Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Só a seca conseguiu unir PS e CDU na Câmara de Beja

Na reunião da Câmara realizada ontem, em São Matias, foi aprovado, por unanimidade, um documento onde é exigido que o governo: “realize uma visita e reunião de trabalho na região para avaliar «in loco» a situação e analisar as medidas imediatas a tomar”; “proceda a uma avaliação dos prejuízos e desencadeie mecanismos de compensação dos mesmos” e “lance um programa financeiro de apoio e ajuda aos agricultores mais afectados”. A autarquia quer ainda que o governo “reveja a decisão tomada e retome, de imediato, a programação anterior do projecto do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva de forma a que a sua conclusão tenha lugar até 2015”. Por último defende que seja iniciada a “preparação de um plano de contingência, a nível agrícola e de abastecimento de água às populações, que permita fazer face ao agudizar da situação, caso a seca perdure”.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Com tanta agro-industria de capital exclusivamente...

  • Anónimo

    Falar de obscurantismo quando se fala de maçonaria...

  • Coiso

    É o melho k o DA tem... A pattir da pag 2 é só m.....

  • João Espinho

    @Anónimo19.09.2019 21:40 - Está bem.

  • Anónimo

    Não preveja reforço da votação no PS porque isso s...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds