Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“QUE SAÚDE QUEREMOS PARA BEJA?”

Zé LG, 01.11.13

O movimento independente e plural “Por Beja com Todos”, de acordo com um dos seus objectivos – ter em permanente construção um projecto alternativo e independente para Beja -, vai promover mais uma TIBUNA ABERTA, desta vez sobre o tema “QUE SAÚDE QUEREMOS PARA BEJA?”.

Esta Tribuna Aberta terá lugar no dia 7 (Quinta-Feira) de Novembro, das 21h00 às 23h00, na BIBLIOTECA MUNICIPAL José Saramago e contará com a participação dos médicos convidados: Dr. JOÃO LEMOS e Dr. MUNHOZ FRADE e será moderada por PAULO BARRIGA, jornalista e Director do Diário do Alentejo.

Com a realização desta Tribuna Aberta, pretende o “Por Beja com Todos”, para além daquele objectivo, criar um espaço de debate sobre um tema que a todos interessa e a muitos preocupam algumas medidas que estão a ser tomadas e que poderão ter consequências graves nos serviços que são prestados à nossa população.

 

In: http://www.porbejacomtodos.org/2013/10/por-beja-com-todos-promove-tribuna.html

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Munhoz Frade 03.11.2013

    Alvitro que o Sr. Atento se deixou distrair por uns anos. Em primeiro lugar, há pessoas que alinham as suas posições pelo que os seus partidos oficialmente dizem defender, e há pessoas que têm um pensamento e uma acção independentes, mesmo quando pertencem a partidos. É muito bom que cada um tenha a sua utopia, pertença ou não a partidos. E também que veja o presente com realismo, pertença ou não a partidos. Ora, o Sr. Atento presume muito. Partindo do alinhamento do Dr. João Lemos com o BE, antecipa a sua posição. Parte da ideia de que eu próprio esteja alinhado com as posições desse partido, quando é pública a minha divergência com o mesmo, em matérias fundamentais. Apesar da minha amizade pessoal com o João Semedo. Ora, na verdade, expresso as minhas posições sobre as matérias relativas à política de saúde há mais de trinta anos, como os leitores do Diário do Alentejo podem atestar. Para tal nunca tive de alinhar com posições partidárias, nem quando pertencia ao PCP. Sempre defendendo o SNS público, as minhas posições objectivamente convergem com o que programaticamente o PS propõe. Apesar disso, discordo da prática que muitos dos seus militantes tiveram, em cargos da Saúde.
    Dito isto, sobre a desejável presença de outras pessoas com diferentes perfis profissionais nesta Tribuna Aberta, concordo que seria útil. No entanto penso que o próprio formato da iniciativa visa o debate. Espero pois que haja boa participação entre os presentes. Sem dúvida que a experiência de Gestor de Unidades de Saúde tem importância. Também nessa qualidade darei as minhas opiniões. Mas nesta tribuna serei antes de tudo um cidadão, utente do SNS.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 03.11.2013

    Pela primeira vez,constato uma posição pública e ideológica do Dr. Munhoz Frade,desde que deixou de ser militante do PCP.Deixe-me então perguntar-lhe,que posições programáticas defende o PS,convergentes com as suas,que os militantes do PS ocupantes de cargos públicos,não puseram em prática,operacionalizando o referido programa?
    Quanto a ir para a tribuna como um cidadão,utente do SNS,tenho a certeza que refere o facto para si próprio,porque sabe que isso não vai ser possível...Está a convencer-se que vai despido de saberes médicos e até dará a sua opinião como gestor da saúde.Ora bem,não é um utente qualquer,nem sequer pode assumir esse papel ,sabe porquê?esse não é nem pode ser um papel que se assuma em simultâneo.Na vida desempenhamos muitos papéis em simultâneo,e quase sempre de modo satisfatório para nós e para os outros,mas há outros que não conseguimos desempenhar em simultâneo,e esse é um deles.Ser convidado para uma tribuna,porque se é profissional de saúde médico,conhecedor dos problemas de saúde locais,até habilitado a opinar sobre gestão de saúde,não permite que se coloque no papel de utente/cidadão.Para esse efeito o L.G. teria de convidar mesmo um cidadão,sem qualquer papel na área da saúde.Mas o Dr. Frade está bem convidado,no meu entendimento,trata-se de um opinion maker e como tal é convidado especial(os restantes estarão simplesmente presentes para ouvir e opinar,se for caso disso),e é esse papel que esperamos dele.Pelo que referi ,até entendo o que quer dizer o Manuel Atento.
  • Sem imagem de perfil

    Munhoz Frade 03.11.2013

    Sr. Anónimo das 13:42hs: esqueceu-se da minha participação nas duas campanhas presidenciais, em apoio de Manuel Alegre, e nas ultimas legislativas, como mandatário distrital pelo PS.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.