Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Revista Memória Alentejana faz inquérito sobre o Aeroporto de Beja

Zé LG, 30.09.22

244254246_4681546028556115_7609838167736622044_n.jpgA 29 de julho, foi publicado um artigo de opinião no jornal Público "Aeroporto de Beja: juntem-se, porra!" da autoria de dois antigos dirigentes regionais sobejamente conhecidos, Fernando Caeiros e José Lopes Guerreiro, o que veio trazer para a ordem do dia uma questão supostamente "adormecida", mas sempre presente no espirito dos(as) alentejanos(os).
A Revista Memória Alentejana pretende dar o seu contributo cívico a esta causa alentejana, realizando um breve inquérito a figuras da sociedade e da cultura, na Diáspora mas não só.
A utilização do Aeroporto de Beja, poderá ser uma alternativa, a curto prazo, face aos actuais constrangimentos do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, dando um contributo nacional para a situação aeroportuária actual?
Esta solução seria uma mais-valia para a Alentejo? Que impactos, que vantagens e/ou desvantagens?

Câmara de Évora decidiu instaurar um inqiuérito e realizar uma auditoria externa à tesouraria municipal

Zé LG, 29.09.22

pinto-sa.pngCarlos Pinto de Sá, presidente da Câmara Municipal de Évora, revelou que, por terem sido detetadas “graves inconformidades e irregularidades”, e “em consonância com os dirigentes dos serviços municipais onde está integrada a Tesouraria”, decidiu instaurar um processo de inquérito para o “completo e inequívoco apuramento das ocorrências detetadas” e participar o caso ao Ministério Público (MP). Adiantou ainda que também determinou a realização, “de imediato”, de uma auditoria externa à tesouraria municipal e a substituição dos funcionários afetos àquele serviço, visando “garantir as condições e serenidade essenciais ao apuramento dos factos” e “todos os direitos previstos na lei” a esses trabalhadores e “as obrigações que daí decorrem”.

Comissões parlamentares de Agricultura e de Assuntos Europeus visitaram a zona de Alqueva

Zé LG, 28.09.22

edia-2-1024x768.jpgAs comissões parlamentares de Agricultura e de Assuntos Europeus, com a presença de deputados eleitos pelo Alentejo, realizaram hoje uma visita à zona de intervenção de Alqueva.

O ponto de encontro foi a sede da EDIA, em Beja, para uma breve apresentação feita pelo presidente do Conselho de Administração da empresa, José Pedro Salema, com uma prova de produtos de diferentes culturas de Alqueva. Seguiram-se visitas a um lagar e a uma plataforma de despela de amêndoa e à Central Fotovoltaica Flutuante e Estação Elevatória de Cuba Este, integradas no Sistema Global de Alqueva. O almoço teve lugar numa adega da região.

E, de repente, com a saída de Marta Temido do Ministério, os problemas da Saúde parecem ter acabado…

Zé LG, 28.09.22

Banner-Lopes-Guerreiro-300x286.jpgEste Verão aqueceu, como nunca antes, os confrontos das diversas corporações com a ministra da Saúde, Marta Temido. De repente, começaram a ser divulgadas dificuldades e impossibilidades de tratar doentes, principalmente nalgumas especialidades, em quase todos os hospitais. Ora nesta região ora naquela, ora neste hospital ora naquele, foram surgindo notícias com denúncias de problemas no Serviço Nacional de Saúde, todas elas convergindo na acusação da incapacidade de Marta Temido ser capaz de os resolver.

Entretanto, a divulgação de alguns casos de maior gravidade, incluindo o da morte de uma criança, com insinuações da responsabilidade a Marta Temido, levou esta a precipitar o seu pedido de demissão, apesar do inquérito feito ter concluído que a morte da criança não se deveu à falta de assistência.

Com a demissão de Marta Temido – uma defensora do Serviço Nacional de Saúde – e como por milagre, "acabaram” aquelas notícias e denúncias. De repente “acabaram” os inúmeros problemas nos diversos hospitais e demais serviços de Saúde. “Acabaram” as demissões e ameaças de demissões, “acabaram” as declarações de inúmeros profissionais e responsáveis de serviços de Saúde a declinarem a sua responsabilidade em eventuais problemas, por considerarem que não tinham condições para exercer com segurança as suas funções.

