Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
20
Mar 06

Numa entrevista a vários órgãos de comunicação social franceses, a propósito dos três anos da intervenção militar, Durão Barroso disse que, quando tomou a decisão, em 2003, se baseou em documentos que atestavam a presença de armas de destruição em massa no Iraque mas que essas informações não foram devidamente confirmadas.
in SIC

Foi enganado ou prestou um serviço ao seu amigo Bush?
Se as "coisas" não estivessem a correr tão mal seria que alguma vez reconhecia o erro?
Porque tenta ainda justificar a decisão em nome da união da Europa?
publicado por Zé LG às 22:54
E estamos nós, portugueses, a apoiar estes assassinos? Que demcracia podre é esta? Porquê? Para lhes sacarmos todas as ríquezas? Depois admiram-se dos atentados terroristas... Terroristas somos nós.Tóino
</a>
(mailto:tóino@hotmail.com)
Anónimo a 25 de Março de 2006 às 10:37
http://www.voltairenet.org/article136851.html


A verdade sobre um ERRO assumido!!Joroca
</a>
(mailto:joroca@walla.com)
Anónimo a 23 de Março de 2006 às 15:44
Manuel Serra: Onde é que vê a "mudança radical" que se terá operado em mim? O que escrevi, o que disse, o que fiz que lhe permita concluir que, hoje, defendo os "erros praticados (crimes hediondos), mas nunca assumidos por dirigentes da ex-URSS" ?!! LG
(http://alvitrando.blogs.sapo.pt)
(mailto:jlopesguerreiro@sapo.pt)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 21:40
Bem, já percebi que não gostam que se fale dos erros do comunismo. Então tomemos o exemplo do povo alemão, que legitimou, através de eleições, a subida ao poder de Hitler. Obviamente que reconheceram que erraram. E emendaram o caminho, não repetindo erros ou, melhor ainda, prevendo na Lei Fundamental da RFA ferramentas que evitem novos erros. Para se chegar aqui, foi preciso lutar pela Democracia e hoje a RFA é uma Democracia que tem dos melhores mecanismos constitucionais que a protegem, quer da tentação ariana quer dos extremismos do tipo Baader-Meinhof! Caso não tivessem feito esse reconhecimento dos erros cometidos, talvez a Europa fosse hoje uma oligarquia comandada pelas forças que ocuparam Berlim em 1945. Pergunto: do lado de lá da cortina, quantos já o fizeram? A grande maioria, mas haverá sempre cancros como Lukashenko para nos fazer lembrar o que é, de facto, o socialismo como caminho para o comunismo.
LG, não percebi o comentário e a observação ao meu comentário, mas também não é relevante.nikonman
(http://www.pracadarepublica.weblog.com.pt)
(mailto:joao.espinho@netvisao.pt)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 18:53
Pensava eu que Lopes Guerreiro era um Renovador do PCP e que lutava para dar uma volta aos erros praticados (crimes hediondos), mas nunca assumidos, por dirigentes da ex-URSS. Tinha-o e considerava-o por isso, principalmente após o último congresso do PCP. O que é que se passou desde então, e porquê esta mudança radical?Manuel Serra
(http://Manuel Serra)
(mailto:manuelserra@hotmail.com)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 18:44
O Gato assanhado... essas coisas dos Gatos é na Cuba e o Gato de certeza que apoiará o LG, pelo menos neste post!! Caro nikonman (o nome diz tudo!!) deixe de ser rídiculo... nem lhe vou responder e acredite que não é por falta de argumentos!!!Joroca
</a>
(mailto:joroca@walla.com)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 16:35
JlopesGuerreiro, você é a maior peste que vive neste concelho. O nosso ódio por si é atroz!!!!!!!!!! Faça-nos um favor e vá-se embora. JÁ!!!Gato Assanhado
</a>
(mailto:arranhoemordo@sapo.pt)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 14:38
Justificar um erro com outros erros, caro nikonman, não é lá muito correcto. Não é por falta de reconhecimento de erros por parte de antigos líderes pretensamente comunistas (eles auto-intitulavam-se socialistas: URSS=União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), que não devemos reconhecer que erramos. O socialismo era o caminho para o comunismo, onde, em caso extremo, como foi o caso a ex-União Soviética, a sociedade não era compatível com individualidade (não é a mesma coisa que individualismo). O que é interessante é que muitos dos imigrantes desses novos países de leste referem que actualmente a situação está muito pior do que antes no país de que são originários, pois não existe qualquer tipo de ordem democrática e toda a gente que tem poder faz o que bem lhe apetece (máfias, oficiais corruptos que vendem submarinos e armas nucleares, etc...).
