Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Água da rede pública da vila de Alvito distinguida com o “Selo de Qualidade Exemplar”

Zé LG Zé LG, 12.12.19

selo água.jpgA Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) distinguiu a água da rede pública da vila de Alvito com o “Selo de Qualidade Exemplar”.

De acordo com o município, existe “um rigoroso sistema de avaliação dos serviços prestados aos consumidores, que têm, assim, oportunidade de conhecer melhor as entidades que lhes prestam os melhores serviços em diferentes áreas”.

A ERSAR, ao atribuir prémios, pretende “sensibilizar as entidades gestoras multimunicipais e municipais para as questões da qualidade na concepção, execução, gestão e exploração dos sistemas”.

Agricultura sustentável e combate às alterações climáticas em risco (?) com restrição das medidas agroambientais

Zé LG Zé LG, 12.12.19

A FAABA contesta firmemente o anúncio do Ministério da Agricultura no que diz respeito à interrupção dos compromissos agroambientais, com consequências irreparáveis a nível da sustentabilidade, biodiversidade e defesa do ambiente, potenciadoras do abandono da atividade agrícola e fuga do mundo rural. O anúncio do Ministério da Agricultura traduz um profundo desconhecimento do papel e importância do sector agrícola revelado com incongruência e demagogia política.

IMG_1025.JPGNo Alentejo, os apoios maioritariamente usados no âmbito das Medidas Agroambientais, envolvem os Modos de Produção Integrado e Biológico, a conservação do solo, o uso eficiente da água na agricultura, a sementeira direta ou a mobilização na linha, a manutenção de raças autóctones em risco de extinção, o pastoreio extensivo, o apoio à manutenção de sistemas agrosilvopastoris sob coberto de montado e os apoios zonais de caráter ambiental, entre outros.

Câmara de Beja vende lotes na Zona de Acolhimento Empresarial Norte

Zé LG Zé LG, 12.12.19

79661606_824967024602209_6471354085332221952_o.jpgA Câmara Municipal de Beja escriturou ontem 9 lotes para instalação de equipamentos industriais e de apoio à atividade económica, situados nas zonas 1 e 2 da Zona de Acolhimento Empresarial Norte.
Um dos adquirentes é uma empresa de construção civil com sede em Beja, outra uma empresa francesa para construção de uma fábrica de xaropes e licores e outra ainda uma empresa espanhola para construção de uma fábrica de cerveja. No total as 3 empresas adquirentes dos lotes estimam criar 92 novos postos de trabalho diretos. O prazo de construção é de 3 anos pelo que se espera que até 2023 as empresas tenham as novas unidades a laborar.
Até ao final do ano estão previstas mais escrituras para a instalação de unidades de diferentes características em Beja.