Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Preocupações sobre a diminuição da oferta em cuidados de saúde”

«Tendo sido colocado o meu nome num comentário fazendo referencia que enquanto delegado sindical nunca me tinha pronunciado contra o descalabro que se vem assistindo na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, informo que provavelmente a pessoa que faz tal comentário tem estado fora da cidade ou mesmo até fora do país ou então tem andado distraído. Enquanto dirigente sindical tenho várias intervenções públicas tanto para as rádios locais como para jornais, tenho estado em iniciativas públicas em defesa tanto do SNS como dos serviços públicos. A minha última intervenção pública relativamente a diminuição de camas foi para as duas rádios locais da cidade e para a CMTV.
Provavelmente a pessoa que se referiu ao meu nome e refere que estou em silêncio só conhece o blog como meio de luta e denúncia, mas eu não tenho blog e só tive conhecimento do comentário através de uma amiga, prefiro a presença física.
Ainda no dia 4 de Dezembro estive reunido com o Conselho Directivo da ARS Alentejo onde colocamos todas as preocupações sobre a diminuição da oferta em cuidados de saúde.
Também não acordei para estas questões agora com este governo.
Edgar Santos a 6 de Dezembro de 2013 às 15:14,»

em: http://alvitrando.blogs.sapo.pt/2585671.html?view=6074439#t6074439

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    INDEPENDENTE 07.12.2013 14:49

    Que alternativas tem a ULSBA para manter os cuidados de saúde que todos precisamos e simultaneamente equilibrar a sua situação financeira?

    Tem forçosamente que reduzir camas,como referiu a sua Presidente, ou poderiam ser apresentadas outras alternativas?As várias alternativas foram estudadas,apresentadas e debatidas internamente?

    A Presidente da ULSBA referiu que irá abrir camas de Psiquiatria,dando continuidade e concretizando um projecto politico da anterior gestão ,sim politico local. É ou foi o melhor caminho escolhido?Vai dar a melhor resposta que precisamos ter no Distrito?Que outras apostas poderíamos e ou deveríamos fazer?Que ganhos de eficiência vamos obter com esta melhoria na qualidade ?Com esta resposta, nesta área da Psiquiatria,a ULSBA vai ver reforçado o seu orçamento?Se não,como vai equilibrar a "delicada"situação financeira que herdou e continua a manter?

    Os Conselhos de Administração não podem continuar a pensar que" quem vem atrás que feche a porta". É este pensamento que tem contribuído para abalar o SNS.Ea nível local,pior ainda,quando imbuídos de um certo caciquismo,respondem ou tentam responder ao nível de uma teia de relações que em nada contribuem para garantirmos uma resposta do SNS com qualidade, ou pelo menos mantendo a que tínhamos,mas melhorando os níveis de eficiência,porque o contexto mudou e não vai voltar atrás.Então mudemos o que faz falta mudar e tão somente isso.
  • Sem imagem de perfil

    MF 07.12.2013 15:38

    Uma pista: libertando a criatividade dos seus recursos humanos, sem preconceitos e com confiança.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Mais uma vez, estamos a constatar o desinvestiment...

    • Anónimo

      Pois, pois.....A falta de dignidade e coerência po...

    • Anónimo

      A democracia é a pior forma de governo, com excepç...

    • Anónimo

      Bem sei, caro LG, que a citação não é da sua autor...

    • Anónimo

      O quê? Ou a linguagem é subliminar, ou sou eu que ...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds