Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Tudo isto porque Alvito também é comigo!

Zé LG, 08.08.08

Num estado de direito o ónus da prova cabe a quem acusa e os acusados presumem-se inocentes até prova em contrário.

Toda a gente com experiência de administração pública sabe que é praticamente impossível nunca praticar irregularidades ou ilegalidades.

O que importa apurar, em minha opinião, é se a irregularidade ou ilegalidade foi praticada em proveito próprio ou de alguém próximo ou com quem se mantem qualquer relação ou se foi para ultrapassar bloqueios e resolver problemas no interesse público ou da comunidade.

Importa ainda referir que muitas decisões dos políticos são fundamentadas em pareceres técnicos da responsabilidade dos respectivos serviços.

Com estas considerações pretendo apenas fazer o enquadramento de alguns assuntos que aqui são trazidos.

Por vezes, são feitas denúncias (quase sempre por anónimos) de faltas graves que estarão a ser cometidas pela administração pública, como esta semana aconteceu aqui, com a denúncia de favoritismo e corrupção em reclassificações e promoções de pessoal e na adjudicação de obras e fornecimentos na Câmara Municipal de Alvito, por parte do Executivo do MI.

Entretanto, e apesar do que disse no início, importa lembrar que, muitas vezes, em política "o que parece é", pelo que será de todo o interesse que o Executivo Municipal e o MI apresentem publicamente as suas versões dos casos denunciados de forma a permitirem que, quem está de boa fé, possa fazer o seu julgamento político, porque o outro cabe aos tribunais.

É desejável também que quem faz denúncias ou acusações as procure fundamentar, para além das coincidências, que podem não passar disso mesmo.

Igualmente é desejável saber qual as posições dos eleitos das oposições.

Uma última nota para lembrar que embora estas questões sejam importantes, o que é mais importante para o concelho e para as populações é a correcção as opções tomadas e das actividades desenvolvidadas.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Zé LG 09.08.2008

    Se ler o que escrevi com um pouco mais de atenção verá que quando escrevi que o Executivo Municipal e o MI teriam interesse em apresentar publicamente as suas versões, não escrevi que o fizessem aqui. A escolha dos locais e formas de o fazerem, se entenderem, cabe-lhes a eles como é óbvio.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 10.08.2008

    LG
    Acabaram aqui os assuntos sobre a politica do executivo?
    É que há mais denúncias, embora elas já tenham seguido para as instâncias competentes, será sempre bom que o julgamento politico se faça na praça pública; isto é, se as denúncias forem verdadeiras, como parece que o são as aqui referidas.
    Se a resposta for positiva e tiveres a coragem de continuar com a avaliação da prestação do executivo, estamos prontos! Não era só no tempo do Paivão que estavas pronto para atacar e criticar...E já agora, por falar nesse, lembrei-me das bujardas que aqui se mandaram a este e áquele, por sinal comentários feitos por anónimos...Então já não se lembram srs MIS???
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.