Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Francisco “Cafeteira” morreu

Zé LG Zé LG, 05.12.19

2019113012314985.nb.pngFrancisco José Sobral Soares, de 85 anos, natural de Beja, morreu no Hospital de Beja, no passado dia 30 de Novembro. Só agora tive conhecimento da sua morte.

Francisco “Cafeteira” era pai do fadista (entre outras coisas) Francisco Sobral. Era uma figura da Cidade de Beja. Para além do fado, que o notabilizou, Francisco “Cafeteira”, como era conhecido, era um bom homem e um bom amigo.

Ao Francisco Sobral e restante família apresento os meus sentidos pêsames.

“Quando se unem Funcionários, Alunos, Professores, Pais e Encarregados de Educação na mesma luta, tenho a certeza que a razão lhes assiste”

Zé LG Zé LG, 05.12.19

"Temos assistido desde o início oficial do ano lectivo, a contestações e a várias iniciativas dos trabalhadores, encarregados de educação e professores, com o objectivo de questionar, reivindicar e exigir melhores condições de trabalho.
Não têm sido levantadas as questões que envolvem os baixos salários, e outras questões materiais que normalmente são exigidas.
Estamos perante uma nova exigência legítima, onde a falta de recursos humanos levam outros à exaustão. Verificamos também a existência da consciência dos trabalhadores, relativamente às responsabilidades que a sua função encerra, alegando e declarando...."que não podemos trabalhar assim. Assim não podemos continuar a assumir as nossas responsabilidades".
...
Estamos perante uma evidência.… as crianças não estão seguras nas escolas, os pais preocupados, os professores também.
Será que é incomportável para o Governo criar algumas centenas de postos de trabalho para responder a estas preocupações ? Será que temos assim tantas dificuldades financeiras enquanto país, que não estejamos disponíveis para este minúsculo investimento ?
… CGP - Anónimo 04.12.2019 12:24", aqui.