Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
07
Fev 09

Na abertura da VI Convenção Nacional do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã lembrou as palavras de Sócrates antes de ser eleito primeiro-ministro, há 4 anos. Nessa altura, José Sócrates criticava a Direita pelos 7,1% de taxa de desemprego, considerando-a “a marca de uma governação falhada”. Mas hoje, “há mais 100 mil desempregados do que essa marca e este ano podemos chegar aos 10% de taxa de desemprego”.

Após criticar a fúria privatizadora do governo, que quer fazer negócio com todos os bens públicos – não escapando mesmo os monumentos nacionais que até já podem ser concessionados – Louçã avançou para duas propostas concretas para combater o desemprego e o abuso: proibir os despedimentos nas empresas que têm lucros e impedir as empresas que tiveram benefícios, subsídios ou isenções do Estado, de usarem o dinheiro público para pagar dividendos aos seus accionistas.

publicado por Zé LG às 23:53
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Mais que verdade, infelizmente! Uma feira sem cham...
Entretanto li um outro comentário, não sei de que ...
Onde está isso da "falta de fraldas"?
Assim não vale...vir para aqui gabar-se que no seu...
Puxa Drª até na falta de fraldas a Drª é "pioneira...
o Sr Deputado João Dias, que há poucos dias deixou...
Nova Tróia,ainda pior que a outra no hospital.
25 de ABRIL sempre! Excelente dia da Liberdade, Zé...
O governo de Adalberto e Centeno sacrificam o SNS ...
No hospital a palavra de ordem é não há no armazém...
Difícil é entender porque é que certos intelectuai...
Esse é o lema na ULSBA
O bom funcionário vive feliz e saudável, quando to...
às 11H00?
blogs SAPO