Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Mário Simões quer pôr Alvito no mapa

20050708103846.jpg

Foram poucos os que se deslocaram à Praça da República para conhecer o candidato PSD à Câmara Municipal de Alvito. As cadeiras brancas colocadas na praça foram ocupadas pelas caras do costume. Nos bancos laterais, populares assistiram ao "espectáculo" e ao "primeiro passo de um caminho diferente". Mário Simões é candidato a "colocar Alvito no mapa".
No "primeiro acto político de um projecto alternativo", prometeu a criação de um centro de artes em Alvito; de um parque desportivo e de uma creche e jardim de infância, em Vila Nova da Baronia; melhorar as condições do mercado municipal de Alvito; um apoio domiciliário mais capaz e generalizado; a permanência de um vereador em Vila Nova da Baronia; a criação de um serviço social telefónico com o nome de "Alvito 24 horas", a reinstituição do Prémio Literário Raul de Carvalho, poeta alvitense, "incompreensivelmente ostracizado".
O concelho de Alvito "está parado e precisa urgentemente de se modernizar e apostar em outros equipamentos" que possam ser "rentabilizados". Desta estratégia faz parte a criação de condições para que o complexo desportivo possa receber em estágios equipas de futebol e outros atletas de alta competição. Na área social, aposta no apoio à conciliação da vida profissional com a familiar e à construção de uma creche/jardim de infância em Vila Nova da Baronia. Para "melhor rentabilizar o espaço", o candidato enceta contactos com a Emergência Infantil, em Faro, no sentido do estabelecimento de um pólo de retaguarda deste serviço naquela freguesia.

Mário Nélson Vaz Simões foi, em 2001, o candidato PSD por Serpa. Com 34 anos, é o único membro da distrital PSD de Beja a pertencer ao conselho nacional.
O mandatário da candidatura é Ângelo Correia, militante histórico do PSD e considerado um dos "barões" do partido que, por "motivos de agenda", não esteve em Alvito.
O presidente da comissão de honra da candidatura laranja é Virgílio da Palma Fialho, natural de Alvito.
Retirado do Diário do Alentejo.

MÁRIO SIMÕES APRESENTOU AS PRIMEIRAS PROPOSTAS. AGUARDA-SE AGORA QUE OS OUTROS CANDIDATOS FAÇAM O MESMOE QUE SE INICIE O DEBATE.





15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ainda há por aqui companheiros que não entenderam ...

  • Joao

    Os comunas de Cuba vêm busca los a Beja, será que...

  • Joao

    Ainda não passou ??

  • Ana Matos Pires

    Excelente sessão no Centro UNESCO, à inauguração d...

  • Anónimo

    Sim, veremos como os deputados se portam nesta mat...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.