 

 

ANAFRE quer mais facilidades no regresso às antigas freguesias

Zé LG, 27.09.22

ANAFRE-768x432.jpgA Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) vai solicitar ao Governo que interceda junto da Assembleia da República no sentido do alargamento do prazo limite de início do procedimento de desagregação. Por outro lado, a ANAFRE quer que seja eliminado o número mínimo de eleitores para as desagregações previstas.

A renegociação dos novos protocolos de exploração dos Postos dos CTT, a negociação da instalação de máquinas de Multibanco em todas as freguesias do território nacional e a necessidade de “eliminar as assimetrias” na instalação de redes 5G foram outras das exigências.

Touradas

Zé LG, 27.09.22

275213629_1383858255379747_5176698178895736913_n.jpg“Na sequência da notícia do blogue taurmáquico "Toiroeouro.com" que titula numa das notícias da semana passada, e cito: "Câmara de Beja deixa cair BejaBrava da Patrimónios do Sul", importa esclarecer o seguinte: …

Vários outros contactos foram feitos, telefonicamente, pelo Vítor Besugo e pessoas do meio, junto de atores do tauromáquico nacional;

Apurou-se que perante a disponibilidade de apenas 3 entidades, das mais de 30 consultadas, poderem estar presentes, não estavam reunidas as condições nesta edição de se ter uma BejaBrava com a dignidade e a força que deve ter; …

A CM Beja não deixou pois cair a BejaBrava como se comprova com os factos objetivos aqui expostos e espera que a mesma possa regressar com número elevado de promotores na edição de 2023; …” - Paulo Arsénio, presidente da CM de Beja, aqui.

MAIS BEJA é um “espaço virtual, mas que aborda temas e problemas reais”

Zé LG, 26.09.22

22332346_0hYDR.png“Apesar da trajetória negativa da imagem e afastamento da sociedade face à política e aos políticos, acredito que é a discussão pública que constrói a vontade política. Ou seja, a sociedade civil deve criar pressão para mudar as coisas, apesar de o empenho da sociedade em Portugal ser diminuta. Na Europa, o paradigma é diferente, comprovando que Portugal e os portugueses estão atrasados em muitas áreas. Quem julga o contrário, é porque pouco ou nada leu ou viajou.” - In MAIS BEJA, no dia do seu 10º Aniversário, que aproveito para saudar, embora tardiamente.

"PS e PSD esquecem o Alentejo"

Zé LG, 26.09.22

DSC_0597.JPG“E em particular Beja, no acordo que fizeram para a decisão do novo aeroporto de Lisboa. Não se percebe a opção Santarém e a exclusão de Beja onde já existe um aeroporto e onde só seria necessário uma linha ferroviária preparada para velocidades médias que permitissem uma viagem de uma hora até Lisboa. Mais uma vez estes dois partidos nada têm para oferecer ao Alentejo.” - Rafael Rodrigues, no seu Rente à Relva.

“Que os lucros das grandes empresas “financiem um fundo de combate à crise”

Zé LG, 25.09.22

os-mesmos-de-sempre.jpgO Movimento “Os Mesmos de Sempre a Pagar” exige a fixação de preços dos alimentos, combustíveis e rendas; a redução do IVA na energia para os 6%; o aumento dos salários, reformas e pensões; a defesa dos pequenos comerciantes e que os lucros das grandes empresas “financiem um fundo de combate à crise”.

