Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Gestão de merceeiro

A EDIA é uma empresa de desenvolvimento e (não das) infra-estruturas de Alqueva.

As várias administrações da EDIA sempre entenderam a importância para o desenvolvimento regional e local da sua participação nas diversas feiras e outros certames que se realizam na região bem como a sua publicidade nos órgãos de comunicação social regionais.

Entretanto, o actual Conselho de Administração, ao anunciar uma política de maior rigor económico-financeiro, decidiu cortar com essas despesas (que também são investimento), deixando de participar ou reduzindo a sua participação nas feiras e outros certames e em publicidade. Neste último caso com a agravante de dar prioridade à publicidade nos órgãos de comunicação social nacionais.

As eventuais poupanças que tais medidas podem trazer à empresa em muito pouco alterarão a despesa global e, por outro lado, criarão graves dificuldades a projectos de animação e promoção regionais para quem aqueles trocos eram fundamentais.

É o que se pode chamar de visão míope e gestão de merceeiro, sem desprimor para estes.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.