Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Ministra da Agricultura quer EDIA a gerir “bolsa de terras”

Assunção Cristas reuniu com a Administração e com os funcionários da EDIA para transmitir as orientações do Governo relativamente à obra de Alqueva. Aos jornalista disse que a transferência do investimento de Alqueva para o Fundo de Coesão tem “vantagens”, que para o governo é “muito importante concluir este projecto [Alqueva] porque transforma toda uma região, combate a desertificação (...) e vai dar um grade contributo para a riqueza do país” e que quer envolver a EDIA na gestão local da “bolsa de terras” que será criada na região.
“Aqui temos oportunidade de alavancar este crescimento. Precisamos de por tudo a regar e tudo a trabalhar”, conclui a ministra.

 

Se assim é, porque está a atrasar a conclusão do sistema de rega, designadamente no Concelho de Beja, onde se situam as melhores terras e onde existem mais investimentos feitos no regadio?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds