Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alguma vez tinha de acontecer

Fui ontem inquirido pelos Serviços do Ministério Público, na qualidade de testemunha, no âmbito dos autos de um processo movido contra desconhecidos, por comentários anónimos considerados difamatórios / injuriosos publicados no Alvitrando.

As questões que me foram colocadas foram: 1 - se é possível identificar os IP dos comentários anónimos; 2 - se é possível indicar o IP do Alvitrando; 3 - se sei ou suspeito de quem terá colocado os comentários alegadamente difamatórios / injuriosos.

Depois de oito anos a alvitrar, esta foi a primeira vez que o Alvitrando foi envolvido num processo judicial. Até aqui, sempre que alguém me transmitiu o seu desagrado por comentários nele publicados, a questão foi resolvida apagando esses comentários. Desta vez tal não aconteceu porque o queixoso optou por recorrer ao Tribunal, sem ter estabelecido qualquer contacto comigo.

12 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exactamente!

  • Anónimo

    Um bom exemplo! Que aliás deveria ser replicado co...

  • Anónimo

    Zobaida disse aqui e muito bem, que depois de algu...

  • Anónimo

    Os meus parabéns a Rui Raposo e colaboradores. Jov...

  • João Espinho

    As duas formas estão correctas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.