Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

"se és amigo de fulano, és meu inimigo"

Zé LG, 31.08.20

19598529_10154989392833192_1674883950499006884_n.j"Há tempos escrevi no meu blog, não sei a propósito do quê, que o verão quente de 75 abriu feridas que tardam em sarar, se é que alguma vez isso vai acontecer. A guerra entre comunistas e socialistas permanece acesa e é quase impossível colocá-los a remar num mesmo sentido. O meio é pequeno, toda a gente se conhece e impera a prática de "se és amigo de fulano, és meu inimigo". Em determinada altura deste "campeonato" ainda aspirei que houvesse uma força que servisse de fiel da balança. Esfumou-se a força, o desejo continua. Mas com reduzidas expectativas."

João Espinho 31.08.2020, aqui.

«as escolhas e a variação de “cores políticas” não tem resultado»

Zé LG, 31.08.20

70365791_10205606536479761_4613475439241854976_n M"..., de facto, as escolhas e a variação de “cores políticas” não tem resultado. O que só me reforça a ideia de que é um problema sociologicamente transversal. Tem a ver com as mentalidades, que fazem com que se fique indiferente, ignorando diferenças, desprezando iniciativas, criticando de forma destrutiva qualquer coisa que mexa. Não se analisa o que acontece, apenas rapidamente se lhe cola um rótulo e pronto - “Tudo como d’antes no quartel de Abrantes”. A força cultural e telúrica que Beja desenvolveu - em poucos anos (?), como bem diz o Lopes Guerreiro, é inibitória. Puxa para baixo..."

Munhoz Frade 31.08.2020, aqui.

“Já sabemos que não vai ficar tudo bem, mas escusamos de piorar as coisas.”

Zé LG, 31.08.20

mafalda-anjos-2-crop-1578691778-1300x1300.png“O encontro desta terça-feira do primeiro-ministro com o bastonário dos médicos acalmou os ânimos, e ainda bem. Feitas as declarações de paz e aceites as explicações, é preciso seguir rapidamente em frente. Estamos todos cansados e enervados com tudo por que passámos e temos ainda pela frente. Não tenhamos dúvidas: vêm aí novos tempos difíceis. As escolas vão reabrir – sabe-se lá como e com que efeitos –, o outono está à porta com os seus vírus, e temos mais com que nos ocupar do que com guerras perdidas que em nada contribuem para o que é essencial: ultrapassar a pandemia o melhor possível. Já sabemos que não vai ficar tudo bem, mas escusamos de piorar as coisas.”

Mafalda Anjos, Directora da Revista Visão, aqui.

O que (não) tem sido feito para evitar o atraso progressivo de Beja?

Zé LG, 31.08.20

Beja foi um Município pioneiro na afirmação do Poder Local Democrático. Foi dos primeiros a ter uma cobertura quase total de saneamento básico, incluindo tratamento de esgotos e lixo. Foi dos primeiros e dos poucos, em conjunto com Aljustrel, a assegurar autonomamente o abastecimento de água. Conquistou prémios de Cidade Limpa e outros. Foi dos primeiros a recuperar os bairros clandestinos e a avançar com habitação social. Alargou significativamente a cobertura de electricidade, a rede viária e de campos desportivos a quase todo o Concelho. Foi o primeiro a ter um Plano de Salvaguarda para o seu Centro Histórico e Estudos de Desenvolvimento Económico para o Concelho (que apontou pela primeira vez a utilização da Base Aérea para fins civis - aeroporto), a complementar o seu primeiro PDM. Resolveu e ultrapassou o impasse a que tinha chegado o Parque Industrial, adquirindo os terrenos e colocando-os à venda. Foi dos primeiros a ter um campo de futebol relvado e pista de atletismo. Assumiu a responsabilidade de concluir e pôr a funcionar a Casa da Cultura. Foi dos primeiros a ter a sua Biblioteca, que durante anos foi um exemplo para o resto do país. Sem o seu apoio determinante, não teria sido possível ao NERBE construir as suas instalações nem à ACOS fazer da OVIBEJA uma feira de referência nacional nem a construção do Parque de Feiras e Exposições.

Muito mais podíamos recordar de projectos pioneiros ou que, não o sendo, foram marcantes para o progresso da Cidade e do Concelho de Beja e até da própria região, como aconteceu com a criação da Associação de Municípios do Distrito de Beja, a aquisição e retoma da publicação do Diário do Alentejo ou criação da Região de Turismo da Planície Dourada. Mas parece ser suficiente para recordar que Beja esteve durante muitos anos na linha da frente do que de melhor se fez a nível autárquico em Portugal.

