Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"cenário aterrador, de onde não se espera nada de bom"?

Zé LG, 31.10.21

crise-portuguesa-11.jpg«É verdade que o governo da Geringonça pouco ou nada fez pelos trabalhadores. Os que oferecem vencimentos mais altos taxando-os de impostos e os das classes médias e médias baixas sempre a perder poder de compra. Mas diga-se em abono da verdade que o problema é estrutural e ninguém está livre de críticas. Partidos políticos, patrões, trabalhadores e em particular os seus sindicatos. Devido à situação económica e social na Europa em geral e em Portugal em particular. Onde desde há décadas a corrupção e o compadrio são a imagem que marca que nos identifica dos outros países europeus. E a juntar a isso, temos o taticismo dos partidos políticos sempre por cima dos interesses nacionais, a manipulação política apenas para fins partidários dos sindicatos, as fugas de capitais dos empresários e das empresas para o estrangeiro e a desmoralização dos trabalhadores das classes médias e médias baixas com os seus salários, pouco acima dos apoios aos subsidiodependes.

Trata-se infelizmente de um cenário aterrador, de onde não se espera nada de bom, e que as próximas legislativas podem até agravar, não tenham os partidos políticos juizinho.»

Anónimo 31.10.2021, aqui.

O PSD e o Aeroporto de Beja

Zé LG, 31.10.21

ppcsm.jpgO aeroporto de Beja poderia ter sido uma alternativa ao de Faro, … Uma alternativa, que foi colocada de parte pelo secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, que afirmou que “a infra-estrutura alentejana não é considerada nos planos de voo usados pelos pilotos, não tem assistência em terra, nem de combustível, além de que a maioria das aeronaves não pode aterrar em Beja”… e ainda que, “sem prejuízo daquilo que é a rota das companhias aéreas, há também condições para um aeroporto ser considerado alternante” e que as mesmas “não estavam consideradas”. Aqui, há dez anos.

"De Geração em Geração, Património e Formação" foi o grande vencedor da 1ª edição dos Prémios patrimonio.pt

Zé LG, 31.10.21

A 1ª edição dos Prémios patrimonio.pt contou com 45 candidaturas, tendo sido premiados 6 projectos. Os Prémios patrimonio.pt são o resultado de uma iniciativa da Spira – revitalização patrimonial e contam com o apoio do Turismo de Portugal, na categoria Melhor Projecto de Touring Cutural e da HERIFAIRS – rede europeia das feiras do património – na categoria de Melhor Projecto Em Parceria.

thumbs.web.sapo.io.jpgNas palavras de Margarida Alçada, Presidente do Júri, “Os Prémios são uma fundamental iniciativa de celebração dos profissionais do sector, de divulgação do trabalho de grande valor realizado por todo o país, de partilha de Boas Práticas e, ainda, de identificação das lacunas a suprir em diversas dimensões deste trabalho especializado”.

"ter um emprego seguro não é suficiente para sair de uma situação de pobreza"

Zé LG, 30.10.21

image.jpgNo recente estudo "A Pobreza em Portugal - Trajetos e Quotidianos", informa-se que um quinto da população portuguesa é pobre e a maior parte das pessoas em situação de pobreza trabalha, sendo que a maioria dos trabalhadores nessa condição tem vínculos laborais sem termo.

Fernando Diogo, coordenador do estudo, salientou que identificam "quatro perfis de pobreza em Portugal: os reformados (27,5%), os precários (26,6%), os desempregados (13%) e os trabalhadores (32,9%)".

A análise conclui que um terço dos pobres são trabalhadores. Juntando-lhes os precários, percebe-se que mais de metade das pessoas em situação de pobreza trabalha, o que significa que "ter um emprego seguro não é suficiente para sair de uma situação de pobreza".

"As pessoas têm muita dificuldade em entender como é que na atual conjuntura se vão marcar eleições antecipadas"

Zé LG, 30.10.21

1631847.jpg«Todas as pessoas que tentam não se deixar influenciar pelo taticismo dos partidos politicos e pelos meios de comunicação social, têm muita dificuldade em entender, como é que na atual conjuntura social e económica nacional e sobretudo internacional se vão marcar eleições antecipadas.

Não há motivo algum razoável e que tenha em conta os interesses das populações e em particular das classes trabalhadoras mais desfavorecidas, para realizar um acto tão oneroso e que vai deixar tudo na mesma, com exceção da subida do CHEGA e de André Ventura. Será mesmo esse o motivo? Para que com Rui Rio ou Paulo Rangel o PSD afunde de vez na sua votação, e deixe de ser uma alternativa a não ser em aliança com o CHEGA?»

