Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Rui Rio visitou fábrica em Garvão, que o PSD na Assembleia Municipal de Ourique considerou ilegal

Zé LG, 31.08.21

2021-OURIQUE-Montaraz_800x800.jpgO presidente do PSD esteve esta segunda-feira no concelho de Ourique, visitando a Montaraz de Garvão, uma empresa de transformação artesanal de porco preto, cujo projeto nasceu da vontade de um grupo de produtores daquela raça de suínos, tendo a construção da fábrica sido contestada, em fevereiro de 2006, por Adolfo Vitorino, membro da Assembleia Municipal de Ourique, eleito pelo PSD, que acusou a Câmara Municipal de “violação grosseira” do plano diretor municipal (PDM), sustentando que ao não elaborar o plano de pormenor, o processo de licenciamento e a emissão do alvará eram ilegais e que o órgão que o aprovou “deveria ser dissolvido”.

Candidatura da CDU à Autarquia de Beja propõe-se: “Incentivar a cidadania e a participação nos assuntos de interesse público”

Zé LG, 31.08.21

234442724_4217262615034010_5432439619969492470_n.j>  Fomentar a dinâmica do movimento associativo social, cultural e desportivo, apoiar e estimular as iniciativas das escolas e associações que promovam a cidadania, incluindo na área da saúde e bem-estar, e mobilizar a população para adoção de comportamentos de cidadania, participação ativa, respeito pelo meio ambiente e pelos outros, para construir um Concelho mais desenvolvido, verde, humanizado, saudável e inclusivo;

> Colaborar com as associações juvenis para promover a efetiva participação dos jovens na vida pública e estimular o associativismo juvenil com apoio técnico, logístico e financeiro;

> Promover um concurso de ideias para os jovens, com orçamento próprio, para estimular a iniciativa e a participação na melhoria da qualidade de vida no concelho;

>  Apoiar e incentivar a adoção de programas de prevenção, e combate ao bullying e ao cyberbullying em contexto escolar e comunitário.

Texto da responsbilidade da candidatura da CDU à Autarquia de Beja.

PDR 2020 abre concurso para Alojamento Temporário nas explorações agrícolas de Odemira e Aljezur

Zé LG, 31.08.21

202106021222478018.pngO programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020 acaba de abrir concurso para a Instalações de Alojamentos Temporários Amovíveis nas explorações agrícolas, podendo as candidaturas ser apresentadas até 22 de Outubro. A dotação orçamental é de 5 milhões de euros.

O concurso apresenta, entre outros objectivos, o de “melhorar as condições de vida e de trabalho dos trabalhadores temporários nas explorações agrícolas”.

Recursos apresentados pelo PS, CDU e Unidos por Mértola negados pelo TC. CDU já ganhou as freguesias de Mértola e de Vila Ruiva

Zé LG, 31.08.21

202105141248198121.jpgO Tribunal Constitucional negou provimento aos recursos apresentados pelo PS, CDU e Unidos por Mértola, que contestavam a decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Beja - Juízo Local Cível de Beja. Resulta em definitivo desta recusa a rejeição da Lista do PS à Assembleia de Freguesia de Mértola, a rejeição da lista de candidatos à Assembleia Municipal do Movimento Unidos por Mértola, por incumprimento da Lei da Paridade, e o afastamento do candidato da CDU colocado em segundo lugar na lista à Câmara, Henrique Baiôa, por incorreto preenchimento de documentação.

2021081817415525.jpgPor decisão unânime do Tribunal Constitucional foi "negado provimento ao recurso", apresentado pela lista do PS à Junta de Freguesia de Vila Ruiva, no concelho de Cuba, confirmando a decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Beja - Juízo de Competência Genérica de Cuba. Esta é uma decisão definitiva, não passível de qualquer recurso, e deixa a CDU sozinha na corrida a esta autarquia.

Assembleia Municipal de Beja adiou votação da Estratégia Local de Habitação

Zé LG, 31.08.21

AMBeja-768x432.jpgO Bloco de Esquerda e o Movimento “Por São Matias com Todos” apresentaram uma proposta de adiamento para a Assembleia Municipal de dia 13 de Setembro, que foi apovada com os votos dos eleitos da CDU, PSD, BE e Movimento “Por São Matias com Todos” e teve os votos contra da bancada municipal do PS.

