Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Regiões de turismo consideram nova legislação um “embuste”

A Associação Nacional das Regiões de Turismo (ANRET) sublinhou que, ao contrário do que o ministro da Economia e Inovação tem afirmado relativamente à redução de 19 para 5 Regiões de Turismo, “são criadas o dobro e mais duas novas estruturas governamentalizadas”.

Segundo a ANRET, “este decreto retira objectivamente competências hoje atribuídas às actuais Regiões de Turismo, tornando as futuras estruturas vazias de conteúdo, sujeitas ao dirigismo da classe politica, nomeadamente no que diz respeito à promoção no mercado interno” e “desqualifica marcas regionais com projecção nacional e internacional, construídas ao longo de décadas”.

As regiões de turismo, reunidas em plenário, deliberaram “manifestar o seu descontentamento pela forma como foi conduzido todo este processo do qual resultou um decreto que é altamente prejudicial” e solicitar, com carácter de urgência, a todos os Grupos Parlamentares audiências para que intervenham no sentido de alterar este decreto-lei aprovado na última reunião de Conselho de Ministros.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se são carneirinhos ou não como V.a Ex.a defende, ...

  • Anónimo

    Ele não vai , LEVAM-NO !!!.

  • Anónimo

    Lá estás tu a pôr defeitos ao homem.Não o deixam e...

  • Anónimo

    Falar do que não se conhece é espalhar a própria i...

  • Anónimo

    Com tanta agro-industria de capital exclusivamente...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.