Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ANMP opõe-se à privatização da água

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) avisa que se o processo avançar, as autarquias vão opor-se por todos os meios legais à sua disposição.

O conselho directivo da ANMP emitiu esta terça-feira um parecer negativo ao processo em curso de privatização do sector das águas e dos resíduos.

“Consideramos que é inaceitável a privatização de um sector tão importante e estratégico, em termos nacionais, como é o das águas e estamos também em desacordo com a privatização dos resíduos, como é proposto”, afirma o vice-presidente da ANMP. 

Rui Solheiro defende que “os municípios devem manter a responsabilidade política de garantir este serviço público e universal às populações”.

O responsável garante que se a privatização do sector das águas e dos resíduos avançar, as autarquias vão opor-se por todos os meios legais à sua disposição.

In: http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=114122

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Ainda o espetáculo não começou e já se ouvem vaias...

  • Anónimo

    É o costume! Mudam-se umas cadeiras de sítio para ...

  • Anónimo

    Vai continuar?https://odigital.pt/ministerio-da-sa...

  • Anónimo

    Tá o baile armado!

  • Ana Matos Pires

    Que erro?

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds