Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aeroporto de Beja a funcionar em 2008

Zé LG, 29.01.07

A construção do aeroporto civil de Beja, destinado a voos “low-cost” e carga, representa um investimento de 33 milhões de euros, repartidos por 2006 (15,9 milhões), 2007 (15,1 milhões) e 2008 (15,1 milhões), verbas provenientes do OE e FEDER, e espera-se que atinja, em 2013, o meio milhão de passageiros ano.

O primeiro-ministro garantiu, no lançamento da sua 1ª pedra, que construção aeroporto de Beja “é um contributo fundamental para dar um novo posicionamento ao Alentejo, em articulação com Sines e os seus projectos energéticos e os turísticos de Alqueva” e que o mesmo “estará operacional em finais de 2008”

O presidente da Câmara de Beja afirmou que a construção do aeroporto “é mérito de um governo com sensibilidade e do seu primeiro-ministro”, lembrando que a ideia surgiu há 20 anos a partir da autarquia.

“É aqui que se joga o futuro de Beja e do seu distrito”, assegurou Sócrates ao apontar os investimentos prioritários para os próximos 3 anos: Alqueva, Aeroporto de Beja, IP8 e conclusão do IP2.

O primeiro-ministro afirmou que saía de Beja “convencido que as pessoas compreenderam que têm o futuro nas suas mãos”, mostrando-se agradado com a aceitação dos desafios feitos aos autarcas, com que reuniu na noite de sexta-feira.

Como ficaram os autarcas e outros agentes regionais? Satisfeitos também?

A operação de propaganda do “Governo Presente”, segundo ouvi dizer, foi muito bem montada. Será que os locais também prepararam bem a recepção e os cadernos reivindicativos ou o fizeram forma descoordenada e amadora? Aguardemos pelas reacções…  

 

2 comentários

Comentar alvitre