19743561_6bK0f deposito.jpeg

Mas, entretanto, o que é que se passou nas duas últimas décadas, para assistirmos ao atraso progressivo relativamente aos outros municípios, incluindo alguns da nossa região? Nalgumas das áreas que atrás referi, o atraso é evidente e tem vindo a acentuar-se nos últimos anos. Hoje, é frequente encontrarmos outros concelhos com melhores estradas e arruamentos, electificação e iluminação pública, limpeza, equipamentos, actividades….

A que é que isso se deve? O que é que levou um Município de referência positiva em muitas áreas para se transformar em mais um que nem sequer consegue dar resposta satisfatória às suas responsabilidades próprias? O que se passa com projectos, alguns com várias versões, como o "Flávio dos Santos", o pavilhão gimnodesportivo, o parque de campismo, os "Moinhos de Santa Iria"?

Muitas vezes se responsabiliza – e muitas vezes, com razão , o Município por não conseguir resolver problemas e satisfazer necessidades do Concelho e das populações que não são da sua responsabilidade directa, porque são da responsabilidade do governo. Mas aqui estou a cingir-me ao que é da exclusiva responsabilidade do Município.

Muitas vezes disseram que se a Câmara Municipal fosse do mesmo partido do governo muito mais seria feito. Antes fez-se o que referi e muito mais. E agora? Porque não avançaram e não avançam a autoestrada até à fronteira, a renovação da limha de caminho de ferro e de material circulante, o Tribunal, a 2ª fase do Hospital?

“A crise não é igual para todos”

Zé LG, 30.08.20

rui-tavares-guedes-2-150x150.png“Um relatório do Institute for Policy Studies é claro: desde o início da pandemia, a fortuna combinada dos 12 homens mais ricos dos EUA aumentou 238 mil milhões de dólares. Noutras contas, feitas pela Bloomberg, a fortuna dos 20 mais ricos do mundo cresceu 300 mil milhões de dólares, apesar das perdas registadas por alguns dos seus membros – como o espanhol Amancio Ortega ou o francês Bernard Arnault – , mas que foram largamente compensadas pelos ganhos de Jeff Bezos, Bill Gates, Mark Zuckerberg e Elon Musk. É verdade que algum deste “sobe-e-desce” resulta de capitalizações bolsistas que podem ser efémeras. Mas é inegável que, enquanto a esmagadora maioria do mundo ficou mais pobre, o pequeno grupo de supermilionários ficou ainda mais rico.”

Rui Tavares Guedes, Director Executivo da Revista Visão, aqui.

Bejense João Aurélio vai jogar no Chipre

Zé LG, 30.08.20

202008271726131 JA.jpgJoão Aurélio, que na última temporada representou o Moreirense, vai jogar em 2020-2021 no Chipre, ao serviço do Pafos FC, equipa do primeiro escalão futebolístico daquele país.
Natural de Nossa Senhora das Neves, onde nasceu há 32 anos, João Aurélio jogou nas duas últimas épocas no Moreirense, depois de passar pelo Vitória de Guimarães e pelo Nacional, todos da I Liga Portuguesa.
João Aurélio é internacional pela Selecção Nacional nas camadas jovens, fez parte da sua formação no Despertar e no Desportivo de Beja, ao lado do seu irmão gémeo Luís Aurélio (que este ano foi campeão na Roménia ao serviço do Cluj).

Forte da Graça, em Elvas, no Top 10 das atrações de todo o mundo

Zé LG, 30.08.20

forte_da_graca.pngO Forte da Graça, em Elvas, recentemente requalificado com recurso a fundos comunitários, foi o vencedor da Travelers’ Choice Winner, do TripAdvisor, e está no Top 10 das atrações de todo o mundo. Esta plataforma turística mundial, dedicada a viagens, distinguiu o monumento da cidade alentejana através das críticas e classificações dadas pelos visitantes de todo o mundo e que já passaram pelo Forte da Graça.
Esta classificação, de acordo com a autarquia, espelha o trabalho desenvolvido pelo Município na preservação e divulgação do património elvense, classificado em 2012 como Património Mundial.

Porra que é demais! Este é o programa político da direita?!…

Zé LG, 29.08.20

transferir FA.jpgHá, pelo menos dois meses, que a direita adoptou a guerra contra a Festa do Avante como seu programa político.

Não me enganei ao escrever “guerra contra a Festa do Avante”, porque o que está em causa, para a direita, não é a sua realização este ano por causa da Covid-19, porque todos os anos tem estado contra a sua realização por qualquer motivo…

Não me enganei ao escrever “programa político”, porque, à falta de condições próprias para fazer oposição, a direita vai escolhendo “alvos” para atirar os seus tiros de pólvora seca. Ainda intercalou, durante algumas semanas, a “guerra à Festa do Avante” com as denúncias ao que se passou no Lar de Reguengos de Monsaraz, a reboque do Bastonário da OM ou utilizando-o para esse fim. Quanto ao resto, designadamente o Orçamento de Estado, o PSD está à espera que o entendimento à esquerda falhe para que possa ter a sua acção patriótica de deixar passá-lo…

Já aqui escrevi a minha opinião sobre a realização da Festa do Avante este ano – acho que o PCP tinha mais a ganhar em não realizá-la do que em realizá-la pelos riscos que comporta, mas se nada de legal ou de força maior houver a impedi-la, a decisão cabe por inteiro ao PCP, bem como as responsabilidades pelas consequências que daí resultarem. Não será certamente a vontade política da direita nem a ladainha de falsos argumentos que tão abundantemente tem usado que impedirá a realização da Festa.

Ponte de Sôr vai criar um centro empresarial, de exposições e de formação na área da tecnologia

Zé LG, 29.08.20

pontedesor.pngA Câmara Municipal de Ponte de Sôr concluiu esta semana o processo de aquisição das antigas instalações da Delphi, onde prevê a disponibilização de até 20 novos espaços para instalações industriais”, além da “criação de condições para atração de empresas de base tecnológica” e “de centro de formação para resposta às necessidades da indústria local e dos novos investidores”, para além de um centro de negócios e exposições que possa servir o concelho e a região, num investimento que, no total, pode gerar cerca de 400 novos postos de trabalho.

Ulsba com carência de médicos em 15 especialidades

Zé LG, 29.08.20

imgLoader2.ashx saúde.jpgDe acordo a administração hospitalar, das especialidades identificadas, “as mais críticas são, a nível hospitalar, as especialidades de anestesia, ortopedia, ginecologia/obstetrícia, pediatria e radiologia, e, na área de cuidados de saúde primários, a medicina geral e familiar e a saúde pública”. As “listas de espera não apresentam tempos excessivos, garantindo a resposta dentro dos tempos máximos de resposta garantidos (TMRG), exceto nas especialidades de ortopedia e cardiologia, as quais estão em processo de recuperação através de produção adicional dos profissionais do quadro da instituição, prevendo-se a sua resolução até ao final do ano”.

Na opinião de Guida da Ponte, médica psiquiatra, dirigente do Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SMZS), “a legislação referente aos incentivos é, de forma visível, manifestamente insuficiente”, o que “deveria obrigar o Ministério da Saúde a levar a cabo negociações com os representantes dos seus trabalhadores médicos que efetivamente procurassem soluções”. Lembrando que “o direito à saúde é um direito fundamental do cidadão e tem de ser assegurado pelas entidades responsáveis”, acrescenta que: “Numa altura de pandemia, não é compreensível que o Ministério da Saúde continue a apostar em medidas que sabidamente não terão resultados”.

“Apoiar e desenvolver o setor turístico local” em debate em Cuba

Zé LG, 28.08.20

cuba_1.pngEsta tarde, o município de Cuba, em parceria com a Make it Better – Associação para a Inovação e Economia Social (miB), um dos parceiros do projeto SuSTowns, inicia um ciclo de iniciativas que pretende envolver agentes públicos e privados com ação turística no concelho, com a realização do workshop “Apoiar e desenvolver o setor turístico local”, que vai decorrer, a partir das 17h30, na Casa Fialho de Almeida.

Cuba foi uma das localidades do Mediterrâneo escolhidas pelos promotores do projeto europeu “SuSTowns: Turismo Sustentável em pequenos e fascinantes povoados da área mediterrânica”. Para João Português, a participação de Cuba neste projeto vai permitir criar um plano de ação local para o turismo sustentável e um pacote de oferta turística do concelho, “em parceria com municípios espalhados por quase toda a Europa e com base em boas práticas e metodologias”.

Lojas CTT de Almodôvar e Vidigueira reabrem segunda-feira

Zé LG, 28.08.20

CTT-768x432.jpgOs CTT- Correios de Portugal vão reabrir na próxima segunda-feira, dia 31 de agosto, as lojas de Almodôvar e Vidigueira, nos mesmos locais onde funcionavam anteriormente.
As duas lojas vão funcionar nos mesmos horários, nos dias úteis das 9 horas às 12h30 e das 14 horas às 17h30.
Estas são a 13ª e 14ª Lojas em sede de concelho a serem reabertas, no âmbito do compromisso público dos CTT de reabrir Lojas únicas em sede de concelho, tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, “não procedendo, como já foi tornado público, a novos encerramentos”, referem os CTT.

Lideres distritais de Beja do PS e do PSD a favor e contra, respectivamente, a eleição das CCDR

Zé LG, 28.08.20

Nelson Brito promete “uma nova atitude” em defesa do Baixo Alentejo

202001161923501399 NB.jpgO plano de recuperação económica e social do país está na ordem do dia e no que se refere à região, o, recentemente eleito, presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS diz que esta “é uma oportunidade em que não se pode falhar”. Defensor da região Baixo Alentejo, Nelson Brito quer “um novo referendo sobre regionalização” e promete “uma nova atitude” em defesa do território, nos mais variados aspetos.

Nelson Brito demonstra satisfação “com a democratização em curso das CCDR's”, referindo-se ao ato eleitoral agendado para setembro, mas recordando que “o PS continua firme na sua posição de defesa da regionalização, da criação da região Baixo Alentejo” e de que “é preciso um novo referendo, mas precedido de sensibilização da população para os ganhos deste caminho”.

 

PSD/Beja defende “aeroporto como eixo estratégico do desenvolvimento regional”

202004081949211479 psd.jpg

“O PSD de Beja vai entregar, à Direção Nacional, os seus contributos para o plano de recuperação económica e social do país” e neles vai defender “o aeroporto como eixo estratégico do desenvolvimento regional, associado à modernização da ferrovia e à conclusão da A26, pelo menos até Beja”. “Mais investimento na saúde” também vai ser pedido, diz o presidente da Distrital.

Gonçalo Valente, presidente da Distrital do PSD, discorda das “condições de elegibilidade previstas” para as CCDR's, que “devem manter-se na esfera de organismos de confiança política”, porque “teme que estes organismos possam vir a eleger responsáveis diferentes da cor do Governo central” e que “essa situação prejudique os territórios”.

“A vida pode ser tão simples”

Zé LG, 27.08.20

75282242_10215952297980047_956784899547725824_n Ma«A Rosa

A cabeça está cansada.

O corpo está exausto.

Por mais que tentasse não conseguiria descrever a luta dos dias que estão nos antípodas da palavra e do conceito “rotina”.

Quilómetros na estrada, de estrada, na rua, nas ruelas, caminhos longos e curtos, respostas na hora, pedidos que não param, história de vida que precisam de algo no momento, não quero que esperem, não podem esperar, não faz sentido a espera quando as armas, as ferramentas e a solução estão logo ali, à distância de um caminho longo ou curto mas logo ali. Tantas vezes a resposta e a solução são apenas uma palavra ou um apontar para o caminho certo, o tratar pelo nome próprio ou o olhar nos olhos. Ouvir. Saber ouvir.

 

 

PS e PSD criam mais dificuldades às candidaturas de Movimentos Independentes

Zé LG, 27.08.20

331310_295805637106613_145786679_o AMAI.jpgPS e PSD unidos para dificultar (ainda mais) as candidaturas autárquicas dos GCE (Grupos de Cidadãos Eleitores), vulgarmente intitulados Movimentos Independentes.

Não bastava, que ao contrário das candidaturas partidárias não tivessem isenção do IVA, agora propõem que os GCE sejam impedidos de, no mesmo concelho, utilizarem a mesma denominação, símbolo e sigla, nas candidaturas das Assembleias de freguesia (AF) que utilizam nas Camaras (CM) e Assembleias Municipais (AM). Ou seja, na AF os GCE têm de candidatar-se com outro GCE. Então quando um GCE se candidata à CM e à AM, não está a abranger todo o concelho ? E não são os mesmos cidadãos eleitores que legitimamente votarão nos três órgãos (CM, AM e AF) !!!!

 

 

Pág. 1/6