Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Uma jornada heróica

No dia 18 de Janeiro de 1934, a classe operária e o povo da Marinha Grande tomaram o poder na vila. Nas primeiras horas da madrugada, a estação dos Correios e o posto da GNR foram ocupados e os acessos cortados. A bandeira vermelha ondulou na vila vidreira e foi decretado o soviete. Mas, ao contrário do que esperavam os organizadores do levantamento, o gesto não se repetiu no resto do País e o movimento foi facilmente esmagado pela repressão fascista. Apesar de vencida, a revolta dos operários marinhenses permanece como um exaltante exemplo de heroísmo da classe operária portuguesa, que permanece até aos nossos dias.

 

Hoje para assinalar o 75.º aniversário essa jornada histórica, o Partido Comunista Português realiza hoje um comício em que participam Jerónimo de Sousa e Joaquim Gomes.

 

2 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Até parece que o anónimo das 20:46 conhece a situa...

  • Anónimo

    No máximo dentro de cinco anos, a ULSBA será apena...

  • Anónimo

    Gerida por incompetentes, a ULSBA vai a caminho da...

  • Anónimo

    Naturalmente porque tem condições de dar resposta ...

  • Anónimo

    Um comentário de quem não é gestor e quem não sabe...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.