O BE e o Movimento “Por São Matias com Todos” justificaram o pedido de adiamento por, entre outras razões, não terem sido realizadas as reuniões prometidas pelo executivo da Câmara com os grupos políticos representados na Assembleia Municipal para esclarecimento da estratégia proposta para a habitação.

A Assembleia acordou que até dia 13 serão realizadas as reuniões entre os diferentes grupos para esclarecimentos de dúvidas sobre a Estratégia Local. Contudo, será muito difícil nesta fase fazer alterações ao documento.

“Despovoamento do Alentejo deveria envergonhar governantes”, afirma João Pauzinho, responsável da DORBE do PCP

Zé LG, 30.08.21

Pauzinho.jpgO responsável da Direção da Organização Regional de Beja (DORBE) do PCP considera que o distrito apresenta “uma assustadora falta de estratégia e de planeamento”, advertindo ser necessário construir políticas para que se consiga inverter a “desastrosa tendência” de perda de população no território. João Pauzinho acusa os responsáveis pelos municípios socialistas, na região, de atuarem de forma demagógica, sendo incapazes de reivindicar, junto do Governo, os “interesses reais das populações e da região”.
Os indicadores são, na verdade, transversais a todo o interior e, naturalmente, ao distrito, existindo um País completamente desordenado e desequilibrado, com prejuízo para todo o território nacional e para as suas populações. As pessoas precisam de soluções, emprego e qualidade de vida para se manterem ou regressarem às suas terras. Alguém, de bom senso e responsável, vislumbra políticas que alterem tal situação? Nós, infelizmente, não vemos! Efetivamente, os principais indicadores destes Censos 2021 deveriam envergonhar políticos, a nível nacional e com responsabilidades governativas nos últimos anos, no que se refere a um País a muitas velocidades.

Leia aqui, toda a entrevista.

Construção de nova fábrica de perfis metálicos em Portalegre arranca em Setembro

Zé LG, 30.08.21

240388973_4339357466141057_5687606149691887789_n.jA empresa Arqframe, que produz perfis metálicos para a agricultura e para construção, em aço leve, vai construir uma fábrica,  num investimento de 7,5 milhões de euros, na zona industrial de Portalegre. A construção da nova fábrica arranca já em setembro, tem um prazo de execução de um ano e deverá estar a laborar no último trimestre de 2022. Numa primeira fase vão ser criados 30 postos de trabalho e mais 50 até 2026, sendo dada prioridade à contratação local, tendo-se já o IEFP de Portalegre mostrado disponível para iniciar ações de formação na área.

Associação ZERO considera “inconcebível” a construção do bloco de rega de Messejana

Zé LG, 30.08.21

imgLoader2.ashx.jpgA associação ambientalista ZERO considerou “inconcebível” a construção do bloco de rega de Messejana, incluído na expansão do Alqueva, por poder implicar “riscos sérios para a sustentabilidade” e pressões hídricas numa albufeira do Alentejo e ser “mais um projeto público sem visão” e um investimento de “20 milhões de euros sem um diagnóstico aceitável das pressões hídricas na albufeira do Monte da Rocha”.
A situação da agricultura de regadio ligada à utilização da água do Monte da Rocha é “preocupante”, porque o bloco de rega proposto é “incompatível” com vários instrumentos de ordenamento do território em vigor, ocupará solos “desadequados para o regadio” e irá por “em causa” habitats e espécies protegidas, levando a “pressões negativas” sobre espécies protegidas presentes na área do bloco, “causando a fragmentação adicional” e a perda de habitats “relevantes”, e porque “as medidas de proteção dos aglomerados urbanos são insuficientes ou nulas” e “não se prevê uma monitorização das práticas [agrícolas] dos beneficiários”.

Rui Rio passa hoje por Ourique, na sua “Volta nacional autárquica”

Zé LG, 30.08.21

202108271608527624.PNGA “volta nacional autárquica” que Rui Rio, presidente do PSD está a fazer pelos 18 distritos do País marca, hoje, presença em Ourique, com a visita a uma unidade industrial do concelho, seguida de uma deslocação à vila de Ourique.
Para a Distrital de Beja do PSD esta visita a Ourique "demonstra uma aposta clara da Comissão Política Nacional na recuperação desta autarquia por parte de Gonçalo Valente.” 

Já arrancaram em Portalegre as obras de construção de uma fábrica de produtos oftalmológicos

Zé LG, 29.08.21

240387165_4342290379181099_2804228707649152788_n.jO investimento será de cerca de dois milhões de euros, com a criação de 18 postos de trabalho, numa primeira fase, que deverá estar pronta a operar em meados do próximo ano. Depois, nas fases seguintes e num período de cinco anos, prevê-se atingir os 100 postos de trabalho.

A empresa, que vai ficar instalada junto ao heliporto, na zona industrial de Portalegre, vai dedicar-se à produção de produtos oftalmológicos, sobretudo lentes intraoculares, e tem a Europa como mercado preferencial, podendo vir a exportar para outros pontos do mundo. Apesar de deter várias fábricas no Brasil, a unidade em construção em Portalegre, é o primeiro investimento da Visiontech Medical Optics na Europa.

“Esta é a receita dos governos do PS e do PSD, com ou sem CDS, para matar o interior.”

Zé LG, 29.08.21

240623176_10220516947619772_4399503501156806629_n.«Ao Sol posto os campos ficam mais sós.

Tirita uma ou outra esquila.

Os homens, poucos, regressam a casa após a ordenha.

As mulheres já haviam recolhido para tratar da janta.

As crianças, muito poucas, apenas uma ou duas ainda se assomavam à rua.

Já não há mercearias nem tabernas nos montes.

Ouve-se um silêncio profundo, cortado de vez em quando pelo latido de um ou outro cão.

Um ou outro gato atravessa-se no caminho, olha-nos de lado, desconfiado.

As poucas pessoas que por ali permanecem, lamentam-se de tudo o que lhes falta, os médicos que não têm, o transporte para as actividades das crianças, que o município não disponibiliza, o mau estado dos arruamentos, o mau sinal de internet e redes móveis, a deficiente rede de transportes públicos, o mau estado dos acessos...

Tem uma riqueza, o sossego, que é tão sossegado que se torna tédio.

É assim a vida nos montes de Mértola. Vai sendo assim também na minha aldeia, que começou com o fim da estação de Correios, depois o fim dos comboios com o encerramento do ramal de Moura, em seguida destruiram a Reforma Agrária (UCPA-Pioneiros da Reforma Agrária, que havia criado centenas de postos de trabalho) depois encerraram a escola, depois foi o posto médico, seguiu-se Junta de de Freguesia e há uns dias encerrou a ultima mercearia.

Esta é a receita dos governos do PS e do PSD, com ou sem CDS, para matar o interior.

O maltês» (Carlos Cascalheira), aqui.

A última(?) informação de Paulo Arsénio sobre o estado do Concelho de Beja em termos de COVID-19

Zé LG, 28.08.21

238880300_1254153838350190_2494968159567876313_n.j«Esta manhã, entre outras atividades, passagem pelo Centro de Vacinação COVID-19 de Beja para verificação com o pessoal da Câmara Municipal que presta serviço no espaço, sobre a adesão dos jovens de 16 e de 17 anos do concelho à vacinação . ...
A Vacinação é muito importante!
Beja está neste momento com 215 casos ativos, com muita gente a ser testada e portanto com tendência para subir, e é concelho de grau de risco "Muito Elevado", o mais elevado de todos.»

Esta foi a última informação do presidente da Câmara de Beja, feita na sua página do FB, dia 15, aqui. Desde então, não vi mais informação sua sobre a ebolução da pandemia, mantendo o concelho o "grau de risco "Muito Elevado", o mais elevado de todos". E que dizem e estão a fazer os serviços de saúde? Já não há nada a dizer e a fazer, para tentarmos controlar a situação a não ser esperarmos que a vacinação a controle?!...

Beja é um dos sete concelhos com maior incidência do coronavírus SARS-CoV-2

Zé LG, 28.08.21

239565665_3900459350058852_2992399624476320058_n.jBeja está entre os concelhos que apresentam maior incidência de infecções a 14 dias pelo novo coronavírus, onde estão Mourão e a que juntou Marvão. Alvito e Barrancos tem incidência zero.
Portugal tem esta sexta-feira sete concelhos com incidência do coronavírus SARS-CoV-2 superior a 960 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, mais dois do que na última sexta-feira.

Nos concelhos do distrito de Beja, registam-se, por ordem alfabética, os seguintes dados, sobre o covid-19 a 14 dias: Aljustrel-135, Almodôvar-375, Alvito-0, Barrancos-0, Beja-1002, Castro Verde-305, Cuba-594, Ferreira do Alentejo-218, Mértola-198, Moura-742, Odemira-272, Ourique-198, Serpa- 261 e Vidigueira-237.

E, perante esta grave situação, ninguém dá uma explicação nem qualquer esclarecimento?!... Não temos direito a isso? Já toda a gente, a começar pelas entidades responsáveis, "está nas tintas" para a COVID-19 e suas consequências? O que está a ser feito para travar e reduzir rapidamente o número de casos?

Candidatura autárquica do CHEGA a Beja não enviou texto para publicação no Alvitrando

Zé LG, 27.08.21

Nem sequer reagiu à disponibilização de um espaço neste blogue para que todas as candidaturas autárquicas possam divulgar o que entenderem.

240522763_6089816381059757_5824320609268391899_n.j

Roubei, com a devida vénia para o seu autor, esta foto daqui para dar a minha opinião: Não será certamente desta forma que se combate o Chega e tudo o que de pior ele defende e merece ser combatido. Não será destruindo a sua propaganda mas sim mostrando o que ela representa e contrapondo argumentos que se poderá reduzi-lo à sua verdadeira dimensão. A propósito, AV é candidato à autarquia de Beja?!...

BE defende “estratégias para o desenvolvimento da atividade agropecuária” em Castro Verde

Zé LG, 27.08.21

Foto_AACB_BE-768x310.jpgOs candidatos do Bloco de Esquerda à autarquia de Castro Verde defendem “estratégias para o desenvolvimento da atividade agropecuária, que preservem a biodiversidade, mantenham aspetos históricos e culturais identitários desta zona, que sejam economicamente interessantes e atractivos”.
Lúcia Cunha, candidata do BE à Câmara de Castro Verde propõe a criação de “programas de apoio direto aos produtores em pequenos investimentos de remodelação e manutenção de infraestruturas” bem como de “cocriação com instituições académicas, no sentido de encontrar soluções conjuntas para a diversificação das atividades instaladas”.
Por outro lado, defende a implementação de “canais de divulgação de informação sobre apoios financeiros e apoio técnico especializado na criação de projetos de agropecuária, agroturismos”, a par de uma “estratégia de marketing e publicidade no sentido de valorizar os produtos locais”.

El Pais destaca Évora na corrida a Capital Europeia da Cultura

Zé LG, 27.08.21

Év.pngA edição online do jornal espanhol El País destaca a cidade de Évora de entre as candidaturas nacionais a Capital Europeia da Cultura em 2027: “Évora leva a vantagem de ter um centro histórico reconhecido como património da Humanidade, mas também está a saber demonstrar a sua capacidade de gestão e execução de eventos com grande qualidade artística como o Festival Imaterial.”

Candidatura autárquica do BE a Beja quer "Meios de Diagnóstico ao Serviço de Tod@s"

Zé LG, 26.08.21

rx-unidade-movel-ars-lvt.jpgTendo em conta as dificuldades de acessibilidade aos centros de Saúde e ao Hospital para populações muitas vezes envelhecidas e isoladas, seria fundamental a implementação de Unidades Móveis de Radiologia no distrito de Beja (já existem noutras regiões) permitindo ainda uma poupança financeira significativa.

O investimento para cada unidade que incluísse todo o sistema de radiologia digital e todo o equipamento informático, assim como de recolha de material de análises clínicas terá um preço acessível.

Permitiriam ainda a transmissão dos dados clínicos diretamente através da rede para os serviços hospitalares e centros de saúde, tornando o processo mais eficaz, bem como a notificação médica e o tratamento do utente mais rápido.

A constituição de outra unidade móvel composta por médico e enfermeiro para consulta domiciliária iria gerar uma poupança significativa dos recursos financeiros e profissionais, diminuindo ainda o excesso de deslocações das ambulâncias dos Bombeiros.

Texto da responsabilidade da candidatura autárquica do Bloco de Esquerda a Beja.

Pág. 1/7