Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Cristina Taquelim apresenta “Malaquias”

Cristina Taquelim apresenta, amanhã, pelas 16 horas, no espaço Páginas à Margem, em Beja, o seu primeiro livro infantil “Malaquias”, com ilustrações de Jorge Pereira, publicado no Brasil, pela editora RHJ, numa colecção chamada Diálogo Brasil/Portugal, representada em Portugal por Letras & Legendas.

 

Cristina Taquelim, técnica superior da Biblioteca Municipal de Beja José Saramago, “é uma referência na promoção da leitura em Portugal, em mediação leitora e também com contadora de histórias”, como refere Maurício Corrêa Leite, da “Letras & Legendas”, que “consegue realizar um texto exacto sobre a função maior da leitura: o voo. Ao terminar o livro, o nosso desejo é reler para não chegar jamais ao final do percurso. Tudo nos leva a recomeçar”, conforme escreveu o escritor Bartolomeu Campos Queiroz, na apresentação da obra.

 

 

Foto roubada daqui.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Avisa-se a todos aqueles que diziam, dizem e escre...

  • Anónimo

    PARABENS PAULO ARSENIO , novo Elefante Branco no P...

  • Anónimo

    Não há um tipo desse grupo de inteligentes que até...

  • Anónimo

    De facto, já alguém questionou o conhecimento que ...

  • Ana Matos Pires

    Reaças são os gajos, e sonsos comó caraças.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds