Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Requalificar

Esta será sem dúvida uma das palavras que mais aparecerá nos programas eleitorais que se apresentarão às próximas autárquicas.

Efectivamente, quer pela razoável cobertura em infra-estruturas, equipamentos e habitação dos diversos territórios, quer pela crise provocada pela especulação financeira, quer por opção própria, deverá cada vez mais investir-se na requalificação, manutenção e correcta exploração do que já existe e menos em novos equipamentos, infra-estruturas ou habitações.

Isto não significa que apenas são necessários pequenos investimentos, até porque existem muitos empreendimentos bastante degradados cuja reabilitação exige investimentos avultados. Significa apenas que a mania de construir obras novas a que fiquem associados os nomes de quem as fez deve ser substituída por uma prática mais adequada à realidade e às necessidades efectivas das populações.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Lixo e buracos nas ruas e estradas constituem a im...

  • Anónimo

    Uma gestão camarária que nem do lixo dá conta!Quan...

  • Anónimo

    Continua a apresentar boas respostas. Durante 40 a...

  • Anónimo

    O mesmo em Serpa... mais um problema para o govern...

  • Anónimo

    Um bom registo fotográfico, que é quase uma pintur...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds