidade.
Fico à espera, mais vale tarde do que nunca...

Manuel Antonio Domingos a 12 de Fevereiro de 2009 às 14:11
@ LG: Agradeço referência ao artigo e ao blogue. E acredite que escrevi o que penso, de outra forma não o faria.

Abraço
Jorge Barnabé a 12 de Fevereiro de 2009 às 20:27
Grande Manuel António. Isso é que é falar Verdade. Pena que em Castro Verde o autismo de quem segue Caeiros não te ouça. Enfim, lá virá o dia em que reconheçam isso tudo e que o mito se esfumace.
José Rodrigues a 12 de Fevereiro de 2009 às 22:56
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Reivindicar mais é simples. Mas exigir melhor util...
Papel higiénico nas casas de banho para profission...
Assim se demonstra como um contraditório bem funda...
Subsídio de aspeto agradável, para quem precise.
Batas mais decotadas e de bainha curta...
Fluoxetina ao pequeno-almoço, antidepressivos em s...
No balcão do refeitório vai haver pratinhos com “p...
Em três palavras: pressão, desgaste e desmotivação...
O meu colega Pedro Moura, responsável pelo projto,...
A situação nacional nas instituições de Saúde está...
Então divulgue o diagnóstico da situação atual. Su...
Falar do que se não sabe e antes de nos informarmo...
Quem conheceu o que era o Hospital e em que se tra...
basta falar com os colaboradores e pedir opinião a...
Ao contrário das outras reivindicações, que são be...
blogs SAPO