Anónimo 29.10.2021, aqui.

"PCP tem posto o interesse dos trabalhadores e do povo acima das suas conveniências partidárias"

Zé LG, 30.10.21

OPINIAO_VITOR_PICADO-768x364.jpg«Em concreto as inscrições propostas por parte do PCP visavam, no essencial, assegurar o desenvolvimento, através do aumento geral dos salários, como emergência nacional para a revitalização da economia e melhorar as condições de vida, com pelo menos dois cenários apresentados. A valorização das reformas e pensões, como meio de combater a pobreza entre os idosos, defender e reforçar o Serviço Nacional de Saúde, enquanto garantia do povo português aos cuidados de saúde, e valorizar os serviços públicos para responder às necessidades das populações e à coesão territorial, constituem opções versadas nas propostas apresentadas. A melhoria da justiça fiscal, como forma de instrumento complementar de distribuição da riqueza, bem como dinamizar a atividade económica, valorizando a produção nacional e apoiando as micro, pequenas e médias empresas, constituíram igualmente pressupostos que condicionaram as propostas de orçamento apresentadas.»

Vítor Picado, aqui.

A razão muito raramente está só de um lado

Zé LG, 29.10.21

assinatura-governo-ps-pcp-be-pev-montagem_770x433_Talvez seja ingénuo... mas admito que todos os partidos queiram o melhor para o país, embora tenha mais dúvidas se todos querem o melhor para o Zé Povinho... Têm é visões de caminhos diferentes para alcançar esse(s) objectivo(s). Naturalmente umas mais próximas das de uns ou das de outros.

Nestes períodos pós "separações" ficam sempre alguns azedumes e diz-se, por vezes, o que depois vai dificultar, senão a reconciliação, pelo menos, entendimentos necessários, para governar.

Nesta altura de algumas incertezas, quer dos porquês do que aconteceu quer relativamente ao que vai acontecer, é recomendável calma, muita calma, algum tento nas línguas e nas pontas dos dedos, tendo presente sempre que é mais útil construir pontes do que muros, se, de facto, pretendemos o melhor para o país e para os portugueses. A razão muito raramente está só de um lado. E mesmo que esteja, de que serve se não for suficiente para assegurar o é necessário?

Hugo Hilário reeleito presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo

Zé LG, 29.10.21

248004801_4533309060079229_20860099594200238_n.jpgO presidente da Câmara de Ponte de Sor, Hugo Hilário (PS), foi reeleito presidente do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), que integra como vice-presidentes Rogério Silva (PSD), presidente da Câmara Municipal de Fronteira, e Nuno Silva (CDU), presidente da Câmara Municipal de Avis.

União de Freguesias de Salvador e Santa Maria da Feira elegeu os seus órgãos, à terceira tentativa

Zé LG, 29.10.21

249466848_381989513490364_1422252332184606467_n.jpDepois de o presidente da Junta ter proposto duas listas para a eleição dos vogais da Junta de Freguesia, que foram rejeitadas, “à terceira foi de vez”. Na primeira lista constavam, apenas, eleitos do PS e a segunda proposta era composta por dois eleitos do PS e dois da CDU. Ambas foram inviabilizadas. A terceira proposta apresentada por António Ramos foi aprovada com 12 votos a favor e um contra.

Assim o executivo presidido por António Ramos (PS), é constituído por Bruno Sustelo, Custódia Alho e Rita Brito, eleitos pelo PS e por Hugo Carulo eleito pela coligação Beja Consegue, liderada pelo PSD.

Para a votação da mesa da Assembleia de Freguesia foram apresentadas duas listas, a Lista A e a Lista B. A lista B ganhou com 7 votos a favor, tendo a Mesa da Assembleia de Freguesia ficado a ser presidida por Evaristo Amaro (CDU), com Maria Costa Lobo (PS) como 1ª Secretária e Linabela Martins, (Beja Consegue) 2ª Secretária.

Obras de requalificação no Museu Rainha Dona Leonor avançam no início de 2022

Zé LG, 28.10.21

201902112109502383.jpgA Direção da APT - Associação Portas do Território adjudicou a obra de recuperação do Museu Regional Rainha Dona Leonor, por pouco mais de 1,5 milhão de euros, um valor suportado por fundos comunitários e pela Câmara de Beja e Direção Regional de Cultura do Alentejo na contrapartida nacional não financiada.

A assinatura do contrato, não sujeito a fiscalização prévia do Tribunal de Contas, deverá ocorrer ainda este ano e as obras, com duração prevista de 18 meses, deverão começar em janeiro ou fevereiro de 2022.

Vítor Proença reeleito presidente da CIMAL

Zé LG, 28.10.21

imgLoader2.ashx.jpgO novo conselho intermunicipal, órgão executivo da CIMAL, composto pelos presidentes dos municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines (Setúbal) e Odemira (Beja), reelegeu o presidente da Câmara de Alcácer do Sal, Vítor Proença (CDU), para seu presidente e para vice-presidentes, elegeu o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha (CDU) e o presidente da Câmara de Sines, Nuno Mascarenhas (PS). A lista única foi aprovada por unanimidade.

AR chumbou proposta de Orçamento de Estado. Só PS votou a favor.

Zé LG, 28.10.21

249447366_6461422023930727_4889065577010690595_n.jA Assembleia da República chumbou a proposta do governo para o Orçamento do Estado para 2022, na generalidade, com os votos contra do PSD, BE, PCP, CDS-PP, PEV, Chega e IL. Só o PS votou a favor da proposta do governo de António Costa, precipitando o país para um futuro incerto, com eleições antecipadas à vista.

E agora? Veja aqui o que pode acontecer.

Que partidos podem votar com os da direita?

Zé LG, 27.10.21

249447366_6461422023930727_4889065577010690595_n.jÉ grave (e desagradável para qualquer pessoa de esquerda) assistir ao PCP e PEV e BE votarem com os partidos da direita.

E quando o PS vota (quase sempre) com os partidos da direita? Devia também ser grave (e desagradável para qualquer pessoa de esquerda). Mas parece que, mais muitos militantes e simpatizantes do PS, não é. Porque será?

O que separa mais as pessoas

Zé LG, 27.10.21

PA 4112307.JPG.crdownloadO que mais separa as pessoas é o acesso aos bens de primeira necessidade. Uns têm acesso a tudo e outros não têm acesso a (quase) nada. E não é o trabalho, ao contrário do que muitos tentam fazer crer, nem sequer o conhecimento ou a inteligência que as separa de forma tão dramática. É evidente que o trabalho, a inteligência e o conhecimento são ferramentas fundamentais para o sucesso. Mas há quem se farte de trabalhar, seja inteligente e tenha bastante conhecimento e não passe da cepa torta, enquanto outros que (quase) nada fazem e não se distiguem pela inteligência e pelo conhecimento, que não param de acumular riquezas. Quantos dos que se fartam de trabalhar não conseguem ter e garantir aos seus uma vida minimamente digna? Há cada vez mais trabalhadores que, apesar de trabalharem, são, cada dia que passa, mais pobres. Até quando vamos tolerar que estas tremendas injustiças se mantenham e, em muitos casos, se acentuem? Exigem-se medidas que contribuam para inverter este rumo e não apenas algumas mesinhas podem servir para ajudar a aguentar mais as dores sociais que tanto afectam tanta gente, mas não resolvem os problemas essencias com que as sociedades se confrontam.

João Dias diz que “Se não temos Orçamento é porque o PS não quis” e Pedro do Carmo diz que lhe “cheira a tacticismo partidário”

Zé LG, 27.10.21

deputados-Beja-1-1-768x432.jpgO deputado do PCP, João Dias, sublinha que “o PCP colocou em cima da mesa aquilo que é necessário para responder às necessidades que o país atravessa após dois anos de grave pandemia” e sublinha que “dar resposta aos problemas das pessoas” não é “criar uma crise política”.
O deputado do PS, Pedro do Carmo, afirma que “na atual situação em que vivemos no país e quando a Europa nos pede que alavanquemos o investimento público para dar resposta à crise económica, era preciso estabilidade” e que permitir uma crise política é uma grande “irresponsabilidade”, cheirando a “tacticismo partidário”. Daqui.

CDU exige nova eleição da Junta e da Mesa da Assembleia da União de Freguesias de Moura e Santo Amador

Zé LG, 27.10.21

logotipo_site.pngDe acordo com a CDU, “foi dada posse a um eleito do Partido Socialista no lugar de outro, que por motivos de saúde não podia estar presente, quando essa opção está vedada, uma vez que no ‘ato de instalação quem falta não é substituído, pois só pode ser substituído quem tenha tomado posse e assim seja titular de um mandato’. Desta situação, decorreu ainda o facto de a mesma pessoa ter sido eleita para a Junta, sem ter sido eleita para a Assembleia de Freguesia.

Pág. 1/6