Assembleia da República vai apreciar Petição da Plataforma Alentejo

Zé LG, 25.09.22

Plataforma-Alentejo-768x543 (1).jpgA Assembleia da República (AR) vai apreciar a sua Petição nº 622/XIII/4ª na Reunião Plenária do dia 28 de setembro, a partir das 15h00. A Petição “Plataforma Alentejo - Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional”, apresenta um conjunto de prioridades, entre as quais, a Plataforma Alentejo exige que se considere o Aeroporto Internacional do Alentejo/Beja como parte do sistema aeroportuário nacional, a eletrificação e modernização das Ligações Ferroviárias Sines-Caia por Beja (com ligação à Funcheira – Linha do Algarve) e Portalegre-Abrantes e a requalificação, em perfil de autoestrada, ligando o nó da A26 a Beja, e a ligação do nó da A23 (Nisa) ao nó da A6 (Estremoz).

No âmbito da apreciação da Petição na AR, os membros do Secretariado da Plataforma Alentejo estão a organizar uma delegação para seguir presencialmente o debate. Todos os interessados podem seguir o debate através do Canal Parlamento, no sítio da internet da AR (www.parlamento.pt) ou no Facebook.

Grupo Cortez criado para a pesca de lagostim e peixe do rio em Alqueva

Zé LG, 25.09.22

Untitled-1-1-1024x659.jpgUma das áreas que mais se desenvolveu com o Alqueva, foi a actividade da pesca de lagostim e peixe do rio. O Grupo Cortez, criado pelo mourense João Cortez, apostou neste sector e tem corrido bem. “Não falamos só de Alqueva, mas de tudo o que está adjacente à barragem, o que nos ajudou a criar uma oportunidade de negócio e a empresa Grupo Cortez”, afirmou o empresário que acrescentou ter “um acordo com as grandes superfícies e intermediários, onde nos garantem quase todo o escoamento que conseguimos obter”. O negócio também é feito com Espanha, já que a empresa de Moura “representa quatro fábricas espanholas de lagostins, onde é feita a recolha directamente”, afirmou o pescador.
A apanha de lagostim e peixe de rio, como achigã, barbo, lucioperca e sável, umas das espécies mais apreciadas no Ribatejo e ainda pouco valorizada no Alentejo, faz do Grupo Cortez uma empresa de referência. 

Sindicato acusa entidades fiscalizadoras “de nada fazerem” contra as poeiras da atividade mineira em Aljustrel

Zé LG, 24.09.22

Almina.pngO Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) mostra-se frontalmente contra as poeiras que resultam da atividade mineira em Aljustrel e acusa as diversas entidades que deveriam fiscalizar esta situação “de nada fazerem”. O sindicalista Luís Cavaco, afirma que “as poeiras são um atentado à saúde pública, por isso não calaremos a voz até que esta situação seja devidamente monitorizada”.

Elisa Ferreira e Ana Abrunhosa no lançamento das obras da Estação Biológica de Mértola

Zé LG, 24.09.22

202209231621499117.jpgA comissária Europeia da Política de Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, e a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, marcam presença, ontem , no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mértola, na cerimónia que assinala o início das obras de requalificação da antiga EPAC – futura sede da Estação Biológica de Mértola.

O projeto, resultante de uma parceria entre o Município de Mértola e o CIBIO InBio - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto, está integrado numa candidatura ao Portugal 2020 que prevê o apoio à reabilitação do edifício dos antigos Silos da EPAC em Mértola, edifícios que acolherão os laboratórios, áreas de co-working e as áreas sociais da Estação Biológica de Mértola.

“Os Mesmos de Sempre a Pagar” dinamizam “ação de protesto pela inversão desta política”

Zé LG, 24.09.22

202209221716184122.jpgO Movimento “Os Mesmos de Sempre a Pagar” promove amanhã em Beja, Aljustrel, Ferreira do Alentejo, Mértola e Serpa um conjunto de ações contra o aumento do custo de vida e contra o empobrecimento. Mobilizar e sensibilizar as populações contra o rumo de empobrecimento que está a ser colocado, fruto do aumento do custo de vida e a desvalorização de salários, pensões e reformas é o principal objetivo.

Na cidade de Beja o protesto vai ouvir-se, às 9.00 horas no mercado de Santo Amaro, a partir das 11.00 horas e no mercado quinzenal que decorre no Parque de Estacionamento do Parque de Feiras e Exposições.

Pág. 1/5