Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Candidaturas independentes

Os partidos políticos têm uma política nacional e quaisquer candidaturas que apresentem inserem-se nessa política, mesmo quando pretendem apresentá-las como candidaturas independentes (ou supra-partidárias, veja-se o pretenciosismo...), como aconteceu com as apresentadas pelo PS em Beja (Beja Capital) e em Viana do Alentejo, só para referir dois exemplos. O que aconteceu a seguir às eleições está aí para o demonstrar.

Por isso, entendo que quem pretende intervir apenas na política local, com independência dos partidos, deve (só pode) fazê-lo através de candidaturas independentes, que a lei passou a permitir há alguns anos.

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Paulo Arsénio está ao serviço do PS, não contest...

  • Anónimo

    Para fazer dinheiro vale tudo...

  • Ana Matos Pires

    Só por curiosidade deixo aqui as idades de todos:A...

  • Ana Matos Pires

    Nem eu afirmei tal coisa, Zé LG, apenas peguei no ...

  • Anónimo

    Muitos funcionarios da Camara comentam que no temp...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.