Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“Beja Merece +” realiza reunião plenária e pública

Zé LG, 11.12.19

201911121841136643.jpgO “Beja Merece+” faz hoje, na Casa da Cultura da cidade, uma reunião magna. O movimento convida toda a população a participar nesta iniciativa onde se vai falar sobre “o que se ouviu em Bruxelas” e sobre “as novas janelas de oportunidade para o desejado desenvolvimento” da região. A reunião magna começa às 19.00 horas.
Florival Baiôa, membro do movimento disse à Rádio Pax, que esta é uma oportunidade para a população “escolher o futuro [da região]”.

Daqui e daqui.

Projeto PlaCarvões vence prémio de Economia Circular

Zé LG, 11.12.19

PlaCarvões.jpgO projeto PlaCarvões "De Plásticos a Carvões Ativados – Economia circular nos plásticos agrícolas e urbanos", desenvolvido em consórcio liderado pela EDIA, com a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, a empresa Gestão Ambiental e de Resíduos e a Universidade de Évora, venceu o prémio Economia Circular nas Instituições Não Empresariais do Alentejo, atribuído pela ADRAL e CCDRA.
“O consórcio PlaCarvões, atento aos problemas emergentes provocados pelos plásticos de uso único, quer na agricultura, quer no circuito urbano e ainda pela contaminação orgânica dos mesmos, desenvolveu estratégias que contribuem para a sua redução, transformando estes resíduos sujos e de mistura, em carvões ativados”.

Luís Dargent demissionário da distrital do CDS-PP desde as últimas eleições legislativas

Zé LG, 11.12.19

imgLoader2.ashx.jpgLuís Dargent, presidente da Comissão Política Distrital do CDS-PP apresentou a sua demissão do cargo a seguir às eleições legislativas de outubro, devido aos maus resultados eleitorais – o CDS-PP obteve 2,3 por cento a nível distrital – e com a necessidade “de dar lugar à juventude num partido que precisa de renovação”.

A pedido de Assunção Cristas, resolveu permanecer no cargo até ao próximo congresso, marcado para os dias 25 e 26 de janeiro, em Aveiro, até porque faz parte da mesa daquele órgão nacional do CDS-PP.