Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Extremadura assume papel mais activo na cooperação luso-espanhola

Zé LG, 15.03.07

A “escolha de Badajoz para sede do Secretariado Técnico Conjunto (STC) do novo programa de cooperação transfronteiriça luso-espanhola, em detrimento da Galiza, consagra o papel da Extremadura nas relações luso-espanholas, sem retirar mérito a ninguém”, declarou o vice-presidente da Junta da Extremadura, Inácio Sanchez Amor.

 

O vice-presidente da Junta da Extremadura aproveitou a oportunidade para apelar à cidade de Badajoz para que seja “mais constante e atrevida na sua relação de cooperação transfronteiriça com Portugal, porque agora vai ter mais visibilidade em toda a fronteira perante todas as outras comunidades autónomas”.

 

Para a Junta da Extremadura, a decisão representou uma vitória política, na medida em que, ao longo dos últimos 15 anos, apostou fortemente nas relações com Portugal, adoptando um modelo de cooperação transfronteiriça que se tornou uma referência.

Integrado num Comité Territorial (CT) responsável pela gestão de 350 milhões de euros de fundos comunitários destinados ao antigo INTERREG, o STC tem por missão receber as candidaturas a esses fundos, verificá-las, apreciá-las e elaborar um relatório final.

Fonte: N.A.