Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ouro no Alentejo

Zé LG, 12.11.07

A mina de ouro na serra do Monfurado, entre Évora e Montemor-o-Novo, deverá iniciar a laboração no segundo semestre de 2009, dois anos após a data inicialmente prevista, o que se ficou a dever à OPA lançada à empresa mineira australiana Iberian Resources por parte de uma concorrente daquele país, a Tamaya Resources.

“Esperamos ter todas as decisões públicas tomadas nessa altura para depois iniciarmos a laboração em meados de 2009”, referiu, ao Correio da Manhã, João Carlos Sousa, o gerente em Portugal da antiga empresa australiana, que em Janeiro de 2005 iniciou a pesquisa de ouro na serra do Monfurado, num investimento superior a um milhão de euros.

O investimento para a laboração não está ainda calculado, segundo aquele responsável, uma vez que a mina poderá ter extracção subterrânea no lugar de Casas Novas. “A maioria da área será contudo a céu aberto, como as pedreiras”, assegurou.

Os resultados positivos obtidos pela Iberian Resources no Monfurado levaram-na a alargar a prospecção por mais 30 quilómetros, desde a Boa Fé, Évora, até Cabrela, entre Montemor e Vendas Novas, estando também a fazer pesquisa de ouro, desde Maio, na região de Portalegre, em Barulho (Arronches) e São Martinho (Alter do Chão).