Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Incontactáveis

Há senhores, uns eleitos pelo Povo, outros nomeados pelo governo ou pelas autarquias, pagos pelo erário público para nos servirem, que nunca se conseguem contactar.

Estão sempre indisponíveis. Ligamos para o telemóvel ou para o telefone pessoal ou para os dos secretários ou enviamos e-mail ou carta e não atendem nem respondem às mensagens que deixamos.

Deve ser porque se consideram uns senhores muito importantes e não estão para gastar tempo ou aturar uns chatos, porque se fosse por uma questão de oportunidade e se lembrassem que estão nas funções que desempenham para servir as pessoas e é seu dever atender e responder a quem os contacta não procederiam dessa forma…

Transformam um dever, de atender e responder, em favor. “Esquecem-se” depressa que foram escolhidos e são pagos pelo erário público para estarem disponíveis para nos atenderem e servirem. A todo o tempo e não apenas quando a isso se dispõem.

 

13 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Lagar é uma pena (o que não se fazia com 3,5 mil...

  • Anónimo

    ????????????????????

  • Anónimo

    Ninguém comenta a capa verde?

  • Anónimo

    Obrigado caro amigo. Um grande abraço. Ricardo (Se...

  • Ana Matos Pires

    Sim, vai seguir mail e o jornal fará o que entende...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.