É muito interessante reconhecer que erramos, depois dos nossos erros terem provocado milhares de mortos e acordado o fantasma do terrorismo. Finalmente, começámos a reconhecer que somos tão hipócritas como os assassinos que ajudámos a nascer (O Saddam Hussein e o Bin Laden foram criados pelos EUA). Estou desconfiado que quando a guerra civil no Iraque for ainda mais grave do que é agora vamos fazer o mesmo que fizémos quando descolonizámos Angola: deixamo-los a matarem-se uns aos outros porque já lhes extorquimos todas as riquezas e aproveitamos ainda para lhes vendermos umas armas para se matarem mais depressa. Depois culpamos os "malvados" dos islâmicos porque mataram uns quantos inocentes ocidentais e israelitas em ataques terroristas. Se calhar, deviamos começar a pensar na forma como vamos intervir nos outros países, tendo em consideração a sua cultura e as suas vicissitudes históricas e políticas, de forma a evitarmos guerras civis, atentados terroristas e ajudarmos efectivamente esses países a desenvolverem-se em liberdade e democracia. Até agora só lhes temos levado libertinagem e guerra. Acha que se nos fizessem o mesmo nós iríamos gostar e bater palmas? Onde estavam os EUA quando Timor foi invadido? Onde estavam as potências ocidentais quando foram massacrados centenas de milhar de timorenses e ruandeses? Porque é que Timor Lorosae só se tornou independente quando se descobriu a existência de uma gigantesca mancha de petróleo no mar de Timor? Porque é que as grandes potências mundiais se esqueceram do papel que os timorenses tiveram na 2ª Guerra Mundial, quando combateram os Japoneses no momento em que estes se preparavam para invadir a Austrália? Porque é que ninguém interveio nas guerras civis de Angola e Moçambique para que estas terminassem e estes países pudessem desenvolver-se. Acusamos agora os regimes comunistas quando as potências ocidentais só têm feito porcaria nos conflitos políticos onde têm intervido? Lembro-lhe o conflito dos balcãs, onde deixámos uma cidade ser massacrada, quando o podíamos ter evitado. Será que estes milhares de mortos que surgem porque fechamos os olhos e viramos as costas, justificam que fiquemos orgulhosos? Mais vale reconhecer tarde do que nunca, mas eu preferia que nunca tivéssemos errado, pois assim não tinhamos provocado tamanhos sofrimentos a pessoas inocentes e não teríamos de pedir desculpa.Tóino
</a>
(mailto:Tóino@hotmail.com)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 11:29
A tua reacção é sempre a mesma: "Sim mas" ou "Tá bem, nós não prestamos mas vocês também não". Não achas que estás a ter a atitude que criticas nos outros? LG
(http://alvitrando.blogs.sapo.pt)
(mailto:jlopesguerreiro@sapo.pt)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 11:06
Bem, o DB ainda reconhece que se enganou. É uma virtude. Gostaria de ver os dirigentes dos estados satélites da ex-União Soviética reconhecer os crimes praticados em nome de uma sociedade mais justa e socialista. Isso é que é mais difícil, não é Lopes Guerreiro?nikonman
(http://www.pracadarepublica.weblog.com.pt/)
(mailto:joao.espinho@netvisao.pt)
Anónimo a 21 de Março de 2006 às 10:38
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
19
28
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Afinal a máquina que o Rocha adquiriu já está a fa...
Tens razão João, agora é mais Flamingos...
Podias era responder às questões que se colocam e ...
Bares de "Flamengo"? Asneira, pois claro.
https://entreasbrumasdamemoria.blogspot.com/2018/0...
Porra até que enfim! Ainda falta a marcação no pav...
Ena tanta gente preocupada que Beja venha a ser no...
É só fumaça.
Desculpe?? Debater com seriedade??Chamando aos out...
Falta assumirmos nós uma atitude pedagógica.
Só há problema quando há teimosa tenacidade “cultu...
Badamerda com o Hitler. E não tenho duvida alguma ...
Infelizmente... Beja sem ciganos já não vai ser po...
Ciganos? Já se pode discutir ciganos sem tabús? E ...
Hi Hitler !!!
blogs SAPO