Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ciclo de conferências sobre a regionalização,

promovido pela Câmara Municipal do Porto, foi lançado hoje, ao ritmo de uma conferência por mês até Abril de 2009, em que participarão nomes como Arlindo Cunha, Valente de Oliveira, e Mário Rui Silva, pelo "sim" às regiões, e Artur Santos Silva, Daniel Proença de Carvalho e Rui Vilar, pelo "não", assim como Freitas do Amaral, Ernâni Lopes, João Cravinho, Jorge Miranda, Vital Moreira, Lobo Xavier, Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa, Manuel Porto, Alberto de Castro, Paulo Rangel, José Costa e António Figueiredo, entre outros.

O moderador será Rui Rio, que se afirma disponível para "ser convencido" sobre os benefícios ou malefícios da regionalização. "Há dez anos fui contra a regionalização. Hoje estou aberto a ser convencido de que ela é numa excelente solução para Portugal", disse, frisando, porém, esperar que do debate saiam contributos e nunca "nem um 'sim' nem um 'não' rotundos motivados apenas por questões emocionais".

Esperemos que contribua também para fazer mudar de opinião a nova líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, que, recentemente, reafirmou a sua posição anti-regionalização.

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    Tens toda a razão. Já cá faltava a patetice da com...

  • Anónimo

    Vote no PAN.

  • Anónimo

    Já cá faltava a patetice da habitual comparação co...

  • Anónimo

    alguém pode dizer onde é este lugar?

  • Anónimo

    Concordo a 1000% com M. Frade.Pode-se, rádios, jor...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.