Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Rondão de Almeida julgado

Zé LG Zé LG, 14.09.07

Começou hoje, no Tribunal de Elvas, o julgamento do processo em que são arguidos o presidente da Câmara Municipal de Elvas, José Rondão Almeida, e o chefe da divisão financeira do Município, Paulo Dias, relacionado com a atribuição de um subsídio de 50 mil euros a "O Elvas", em 2002, com origem numa queixa anónima, apontando que o subsídio concedido se destinou a pagar as dívidas do clube ao fisco.

Apesar de o subsídio ter sido aprovado por unanimidade, em sessão pública de Câmara a 26 de Dezembro de 2002, os vereadores do executivo municipal do mandato anterior não foram constituídos arguidos no processo.

Rondão de Almeida tem afirmado estar tranquilo em relação ao processo, argumentando que o subsídio em causa foi atribuído para permitir ao clube continuar a desenvolver a sua actividade e manter em ocupação de tempos livres cerca de 200 crianças e jovens que praticam desporto na colectividade "azul e ouro”.

 

Retirado de http://www.radioelvas.com/