Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"PARA A MINHA MÃE"

Zé LG, 26.03.12

Soarão como banalidades
As palavras desta poesia;
Todavia, conterão mais verdades
Que qualquer cuidada elegia!!

Morreu a minha mãe... Que saudades!!!
Afinal, eu nem sequer sabia
Como as suas pequenas vontades
Me iriam fazer falta, um dia!!

Lurdes foi o ventre que me gerou.
Aprendi, cresci sob o seu olhar,
E transformei-me naquilo que sou!!

Algo aqui eu tenho de confessar:
Mais de meio século m'acompanhou
Aquela que às vezes não soube amar!!!

Estremoz, 12 de Março de 2012
Carlos Eduardo da Cruz Luna (dedicada à sua mãe, falecida a 12 de Março de 2012)

Recebido por e-mail.