Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Haja dignidade!

Pulido Valente, presidente da Câmara de Beja, assegura que o município não vai recorrer à linha de crédito (criada pelo governo), pois discorda das exigências feitas pelo Governo no acordo celebrado com a ANMP. O autarca realça que as “exigências não são aceitáveis”, as condições não favorecem os municípios e um aumento de impostos, no caso de Beja, poderia não passar na Assembleia Municipal onde a CDU tem maioria.

 

Esta é a decisão digna que todos os municípios deveriam tomar. Apesar grandes dificuldades financeiras que alguns atravessam, com consequências graves para as economias locais, os autarcas não se devem colocar de cócoras perante o governo, fazendo um frete ao ministro Miguel Relvas, como fez a direcção da ANMP. Nunca visto!

2 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Comboio parado a 10 km de Beja. Continua a saga! Q...

  • Anónimo

    Uma leitura curiosa do J.Espinho.Algo incoerente e...

  • votante

    Pois eu vou votar, mas com a convicção que o meu v...

  • Anónimo

    Que os Baixo-Alentejanos votem CONTRA o Governo do...

  • Francisco Santos

    Para além de tudo isso a Maria Alice foi uma das p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.