Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Insinuações da “maior baixeza moral”

Zé LG, 19.03.08

“O Governador Civil de Beja reagiu agora às afirmações do antigo presidente da Câmara de Alvito. Sobre os comentários de natureza politica não responde. Em matéria de ética Manuel Monge afirma que “não aceita lições” de Lopes Guerreiro.
Lopes Guerreiro afirmou que as posições de Manuel Monge indiciam a “transformação do Governo Civil numa espécie de comissão eleitoral do PS para as próximas autárquicas”. O Governador não reconhece “autoridade” a Lopes Guerreiro para “dar conselhos” nem admite lições. Lopes Guerreiro “entra por uma questão muito complicada, de grande melindre”, lamenta Manuel Monge. O representante do Governo na região não aceita que seja equacionado o controlo dos processos eleitorais autárquicos pelo Governo Civil. “A insinuação é do pior gosto e da maior baixeza moral”, disse, na Rádio Pax, Manuel Monge.”

 

O Governador Civil de Beja reagiu, agora, ao comentário que fiz aqui, há uma semana, em que questionei e critiquei a sua intervenção política.

O Governador Civil mostrou ser lento e reagir mal à crítica política.

Fugindo a responder às questões políticas, que coloquei, refugiou-se numa pretensa lição de moral e ética. Ele lá saberá porquê…

Recordo, a propósito, que foi o Governador Civil, e não eu, que usou os deficientes como arma de arremesso política na criação de um conflito institucional com a Câmara de Beja, que insiste em alimentar, pelo que, quanto a baixezas ou superioridades morais, estamos conversados…

4 comentários

Comentar alvitre