Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Processo arquivado

O processo que me foi instaurado há meses (ver alvitre de 16.02.06) por ter autorizado, quando fui presidente da Câmara Municipal de Alvito, o pagamento de trabalho extraordinário para além dos limites fixados na lei, foi arquivado pelo Ministério Público.

No processo pode-se ler que "a factualidade suficientemente indiciada não permite imputar qualquer crime aos arguidos" e "no caso dos autos, não existem quaisquer meios de prova objectivos que relacionados de uma forma lógica permitam a imputação dos crimes e desse modo antever a condenação en sede de julgamento".

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • João Espinho

    @Anónimo 18:49 - isso é um desejo seu, não?

  • Anónimo

    O mais doce,aquele que mais têm contribuído para a...

  • Anónimo

    Até pode acontecer que o BE seja o terceiro partid...

  • Munhoz Frade

    Associo-me ao Lopes Guerreiro no seu lamento. Part...

  • João Espinho

    Ora bem. Pessoa amiga, entendida no método de Hond...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds