Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

BE candidata Raúl Rasga à Câmara de Évora

Zé LG, 03.06.21

Raul Rasga.pngO candidato à Câmara de Évora pelo Bloco de Esquerda, Raúl Rasga, de 50 anos, afirmou que esta candidatura vai para além do bloco, pois é uma candidatura de convergência progressista, assumindo uma “política de transparência e de participação na gestão do município”.
Bruno Martins é o cabeça de lista do BE à Assembleia Municipal.

"O mundo está mal mas não vai acabar já, pelo que vamos continuar a ter de aturar-nos uns aos outros""

Zé LG, 03.06.21

61O19qxKS+L.jpgEsta é uma expressão que tenho usado muitas vezes, nos últimos tempos, apelando à calma, face à hipersensibilidade, nervosismo, falta de tolerância, dificuldade de ler e ouvir e facilidade e precipitação em tirar conclusões, crenças em vez de convicções, só nós e os que estão connosco é que somos bons, todos os outros são bandos do piorio, manifestados por muita gente.     Mas de facto, apesar de todas as queixas que possamos ter - e não faltam razões para as ter -, deste mundo em que vivemos, não há notícia de que ele vá acabar já ou proximamente, apesar de algumas visões apocalípticas, pelo que é mesmo melhor para todos termos um pouco mais de calma e tolerância (o que não deve significar acomodação e conformismo). Talvez assim nos possamos sentir um pouco melhores, porque para pior já basta assim.

Aumentou 38% o número de utentes da ULSBA sem médico de família

Zé LG, 03.06.21

HDB.jpgEntre março de 2020 e o mesmo mês de 2021 mais 1151 utentes (+ 38%) do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Baixo Alentejo ficaram sem acesso a um médico de família. A evolução negativa desta sub-região está em contracorrente ao verificado na totalidade do Alentejo em que mais 8399 passaram a ter acompanhamento médico personalizado.
O valor até tinha sofrido uma evolução positiva entre março de 2019 (3437) e março de 2020 (3052), mas este ano voltou a subir para 4209 utentes. Um cenário contrário ao que se verifica em toda a região do Alentejo, em que se assistiu a um aumento da oferta e a uma redução do número de pessoas sem médico de família, de 36 413, em 2020, para 28 014, quase tudo conseguido à custa da “recuperação” no Alentejo Litoral que passou dos 17 649 para 8 494, no mesmo período.

Insegurança ou xenofobia da JSD em Beja? PSP, apesar de sem queixas, aumentou presença nas ruas

Zé LG, 03.06.21

“Devido aos últimos acontecimentos que Beja tem sido palco”, a comissão instaladora da JSD Distrital de Beja exige “uma rápida atuação da Câmara, para Beja voltar a ser segura”. Apesar de afirmar que “não nos chegou nenhum queixa formal, nem apresentámos nenhuma queixa nas autoridades”, a CI da JSD propôs à Câmara de Beja: “Criação de uma polícia municipal. Aumento do patrulhamento das ruas. Aumento do patrulhamento da escola segura. Palestras escolares com o objetivo de instruir os estudantes, pessoal docente e não docente a agirem em situações de risco”.

Paulo-Arsenio-324x160.jpgO presidente da Câmara de Beja reagiu, afirmando que “Ficamos a saber que a JSD age com base nos momentos das redes sociais, e não de dados concretos de que disponha”, lamentando “que se tente responsabilizar o Presidente da Câmara Municipal ... por algum pico de sensação de insegurança que a população atravessa, fruto de algumas ocorrências reais e outras por provar que nas últimas semanas têm ocorrido no concelho e com um denominador comum: responsabilizar exclusivamente a população migrante.”   

Dos alegados casos de assédio sexual, ou tentativa de violação por parte de imigrantes, não há um único caso registado na PSP, que acompanha com preocupação publicações nas redes sociais, que podem causar alarme social de consequências indesejáveis e uma sensação de insegurança na comunidade. Aumentar a visibilidade e a presença da força policial nas ruas, tem sido a estratégia seguida pelo Comando de Beja e Moura para prevenir e aumentar o sentimento de segurança.

PS candidata Maria Almeida Santos à Assembleia Municipal de Santiago do Cacém

Zé LG, 03.06.21

202106020916501620.jpgMaria de Almeida Santos, de 61 anos, nasceu em Moçambique. É jurista e membro da Comissão Permanente e do Secretariado Nacional do PS. Foi eleita Deputada á Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Setúbal e é presidente da Comissão Parlamentar de Saúde.
O PS diz que a candidatura “congrega um conjunto de vontades de cidadãos independentes e militantes do partido socialista e pretende elevar o concelho ao patamar de excelência, onde merece estar”.

Os títulos dos alvitres são da minha responsabilidade

Zé LG, 02.06.21

… mesmo quando os transcrevo. Vem isto a propósito de terem posto em causa a minha seriedade intelectual ao intitular o alvitre sobre a conversa de Paulo Arsénio na a Rádio Pax - Paulo Arsénio garante que tudo o que aconteceu de bom é da sua responsabilidade e acusa os “outros” de tudo o que está mal.

Paulo Arsénio não disse isso textualmente. Mas, ao dizer que “ao longo destes quatro anos foram lançados concursos como a melhoria do IP8 e a eletrificação da ferrovia” e que o “hospital público de Beja não é da responsabilidade da Câmara Municipal”, o que é que quer fazer passar?...

É evidente que quando publico um título é por achar que ele traduz o texto que titula, na minha interpretação, com a ideia forte que acho de dele decorre e quero transmitir. Naturalmente, outros farão ou fariam de forma diferente... pelos comentários feitos.

Comissões de Utentes mobilizam-se em defesa dos Serviços Públicos

Zé LG, 02.06.21

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Concelho de Serpa volta, em comunicado, a denunciar o encerramento do serviço de urgências do Hospital de São Paulo “por falta de médico”, ao “fim de semana e no período da noite”. A Voz da Planície falou com a Misericórdia que assegura ter-se tratado de situação pontual.

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do Concelho de Sines realiza, hoje, uma ação de luta, às 18:00, no Jardim das Descobertas, com o lema "Agir em defesa dos Serviços Públicos".

António Costa afirma que “lá para final de 2024” será “o momento certo” para avaliar “a decisão de avançar para a regionalização”

Zé LG, 02.06.21

20210531_222438-768x576.jpgO secretário-geral do PS apontou o próximo mandato autárquico como “muito importante”, porque vai estar em vigor a descentralização de competências e os seus recursos financeiros, processo cuja avaliação poderá abrir portas à regionalização.
Na sessão em Beja, para apresentação da sua moção de orientação política ao Congresso do PS, que se realiza em 10 e 11 de julho, António Costa destacou igualmente que, “pela primeira vez”, vai caber às CCDR eleitas pelos autarcas e não nomeadas pelo Governo a elaboração da estratégia de desenvolvimento para cada região.
Assim sendo, “lá para final de 2024, antes de entrarmos no último ano do mandato autárquico”, será “o momento certo” para avaliar o processo da descentralização de competências, que “seguramente” será um “sucesso”, e do modelo de gestão das CCDR, … “E para tomarmos, então, a decisão de avançar para a regionalização nos termos previstos na Constituição e, de uma vez por todas, confiar na descentralização em todos os escalões”, disse António Costa.

Paulo Arsénio garante que tudo o que aconteceu de bom é da sua responsabilidade e acusa os “outros” de tudo o que está mal

Zé LG, 01.06.21

Paulo-Arsenio-324x160.jpgPaulo Arsénio, atual presidente da Câmara de Beja, diz ter “herdado” do anterior executivo um “concelho extremamente degradado em termos de vias de comunicação, dos edifícios públicos e das suas estruturas e garante que o “primeiro mandato foi genericamente bem conseguido” e por isso volta a estar “presente para a chamada”.
O autarca refere que “ao longo destes quatro anos foram lançados concursos como a melhoria do IP8 e a eletrificação da ferrovia, que já deviam ter sido lançados há nove ou dez anos”, porque o “atraso não é de agora, é de há muitos anos atrás e nessa altura não era o Paulo Arsénio, nem sua equipa que estavam na Câmara Municipal”.
Quanto à construção da segunda fase do hospital, a expetativa, do candidato do PS “é que possa avançar no próximo mandato, no entanto, o hospital público de Beja “não é da responsabilidade da Câmara Municipal”, porque se assim fosse, “as autarquias que durante 40 anos pertenceram a outro partido, certamente já teriam realizado a segunda fase do hospital de Beja”.

CDU recandidata Álvaro Beijinha à Câmara de Santiago do Cacém

Zé LG, 01.06.21

20210531185642337.jpgÁlvaro Beijinha, Advogado, tem 44 anos e é natural da Freguesia de Alvalade. É presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém desde 2013, depois de ter sido, entre 2005/2013, vereador daquela Câmara Municipal. Foi Presidente da Comissão Permanente do Conselho Regional da CCDR Alentejo. É membro do Conselho Executivo da CIMAL e do Conselho de Administração das Águas Públicas do Alentejo.

“O seu trabalho autárquico evidencia-se pelo incremento de ações em prol do crescimento turístico e económico do Concelho de Santiago do Cacém, através da captação de novos investimentos económicos e de incentivos ao desenvolvimento local e na requalificação dos espaços públicos com a finalidade de oferecer às pessoas maior mobilidade nas áreas urbanas.”

Pág. 13/13